Os canais de distribuição são um dos principais fatores para o sucesso de uma empresa. Eles determinam a velocidade e a eficiência com que os produtos chegam ao consumidor final. 

Além disso, os canais de distribuição também afetam o custo operacionais e dos produtos e, consequentemente, os preços que os consumidores pagam.

Neste artigo, vamos explicar o que são canais de distribuição, quais são suas características e os tipos mais comuns. 

Também falaremos sobre a importância dos canais de distribuição físicos e digitais.

Boa leitura!

(Imagem ilustrativa/Freepik)
(Imagem ilustrativa/Freepik)

O que são canais de distribuição?

Canais de distribuição são os diferentes meios que uma empresa usa para entregar seus produtos aos seus clientes. Eles podem incluir atacadistas, varejistas ou distribuidores independentes que compram produtos para revendê-los. 

As empresas também podem usar sua própria rede de lojas ou varejo, ou podem entregar diretamente aos clientes através de operações de e-commerce. Os canais de distribuição envolvem muito mais do que apenas o transporte físico de produtos. 

Eles também incluem atividades como marketing, logística, financiamento, armazenagem e suporte ao cliente. Os canais de distribuição podem ter um impacto significativo no preço final de um produto, pois cada intermediário adiciona seus próprios custos e margens. 

Por isso, empresas devem utilizar sistemas de roteirização para garantir que estejam sempre usando o canal mais eficiente e a rota mais adequada para cada entrega.

Qual a importância dos canais de distribuição?

Canais de distribuição são importantes porque permitem que as empresas alcancem seus clientes de forma eficiente. Esses canais também podem ajudar a reduzir custos e aumentar as vendas.

Com isso, produtores, varejistas e atacadistas tem a oportunidade de oferecer os seus produtos no momento, quantidade e lugar certo aos seus clientes. Ou seja, os canais de distribuição são fundamentais para a relação comercial entre fornecedores e clientes.

Portanto, é importante entender como os canais de distribuição funcionam e quais são os diferentes tipos que existem. 

Vamos lá?

3 tipos de canais de distribuição

Agora que você já sabe o que são canais de distribuição e qual a sua importância, é hora de conhecer os principais tipos. 

São eles:

#1 Canal Direto

O canal direto é uma forma de distribuição em que o produto é enviado diretamente do fabricante para o consumidor final, sem a intermediação de outros agentes. 

Esse tipo de canal é mais utilizado quando o objetivo é manter um controle maior sobre a imagem da marca, além de oferecer um atendimento mais personalizado ao cliente.

Exemplos: Lojas próprias, site da empresa, televendas e venda por catálogo.

Porém, o canal direto envolve muito mais responsabilidades e custos para a empresa. Visto que precisa se preocupar com toda a estrutura de operação que vai desde armazéns até a forma que é feito as entregas. 

Por isso é necessária uma maior atenção em todos esses pontos para garantir a eficiência do processo.

Para o armazenamento é necessário um espaço físico para guardar os produtos, além de uma boa logística de estoque que mantenha o controle das entradas e saídas. 

O transporte e entrega também é um ponto importante. Sendo recomendado o uso de planejadores de rotas para garantir que o produto chegue no cliente final em perfeitas condições e dentro do prazo estipulado.

#2 Canal Indireto

Aqui temos o oposto do canal direto. 

No canal de distribuição indireto, temos uma empresa terceirizada fornecendo o serviço de entrega e armazenagem dos produtos, além de cuidar da logística do estoque.

Exemplos: Lojas especializadas, supermercados, hipermercados e marketplaces.

A principal vantagem desse tipo de canal é a economia de custos que a empresa tem, pois não precisa se preocupar com toda a estrutura necessária para manter um canal direto funcionando. 

Além disso, esse tipo de canal costuma ser mais rápido na hora da entrega, já que os produtos estão armazenados em diversos pontos do país. E também podem ser enviados para o cliente final de forma mais rápida.

Porém, ao utilizar um canal indireto, a empresa precisa ter muito cuidado para escolher um parceiro de confiança, para que ofereça um bom serviço e que mantenha a imagem da marca intacta. 

Além disso, é importante ficar atento às condições do contrato para não ter problemas no futuro.

#3 Canal Híbrido

Nesse canal temos a junção dos dois anteriores, ou seja, a empresa utiliza um pouco dos serviços de cada um para montar a sua própria estrutura de distribuição.

Aqui as empresas mantêm o seu controle da comunicação e relacionamento com os clientes, mas não entregam diretamente os produtos, utilizando assim parceiros autorizados para realizar a distribuição dos seus produtos.

A Asus é uma empresa que utiliza o canal de distribuição híbrido, mantendo lojas próprias em alguns países e utilizando parceiros para a venda em outros.

O canal híbrido é uma boa opção para as empresas que querem ter um controle maior da marca, mas não querem se preocupar com a sua distribuição.

Canais de distribuição e marketing digital

Dentro do marketing digital também há canais de distribuição. E sem um bom plano de marketing, você pode ter dificuldades para alcançar seu público-alvo.

Isso inclui a escolha dos canais certos para promover sua marca.

Felizmente, existem muitos canais diferentes para você escolher, e cada um oferece vantagens únicas. 

Aqui estão alguns dos principais canais de marketing digital que você pode considerar:

  • Redes sociais: As redes sociais são um canal de marketing digital indispensável. 

Elas permitem que você se conecte diretamente com o seu público-alvo e crie uma comunidade em torno da sua marca. 

Além disso, as redes sociais também são uma ótima maneira de mostrar o seu lado humano e construir relacionamentos duradouros com os seus clientes.

  • SEO: O SEO (Search Engine Optimization) é a arte e a ciência de ranquear sua página na primeira página dos resultados dos mecanismos de busca.

Como o Google. 

Isso significa que as pessoas que estão procurando pelos produtos ou serviços que você oferece vão encontrar facilmente a sua página na internet.

  • Blog: Um blog pode ser uma ótima maneira de atrair tráfego para o seu site e aumentar o reconhecimento da sua marca. 

Além disso, os blogs também são úteis para mostrar ao seu público que você é um especialista no seu campo.

  • Aplicativos: Os aplicativos são uma ótima maneira de manter o seu público-alvo engajado e fidelizado. 

Eles também podem oferecer funcionalidades extras, como mensagens push ou geolocalização, que podem tornar a sua marca ainda mais atraente para o seu público.

  • E-mail marketing: O e-mail marketing é uma ótima maneira de manter o contato com os seus clientes e potenciais clientes. 

Você pode usar o e-mail marketing para enviar ofertas exclusivas, novidades sobre a sua marca e até mesmo conteúdos educacionais.

Gostou deste artigo? 

Continue acompanhando o nosso blog para mais conteúdos sobre esse assunto!

Paula Moraes

Colaboradora do Folha Geral - cada publicação é de responsabilidade da autora