Crowdfunding no setor imobiliário: um investimento rentável
Siga nossas redes

Busque no site

Publicidade

Economia

Crowdfunding no setor imobiliário: saiba como escolher investimento rentável

Modalidade possui transparência e pode render bons lucros ao investidor

Leitura: 2 minutos

Os brasileiros têm buscado ser cada vez mais ativos no mercado de investimentos. São diversas opções presentes que conseguem se enquadrar no perfil de cada um, sejam aqueles que gostam de se arriscar mais, as pessoas que são mais conservadoras e uma mescla dos dois tipos.

Apesar disso, aplicar quantias no setor imobiliário sempre foi uma das melhores escolhas. Afinal, este é um dos modelos mais tradicionais e rentáveis que existem. E ainda melhora com o conceito crowdfunding no segmento. Para conhecer mais sobre isso, acompanhe as dicas abaixo!

O que é o crowdfunding no setor imobiliário?

Traduzindo para o português, o conceito significa financiamento coletivo. Na prática, ele consiste no agrupamento de pessoas que contribuem com determinadas quantias para que o projeto seja elaborado.

Normalmente, isso é direcionado para trabalhos artísticos, como teatro, gravações musicais, etc. Mas a modalidade também é muito usada por empresas imobiliárias que direcionam recursos para a execução dos empreendimentos. A partir de R$ 1 mil, já é possível ser incluso em alguma obra.

Como escolher o melhor financiamento?

O primeiro passo tem a ver com a segurança do investimento. Investigue e escolha plataformas que estejam seguindo as normas da Comissão de Valores Mobiliários. O CVM é ligado ao Ministério da Economia e responsável por fiscalizar tudo que acontece no setor.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Quer anunciar? Clique aqui

Busque quais foram, recentemente, casos que tiveram maior sucesso. Existem relatos de pessoas que conseguiram obter resultados extremamente positivos com projetos que construíram casas geminadas em uma determinada cidade. Este é só um exemplo que pode ser usado como base para outras situações.

Paralelo a isso, o ideal é acompanhar as tendências imobiliárias, para não ficar parado no tempo. Hoje em dia, a grande popularidade está em apartamentos menores e mobiliados que ficam localizados nas capitais. Compactos, próximos ao centro, que facilitam a vida de quem mora sozinho em uma grande cidade.

Não se esqueça de traçar metas factíveis, ou seja, aquelas que serão possivelmente alcançadas. Então, além de entender quais são os riscos presentes no investimento, defina um valor que será aplicado inicialmente para fazer uma projeção sobre qual o retorno esperado. Para isso, faça um cálculo que envolve lucratividade e rentabilidade.

Existem alguns pontos positivos que envolvem usar o crowdfunding. Entre os principais, envolve a transparência em todo o processo, um retorno financeiro que pode ser muito bom e uma praticidade maior de investir no mercado. Mas isso só é possível quando se tem uma empresa de confiança ao seu lado. Por isso, é preciso buscar uma imobiliária em Niterói, por exemplo, para fazer um ótimo negócio pessoal.

Colaboradora do Folha Geral - cada publicação é de responsabilidade da autora

Veja também

Notícia

O Instituto Brasileiro de Educação Profissional (IBREP) chega ao município para capacitar corretores de imóveis e atender a crescente demanda do mercado imobiliário

Economia

Mega Moda, localizado na região da 44, destaca aumento no número de caravanas de compras. Novo Mundo.com aponta crescimento na procura de liquidificadores, ventiladores,...

Notícia

O evento contou com a exposição de mais de mil marcas de 434 empresas distribuídas em uma área total de 246 mil metros quadrados

Economia

Saiba quais são os critérios avaliados para concessão de crédito e o que pode aumentar o valor disponibilizado

Publicidade

Publicidade