em de

Samba de Raiz, Pop alternativo, MPB, Rock e sarau moderno agitam a Lapa

Confira o que vai rolar no novo espaço cultural do bairro mais boêmio do Rio de Janeiro, o Palco Lapa 145

Samba de Raiz, Pop alternativo, MPB, Rock e sarau moderno agitam a Lapa - Palco Lapa 145. Foto: Divulgação
Palco Lapa 145. Foto: Divulgação

Criado pela cantora Rosângela Si, o Palco Lapa 145, espaço cultural recém-inaugurado no bairro mais boêmio do Rio de Janeiro, a Lapa, abre as portas com o intuito de ser uma casa dos artistas e seus movimentos. Com uma programação eclética, o casarão do final do século XIX está totalmente antenado com o nosso tempo, abraçando a diversidade e as manifestações artísticas em estado puro com festivais, shows, exposições, saraus, gastronomia, rodas de samba, rap e hip-hop e oficinas de dança e iniciação musical. “Somos a casa da diversidade e da cultura, sempre aberta a todos que queiram mostrar o seu talento e, é claro, para quem está ávido a curtir e descobrir a cena carioca das artes muito além do mainstream”, ressalta a fundadora.  

De sarau moderno a shows, confira a programação da casa:

Quinta-feira, dia 17 de outubro, às 21h – Luís Claudio Arcos

O cantor e compositor Luís Claudio Arcos retorna à Lapa em novo show, em formato de voz e violão, com repertório reunindo suas influências musicais, de Tom Jobim a Metallica. Arcos está em fase de produção do seu primeiro EP autoral, “OPUS 1”, com lançamento previsto para janeiro de 2020. A apresentação começa às 21h e a entrada é franca.

Sexta-feira, dia 18 de outubro, às 20h – Show de Joice Taciana & o pianista Dilson Nascimento

Cantora e compositora, Joice Taciana integra a jovem geração da MPB e, em pouco tempo de carreira, já conquistou admiradores ilustres, como Chico Buarque, Carlos Dafé, Jorge Aragão, maestro João Carlos Martins, Teresa Cristina, Monarco, Arlindo Cruz e Moacyr Luz, com o seu estilo único de interpretação, tanto do seu trabalho autoral quanto de clássicos da nossa música. Com o pianista Dilson Nascimento, Joice desfilará o seu talento pelo samba, bossa nova, MPB e Jazz. O evento começa às 20h e a entrada custa R$ 15,00.

Sábado, dia 19 de outubro, às 21h – Naviloca

NAVILOCA é uma banda experimental que incorpora em seus arranjos acústicos estilos como o trap, o boombap e o pop rock, além de uma temática emocional, sensual, bem-humorada e descontraída. Buscando conexões contemporâneas nas suas composições autorais, une letras em português e inglês, e foge da norma unindo o beat-box ao cajón, instrumento de percussão com origem no Peru colonial. O show da banda, formada a partir do coletivo de artistas Sercópia, passa a integrar a programação do Palco Lapa 145 sempre no terceiro sábado de cada mês. O evento começa às 21h e a entrada custa R$ 10,00.

Terça-feira, dia 22 de outubro, às 18h30 – Microfone aberto

Microfone Aberto é um sarau moderno que acontece todas as terças, a partir das 18h30, onde os artistas podem recitar suas poesias, cantar, apresentar monólogos, ler seus contos, manifestos, em resumo, mostrar a sua arte, sem amarras nem mordaças. A entrada franca.O Palco Lapa fica na Rua da Lapa, 145.



Patrocinador
Loading...

Da Folha Geral, com assessoria

Este conteúdo é de inteira responsabilidade da assessoria de imprensa

Vista aérea da Unifasb. Foto: Divulgação

Cursos da UNIFASB se destacam na avaliação do Guia Estadão

6º Jornada de Agroecologia da Bahia. Foto: Geraldo Carvalho

Estudantes apresentam projetos científicos na 6ª Jornada de Agroecologia da Bahia em Utinga