em

Entidades do agronegócio oferecem curso de Monitores de Praga

Formação vai capacitar profissionais para identificar e combater as principais pragas que infestam as lavouras baianas, habilitando-os para o mercado de trabalho local

Ilustração. Foto: Reprodução

Interessados em trabalhar no segmento do agro têm uma excelente oportunidade de capacitação para se inserir neste mercado. A Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) e Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) estão oferecendo o curso de monitores de praga. A ideia é proporcionar aos candidatos habilidades profissionais que os permitam identificar e combater as pragas e doenças das lavouras.

Focado na ferrugem da soja, no bicudo-do-algodoeiro e na cigarrinha do milho, o curso terá durante dois dias (30 e 31 de outubro). As aulas ocorrerão na sede da Fundação Bahia, em Luís Eduardo Magalhães, e serão ministradas pelos professores-doutores Paulo Degrand e José Waquil, ambos especialistas nos temas.

Como módulo opcional, será oferecido também o Curso de Classificação de Grãos, para os alunos que se dispuserem a um terceiro dia de formação (1 de novembro). A aula será ministrada pelo classificador oficial homologado pelo Ministério da Agricultura, Samuel Leite, que integra o quadro técnico da Aiba. O objetivo é expandir o nível de conhecimento e a área de atuação dentro das fazendas.

As inscrições são gratuitas, mas os interessados devem se apressar, pois as vagas são limitadas. Para se inscrever, basta acessar o site da Aiba (www.aiba.org.br) e preencher a ficha. A inscrição só será validada após o envio da ficha por e-mail ou entregue pessoalmente na sede da Aiba e Abapa, em Barreiras; ou da Fundação Bahia, Abapa e SPRLEM, em Luís Eduardo Magalhães.

De acordo com o coordenador do Programa Fitossanitário da Aiba, Armando Sá, qualquer pessoa pode se candidatar à vaga. “O curso é direcionado aos alunos e ex-alunos de cursos técnicos agrícolas, a exemplo dos jovens aprendizes da Fazenda Modelo, mas não há restrições: homens e mulheres que já atuam ou não nas fazendas, e que queiram agregar conhecimento são bem-vindos”, observou.

Este é o segundo ano consecutivo que o Grupo Gestor do Programa Fitossanitário da Soja, Milho e Algodão, ligado à Aiba e Abapa, oferece a formação. A primeira edição do curso, ministrado no ano passado, foi sucesso de público.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação


Patrocinador
Loading...
Projeto Glass Recycling. Foto: Divulgação

Projeto Glass Recycling amplia a logística reversa e reciclagem de embalagens de vidro em João Pessoa – PB

Picada do mosquito Aedes aegypti. Foto: Raquel Portugal/Fiocruz Imagens

Inseticida natural desenvolvido na Bahia promete eficácia contra o aedes aegypti