em

5 maneiras de manter seus funcionários motivados durante a pandemia

Com as medidas de distanciamento social, os dias em que o comércio e os demais estabelecimentos foram fechados e a constante preocupação com a saúde, as empresas tiveram que adaptar as suas rotinas

(Imagem ilustrativa/Freepik)

Muitas coisas mudaram desde o início da pandemia do novo coronavírus. Com as medidas de distanciamento social, os dias em que o comércio e os demais estabelecimentos foram fechados e a constante preocupação com a saúde, as empresas tiveram que adaptar as suas rotinas.

O home office, que em outro momento era motivo de polêmica, foi adotado por diversas companhias. Os resultados, para muitas, foram tão satisfatórios que o tal “trabalho em casa” será uma opção real para os próximos anos – mesmo!

Segundo especialistas do RH, trabalhar remotamente por um número de dias na semana será, quando tudo for normalizado, um benefício flexível. Embora bastante simples, trata-se de uma medida que promove, além do aumento da qualidade de vida do trabalhador, economia para a própria empresa.

Essa é apenas uma das promessas e possibilidades que têm feito com que os trabalhadores se mantenham ativos e satisfeitos mesmo durante o período de instabilidade e confusão pelo qual passamos.

Existem outros benefícios, porém, que podem turbinar a motivação dos colaboradores e auxiliá-los a manter o foco e a tranquilidade mesmo em uma época de provação. A seguir, confira 5 dicas para ajudar a sua equipe a vestir a camisa à distância ou até mesmo presencialmente (com todos os cuidados, claro!).

(Imagem ilustrativa/Freepik)
(Imagem ilustrativa/Freepik)

5 maneiras de motivar os funcionários durante a pandemia

A primeira dica, pegando o gancho de tudo que já comentamos no tópico anterior, é a seguinte: se for possível manter os seus colaboradores em casa, faça isso pelo máximo de tempo. Além de diminuir a possibilidade de infecção pelo novo coronavírus, isso denota grande preocupação com a saúde deles.

Vale lembrar que muitos países europeus estão voltando para o lockdown, ou seja, para o processo onde é proibido sair de casa a menos que haja uma justificativa concreta. Nunca tivemos isso no Brasil, é verdade, mas a segunda onda da covid-19 também parece se aproximar de nós.

Para garantir, estimule seus colaboradores a permanecerem em casa. Dessa forma, você terá uma equipe pronta, tranquila, descansada e que não precisará se expor a agentes prejudiciais durante o caminho de ida ou de volta da empresa.

Outras formas de motivar o colaborador durante a época da pandemia (e não só!) incluem:

Investir em um bom plano de saúde

O atual momento fez com que muitos de nós percebessem a importância de ter um plano de saúde adequado. Para conquistar a confiança de seus colaboradores e, por consequência, diminuir o turnover e a perda de talentos, aposte em um plano de saúde empresarial diferenciado.

Se for possível, tente adicionar um plano odontológico ao plano de saúde vigente. Dessa forma, o seu colaborador estará assistido em diversas frentes.

Apostar nos estudos e especializações

Muitas empresas oferecem uma bolsa de estudos com valor específico, mensal, para os colaboradores que desejam se aprofundar em sua área de conhecimento ou adquirir novas habilidades que podem, no dia a dia, torná-los mais aptos a desempenhar as suas funções.

As bolsas de estudo, em muitos casos, servem para custear cursos de pós-graduação, MBAs, cursos online e até intercâmbios curtos para outros países. Às vezes, elas têm o complemento do vale-cultura, um voucher financeiro que pode ser trocado em livrarias, teatros e cinemas.

Fazer parcerias com instituições diversas

Empresas de grande porte têm mais facilidade para fazer parcerias com academias de ginástica, escolas de formação de líderes e coaches, espaços terapêuticos, massoterapeutas, entre outras coisas.

É um benefício e tanto oferecer ao profissional a possibilidade de, em dias específicos, desfrutar de uma sessão de massagem, aconselhamento financeiro, workshops de liderança e inteligência emocional, aulas de alongamento ou yoga, etc.

Isso não é tudo: o mais indicado é que, além disso, o funcionário possa ter descontos para fazer aulas regulares ou sessões de tratamento nas escolas e espaços já citados.

Investir em previdência privada

Por fim, a previdência privada! Trata-se de um benefício cada vez mais desejado pelos profissionais, uma vez que a Reforma da Previdência fez com que a aposentadoria se tornasse uma realidade mais distante e dificultosa.

Com o auxílio de um plano de previdência privada, pago em parceria com a fonte pagadora, o profissional pode se dedicar ao seu trabalho cotidiano sem se preocupar com o dinheiro a ser gasto no momento em que o descanso será a regra (merecida regra, diga-se de passagem!).

*Conteúdo colaborativo para o Folha Geral

Da Redação, com agência*

*Com Agência de Notícias
Envie seu conteúdo para análise editorial: redacao@folhageral.com.br
Conheça as condições em https://www1.folhageral.com/termos-e-condicoes

(Imagem: Folha Geral/Divulgação)

Bahia registra 3.123 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

(Foto: Reprodução)

Você sabe o quanto precisa poupar para ter uma boa aposentadoria?