em

6 Growth Hackings para impulsionar seu e-commerce

Para te ajudar a impulsionar o seu e-commerce, preparamos esse artigo com dicas infalíveis; confira

(Imagem ilustrativa/Freepik)

Você já ouviu falar em growth hacking? Esse método pode ser benéfico para o seu e-commerce. A princípio o foco eram as startups, mas, com os avanços, houve a expansão para diversos setores que buscavam por oportunidades e técnicas de marketing inovadoras.

Contudo, as técnicas devem ser adotadas em qualquer negócio que tenha como objetivo aumentar o número de clientes. Para te ajudar a impulsionar o seu e-commerce, preparamos esse artigo com dicas infalíveis.

Vamos lá? 

O que é o Growth Hacking?

O growth hacking é uma forma de implantar estratégias em busca de fazer com que o negócio cresça significativamente, de acordo com os pontos negativos. Em suma, é um termo que foi executado para encontrar oportunidades visando resultados rápidos e certeiros para a empresa.

Pode ainda, ser definido como marketing orientado a experimentos, segundo Sean Ellis, o criador do growth hacking.

A técnica é baseada em experimentos onde equipes criam hipóteses e verificam sua veracidade através de testes, para que sejam detectadas brechas ou oportunidades que irão fazer o empreendimento crescer ainda mais inteligente.

Como o Growth Hacking ajuda os e-commerces

O growth hacking ajuda os e-commerces na atração de novos clientes, com base em pesquisas de comportamento dos consumidores. Portanto, táticas são testadas para buscar a melhor forma de alcançar as metas. Alguns benefícios podem ser notados com o uso dessa estratégia.

São eles:

  • Aumento de conversões
  • Atrair novos clientes;
  • Gerar mais vendas;
  • Conquistar indicações para a loja online.

Sendo assim, é útil para metodologias que queiram unir habilidades experimentais e analíticas na hora de desenvolver estratégias de marketing.

Como funciona o Growth Hacking

O growth hacking funciona com base em obter tráfego, converter as visitas em leads e converter os leads em clientes. De antemão, é notório a semelhança com as etapas do funil de vendas. Para que toda essa estratégia dê certo, é fundamental ter um plano de marketing. Esse plano, nada mais é do que um guia para nortear as ações com base nas metas e objetivos a serem alcançados.

Serve para que o gestor tenha uma visão estratégica da sua empresa. Quando as etapas são concluídas, os clientes são fidelizados, sendo assim, pode e deve ser usado em todas as fases do seu negócio.

(Imagem ilustrativa/Freepik)
(Imagem ilustrativa/Freepik)

6 Growth Hackings para impulsionar o e-commerce

Como dito, o growth hackings  é um método de impulsionamento para um crescimento rápido da empresa. Visa o desenvolvimento dos colaboradores, com foco em inovações. Além disso, é essencial para o marketing, pois atua como uma conquista de melhores resultados.

Para te auxiliar a impulsionar seu e-commerce, separamos 6 estratégias de growth hacking. Quer saber mais? Acompanhe!

#1 Datas Sazonais

São períodos considerados temporários em uma determinada época ou estação. Os mais conhecidos ficam por conta da tradicional black friday, dia do consumidor, dia do solteiro, black monday e a semana do Brasil. Os donos de e-commerce, devem aproveitar essas datas para lançar promoções e assim, alavancar as vendas.

#2 Velocidade de carregamento do site

Aposte em estratégias que deixem seu site rápido. A velocidade com que as páginas são carregadas interfere cada vez mais na jornada de compra. Quando um site demora mais de 3 segundos para carregar, é comum que os visitantes saiam.

#3 Ações para abandono de carrinho

Se o seu desejo é fazer com que o  e-commerce não tenha carrinhos abandonados, será preciso apostar em estratégias de marketing confiáveis. Problemas no próprio site podem fazer com que o consumidores desistam e saiam. 

#4 Uso das ferramentas do Google

As ferramentas do Google, servem para monitorar o seu e-commerce, criar campanhas de mídia paga, monitorar as tendências de busca, receber alertas de pesquisas e ainda organizar sua agenda. Proporciona um site mais completo e com resultados positivos.

#5 Avaliação e feedback dos consumidores

É a partir dessas avaliações e feedbacks que sua empresa se torna diferente. Quando a opinião dos  consumidores são ouvidas, você consegue criar soluções e explorar suas estratégias de marketing e vendas.

#6 Métricas

É a responsável principal em medir, e avaliar todo o desempenho das ações de marketing do seu e-commerce, sejam elas propagandas, anúncios, eventos, vendas e relacionamento com clientes. Uma dica, é apostar em cursos gratuitos, e estar sempre atualizado com as tendências do mercado.

Ademais, o growth hacking serve para encontrar atalhos para expandir seu e-commerce a atrair novos clientes, buscando sempre o crescimento da empresa. É totalmente planejado e direcionado a divulgação, como uma maneira de construir uma boa imagem para a sua marca.

Por fim, é válido analisar os indicadores da sua empresa e realizar os experimentos.

O que achou do artigo? Que tal começar a usar essas dicas, ver nossas matérias de educação e impulsionar seu e-commerce? Boas vendas!

*Este conteúdo foi publicado por um colaborador Publicar

(Imagem ilustrativa/Freepik)

8 dicas para falar bem em público

(Foto: Sesab)

Bahia registra 672 novos casos de Covid-19 e mais 9 óbitos pela doença