em

Fundesis publica edital com investimento recorde na Bahia

O Fundo pretende investir R$ 2,5 milhões e financiar mais de 50 projetos sociais

Foto: Divulgação
Fundesis publica edital com investimento recorde na Bahia. Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Dois mil e vinte vai começar com uma boa notícia para as entidades sociais baianas: o Fundo para o Desenvolvimento Integrado e Sustentável da Bahia (Fundesis) destinará R$ 2,5 milhões para financiar projetos mantidos por entidades sem fins lucrativos da região oeste do Estado. O anúncio foi feito oficialmente nesta segunda-feira (9), durante cerimônia de lançamento do edital, no qual constam todas as regras para as instituições concorrerem ao recurso.

Podem se inscrever entidades sociais juridicamente estabelecidas há pelo menos três anos e que estejam em dia com a sua documentação, comprovando capacidade técnica e financeira de executar o projeto inscrito. Cada entidade deve submeter apenas um projeto, concorrendo até R$ 80 mil, sendo obrigatória uma contrapartida de pelo menos 20% do valor recebido.

As propostas devem ser submetidas ao Conselho deliberativo do Fundesis no período compreendido entre 10 de dezembro de 2019 e 10 de fevereiro de 2020. Após essa fase, as propostas serão analisadas e os projetos selecionados, levando em consideração os critérios técnicos e a relevância social, ambiental e econômica para a comunidade beneficiada. Poderão disputar projetos de construção, reforma, aquisição de móveis e equipamentos, entre outros que tenham o intuito de melhorar a qualidade do serviço oferecido pela entidade ao seu público alvo. Instituições que já participaram de editais anteriores podem concorrer novamente.

Fundesis publica edital com investimento recorde na Bahia. Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Criado em 2006, para desenvolver ações de responsabilidade social no oeste da Bahia, o Fundo, mantido por produtores rurais da região, já investiu cerca de R$ 4,7 milhões em ações que contemplem as áreas de saúde, educação, cultura, esporte, inclusão social e digital, agricultura sustentável, preservação ambiental, empreendedorismo e geração de renda. O atual edital representa, sozinho, aproximadamente 53% de todo valor destinado em 13 anos.  

“Quando lançamos o primeiro edital, em 2007, o valor destinado foi de R$ 287 mil. Parece pouco, mas vimos que podíamos fazer muito com aquele recurso. E os resultados alcançados foram nos animando a doar mais e a captar novos doadores. A cada ano esse valor tem aumentado, chegando à marca de hoje: R$ 2,5 milhões. Esse crescimento gradativo e contínuo se deve ao esforço dos produtores que fazem a sua contribuição espontânea, exercendo o seu lado social, em busca de uma sociedade mais justa e equilibrada”, pontuou Celestino Zanella, presidente do Fundo.

O recurso provém da contribuição dos produtores rurais durante a contratação de custeio de safra junto ao Banco do Nordeste. No ato de operação, o agricultor opta por destinar uma quantia ao Fundo, enquanto que a entidade financeira abre mão das taxas bancárias, dando também a sua colaboração ao Fundesis.

“O banco é o agente catalisador desse processo. O aumento significativo da receita do Fundo se deve à generosidade do produtor rural que entende a importância de ajudar o próximo, bem como ao incessante trabalho de convencimento feito pelos nossos gerentes ao apresentar o Fundesis a mais agricultores”, comentou o gerente geral do BNB em Barreiras, Francisco Carlos.

Para as entidades que tiverem dúvidas na elaboração do projeto, a coordenadora do Fundesis, Makena Thomé, ministrará, no dia 21 de janeiro, capacitação técnica, com vistas a orientar os gestores das instituições que concorrerão ao recurso. Todas as informações constam no edital a seguir: http://aiba.org.br/edital-fundesis/



Patrocinador
Loading...
Foto: Carol Garcia/GOVBA

Produção industrial baiana cresceu 0,9% em outubro

Aula de bike no Fitness da Costa Cruzeiros. Foto: Cléber Miranda

26ª edição do Cruzeiro Fitness, da Costa Cruzeiros, reúne mais de 50 atividades