em

Diastema: entenda as causas e saiba como é possível corrigir

Apesar de não ser um problema de saúde bucal, o pequeno vão entre os dentes pode ser reparado com tratamentos de estética dental

Diastema: entenda as causas e saiba como é possível corrigir. Foto: Divulgação
Ilustração. Foto: Divulgação

Para alguns, trata-se de um charme, uma característica comum que muitas vezes foi herdada dos traços familiares. Mas, para outros, o diastema, nome do vão entre os dentes, pode representar um problema na autoestima. Isso porque a ocorrência mais comum desse espaçamento é justamente entre os dentes incisivos centrais do arco superior, exatamente no centro do sorriso.

Em crianças, o surgimento do diastema é muito comum durante a dentição de leite, já que os ossos faciais estão crescendo rapidamente. Normalmente, esses espaços se fecham sozinhos durante troca dos dentes de leite para os dentes permanentes, que são maiores e acabam preenchendo os vãos da arcada dentária.

Outras causas do diastema podem estar relacionadas a dentes com tamanhos diferentes ou ausência de algum deles, problemas de alinhamento da mordida e oclusão, freio labial anormal, pressão exagerada da língua sobre os dentes, uso prolongado de chupetas e mamadeiras e também à respiração bucal. 

Quando isso acontece, o espaço entre os dentes tanto pode ser visto com naturalidade quanto causar desconforto em adultos, que tendem a buscar um sorriso simétrico e alinhado.

O diastema pode causar algum problema?

De modo geral, os espaços entre os dentes não causam problemas sérios. Mas, dependendo to tamanho da abertura e sua localização, os diastemas podem causar problemas fonéticos, prejudicando a produção de algumas consoantes, criando sons indesejáveis ou dificultando a entonação de alguns sons.

No âmbito da saúde bucal, os espaços podem facilitar o acúmulo de resíduos alimentares, por isso precisam ser higienizados com maior atenção, sempre cuidando da escovação adequada e do uso do fio dental diariamente.

Opções de tratamentos de estética dental para corrigir diastemas

Para quem deseja um sorriso sem espaço entre os dentes pode recorrer a alguns tratamentos variados oferecidos por profissionais de estética dental

O procedimento adequado só pode ser indicado por um dentista após a avaliação do grau do diastema e do histórico de saúde bucal do paciente. Entre as principais opções para o fechamento dos espaços entre os dentes estão:

Aparelho ortodôntico

Apesar de ser um tratamento mais longo, que requer manutenção mensal do aparelho, a técnica é eficaz não somente para fechar diastemas de todos os tamanhos,  mas também para corrigir outros possíveis desalinhamentos da arcada dentária e da mordida, melhorando inclusive a mastigação e a saúde bucal.

Restauração 

Indicado para diastemas pequenos, a restauração com porcelana ou resinas especiais que imitam o padrão de cor dos dentes pode fechar fechar o espaçamento entre eles quase que instantaneamente, em comparação ao uso do aparelho.

Lentes de contato dentais

São próteses muito finas, películas resistentes que cobrem a face do dente e podem trazer excelentes resultados para o fechamento de diastemas pequenos. As lentes também ajudam a corrigir o formato do dente, coloração e outras assimetrias.

Cirurgia

Geralmente indicada para pacientes infantis com grandes diastemas, a frenectomia é realizada por um periodontista para reposicionar o freio labial. Em adultos a cirurgia pode ser indicada em conjunto com outros tratamentos, como o aparelho ortodôntico. 



Patrocinador
Loading...
Foto: Sinclair Maia/ Divulgação/Anatel

“Não me perturbe” alcança quase 1,5 milhão de pedidos de bloqueio em uma semana

Ilustração. Foto: Pixabay

Técnicas de massagem podem auxiliar no tratamento de doenças