em

Preço do botijão de gás ficou estável em 2019, com variação de 0,13%

(Foto: Reprodução)

O preço do botijão de gás de 13 quilos, o tipo de embalagem mais comum para o segmento residencial, praticamente não apresentou variação em 2019. A oscilação entre o preço praticado em janeiro e em dezembro foi de 0,13%, de acordo com levantamento da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Os dados de acompanhamento da ANP mostram que a distribuição teve perda de margem – sua fatia na composição de preços caiu 15,24%. As revendas aumentaram em 1,08% a sua participação na composição do preço. A margem da Petrobras também variou positivamente, em 5,47%, próximo da inflação do ano.

“Ao contrário de outros combustíveis que registraram alta em 2019, o GLP manteve o mesmo patamar de preços, com o valor médio de R﹩ 69,24. Dado que é um produto de primeira necessidade para as famílias brasileiras e tem um peso importante no orçamento doméstico, essa notícia é muito positiva. Note-se que o comportamento do preço também é um indicativo da alta competitividade presente no mercado de GLP”, analisa o presidente do Sindigás, Sergio Bandeira de Mello.

Composição do preço do botijão

Evolução do preço do GLP

Da Redação, com agência*

*Com Agência de Notícias
Envie seu conteúdo para análise editorial: redacao@folhageral.com.br
Conheça as condições em https://www1.folhageral.com/termos-e-condicoes

(Foto: Divulgação)

Produtores rurais do oeste da Bahia ampliam entidade que acolhe crianças em situação de risco

Ilustração (Foto: Pixabay)

Dia da Internet Segura alerta para cibercrimes contra crianças