em

Como será a retomada do turismo pós-pandemia?

Afinal, será que o setor voltará ao normal? Continue a leitura desse artigo e fique por dentro do assunto!

(Imagem ilustrativa/Freepik)

Texto de Paula Moraes

Com a pandemia de Covid-19, o setor de turismo foi um dos mais afetados. Aeroportos e fronteiras fechadas fez com que muitas pessoas desistissem de viajar. Além disso, o medo de contrair coronavírus era visível.

Uso de máscaras, álcool em gel e recentemente a obrigatoriedade do passaporte de vacina para adentrar em eventos e alguns países, são assuntos bem discutidos com a retomada do turismo pós-pandemia. Afinal, será que o setor voltará ao normal? Continue a leitura desse artigo e fique por dentro do assunto!

Projeções para a retomada do turismo pós-pandemia

Uma nota divulgada pela Organização Mundial de Turismo (OMT) em dezembro de 2020, mostrou que entre os meses de janeiro e outubro houve uma perda de mais de 900 milhões de turistas internacionais, o que impactou em uma perda de US$935 bilhões em receita.

Com uma queda de aproximadamente 80% em 2020, o ano de 2021 não vem agradando o setor de turismo. Mesmo sob os efeitos da pandemia, uma projeção realizada pela CVC, informou que houve um aumento na procura por viagens no segundo semestre de 2021 e início de 2022. Com isso, houve uma queda nos prejuízos, que foram de R$1,4 bilhão para R$257 milhões. A expectativa é que com a vacinação em dia, a procura para os próximos meses seja ainda maior.

Como serão as viagens na retomada do turismo?

Viajar é a meta de muitos brasileiros para os próximos meses. Cerca de 47% das pessoas vão colocar o pé na estrada mesmo com as medidas de isolamento em vigor. O estudo realizado pela Hibou, afirmou ainda que esses objetivos tem prazo para acontecer nos próximos 12 meses.

Com a pandemia, as viagens pretendem ser mais intimistas e dentro do próprio país, portanto, as pessoas pretendem conhecer outros estados ao invés de outros países. Uma resposta para essa mudança fica por conta da economia que foi drasticamente atingida. Por serem mais curtas, as viagens internas ou domésticas como são conhecidas, podem pesar menos no bolso.

(Imagem ilustrativa/Freepik)
(Imagem ilustrativa/Freepik)

Expectativa do consumidor para a retomada do turismo

Consumidores tiveram muitas perdas com as restrições para viagens e a obrigatoriedade de fechar os comércios. O setor registrou uma perda de aproximadamente R$42 bilhões em faturamento. Com o afrouxamento das restrições, a expectativa é que o comércio recupere o tempo perdido. As pessoas estão passando a viajar mais com o funcionamento normal dos aeroportos e consequentemente saindo mais de casa.

Cuidados das hospedagens e no avião

Muita gente ainda tem dúvida sobre a segurança dos aviões e hotéis durante a pandemia. Será que é seguro sair de casa? Vamos lá!

É recomendado que o check-in seja realizado de maneira online, evitando filas e aglomerações. O uso de máscaras e o distanciamento de no mínimo 1,5 metros continuam sendo obrigatórios. Por outro lado, os hotéis também estão redobrando cuidados.

Alguns extinguiram a arrumação diária dos quartos, evitando a circulação de muitas pessoas no mesmo ambiente, a preferência para refeições está sendo em ambiente aberto e com distanciamento.

Lembre-se, não deixe de levar máscara e álcool em gel. O uso de máscara deve ser constante por passageiros, hóspedes, tripulação e funcionários.

Qual o futuro das viagens?

Trajetos mais curtos estão se tornando uma prática comum entre os viajantes. No cenário atual, a preferência tem sido acima de tudo pela saúde, opções sustentáveis e destinos que tenham opções para combinar lazer e trabalho, devido ao home office.

Além disso, a preferência tem sido por viagens de carro, evitando assim aglomeração em transportes coletivos e a contaminação da covid-19. Podemos sem dúvidas esperar um cenário bem diferente após a retomada completa do turismo.

3 tendências de viagens na retomada do turismo

Com as restrições e o medo de contrair a doença, as pessoas estão aderindo novas tendências de viajar, buscando sempre a segurança e proteção contra o vírus.

Veja a seguir 3 dessas principais tendências. 

#1 Turismo Doméstico

A modalidade é ideal para quem quer viajar mais sem sair do país. O turismo doméstico, como viagens para o thermas dos laranjais, vem ganhando força no Brasil por priorizar destinos nacionais, deixando os internacionais para um outro momento.

#2 Turismo com destinos na natureza

Esse tipo de turismo é para quem quer fugir de aglomerações. A natureza conta com atrações isoladas, muito verde e principalmente é sempre ao ar livre. Além de proporcionar belas paisagens, promove um contato único com a fauna e a flora.

#3 Turismo Voluntário

Nada mais é do que uma viagem que pode ser nacional ou internacional, onde o viajante conhece lugares através de agências responsáveis por projetos sociais. Uma coisa é certa, o turismo está retomando e as pessoas querem viajar. 

Não se esqueça de manter os protocolos sanitários que auxiliam no combate ao coronavírus. 

E você, já escolheu seu próximo destino?

(Imagem ilustrativa/Freepik)

Como o exercício físico ajuda a manter a memória aguçada

(Imagem ilustrativa/Divulgação)

Onde usar painel e placa de led?