O custo de vida em Portugal para brasileiros recém chegados no país ou que estão pensando em mudar para lá, precisa ser bem avaliado.

Por isso, se a sua ideia é ter facilidade em morar na Europa e não sabe um segundo idioma, por exemplo, Portugal certamente é uma excelente escolha.

Porém, é necessário pesquisar quais cidades têm o menor custo de vida em Portugal antes de fazer as malas e pegar o seu avião.

Isso porque, o país não anda em sua melhor fase econômica e por mais que o salário seja em Euro, os imóveis para locação tem valor elevado.

Logo, se você procura um lugar tranquilo para morar com a família ou começar a vida num país estrangeiro, não deixe de saber mais sobre o custo de vida em Portugal.

E para cuidar melhor do seu futuro, que tal investir em uma corretora independente e ver o seu patrimônio multiplicar?

Afinal, qual o custo de vida em Portugal em 2022?

Vamos aos números práticos para elucidar da melhor forma a comparação do custo de vida em Portugal em 2022!

Sendo assim, se você é um carioca pensando em morar em Portugal, você precisaria de cerca de 2.187,93€ (11.707,02R$) no Rio de Janeiro para manter o mesmo padrão de vida que você pode ter com 2.900,00 € no Porto.

Este cálculo usa nosso Índice de custo de vida mais alto para comparar o custo de vida em Portugal.

Porém, aqui no Brasil o salário mínimo é R$ 1.212,00 enquanto em Portugal é de € 740,00.

Custo de vida em Portugal em comparação com outros países Europeus

Em toda a Europa existem grandes diferenças no custo de vida entre os países, principalmente entre o custo de vida em Portugal e o de Luxemburgo.

Isso porque, Luxemburgo é o estado mais economicamente forte em toda a Europa, enquanto Portugal e Espanha estão em situação econômica instável.

Entretanto, se você comparar o custo de vida em Portugal com o da Polônia, por exemplo, verá que o seu poder de compra será maior na Polônia.

Isso porque, assim como a Alemanha, a Polônia, a Finlândia, Suécia e Suíça, entre outros, são países que têm alto IDH (índice de desenvolvimento humano).

Sendo assim, a comparação do custo de vida em Portugal com outros países da Europa se baseia na condição econômica de cada país, primeiramente.

Vista aérea da famosa ponte do Porto, Portugal (Foto: Vwalakte/Freepik)
Vista aérea da famosa ponte do Porto, Portugal (Foto: Vwalakte/Freepik)

Quanto custa morar nas principais cidades de Portugal

Como você já sabe, o custo de vida em Portugal é calculado em Euro e essa é uma moeda forte em grande parte do mundo.

Entretanto, como mencionamos acima, Portugal tenta recuperar a sua economia e voltar a ser uma potência econômica.

Mesmo assim, os valores de aluguéis para um casal, por exemplo, está entre 1.200€ e 1.500€ e os gastos com alimentação, energia elétrica, gás, internet, água e farmácia, podem somar mais 900€.

Lisboa

Primeiramente, Lisboa nunca atingiu o alto custo de vida que outras cidades europeias experimentaram.

Porém, desfruta de um clima mais quente e de um estilo de vida mais descontraído.

Embora Portugal possa não ser o melhor lugar para começar um negócio, Lisboa é uma das melhores cidades europeias em termos de valor e tem um custo de vida em Portugal relativamente baixo.

Porto

O Porto é a segunda maior cidade de Portugal e a capital da região Norte.

A sua importância reside no fato de ser um movimentado centro industrial e comercial.

Entretanto, embora a cidade pareça antiga para algumas pessoas, a maioria dos edifícios manteve sua essência e a cidade tem um ar antigo.

Contudo, o custo de vida em Portugal também é menor nessa cidade, com preços de aluguel em torno de 10 a 40% mais baixos.

Braga

No geral, o custo de vida em Portugal é relativamente baixo e Braga é mais barato do que muitas outras cidades do país.

Além de tudo, os preços ao consumidor na cidade são 8,29% mais baixos do que em Lisboa.

Lá os preços de venda e aluguel de imóveis são impressionantes 49,42% mais baixos do que na capital.

Há muitos bares e restaurantes na cidade onde é possível comer por apenas 5 euros por pessoa.

Valores médios dos aluguéis em Portugal em 2022

Os preços dos imóveis subiram 6,8% em relação ao ano passado e o preço médio de aluguel de apartamento com um dormitório era de 900 € em dezembro de 2021.

Porém, este valor médio é referente à Lisboa, mas se você cogitar morar em uma cidade não tão badalada, certamente os valores serão bem menores.

Sobretudo, o valor de um aluguel em Lisboa atualmente passa dos 1000 €. E com certeza o valor de um aluguel impacta bastante no custo de vida em Portugal.

Comprar uma casa em Portugal precisa considerar região e custos

Ao procurar uma casa adequada em Portugal, é melhor ficar atento aos valores e localizações.

Por isso, estude bem os prós e contras de cada lugar e dê preferência a imóveis que fiquem próximos ao seu local de trabalho e assim, também economizar na gasolina.

Ainda assim, você deve definitivamente dar uma olhada crítica e profissional devido à qualidade das construções em Portugal, que são bem antigas.

Contudo, cidades como Bragança, Santarém, Castelo Branco, Viseu e Vila Real, estão entre as que têm menor custo de vida em Portugal.

Outros pontos para entender o custo de vida em Portugal

Antes de mais nada, após falarmos do valor de aluguel no custo de vida em Portugal, leve em consideração também o valor de transporte, alimentação, saúde e demais itens de necessidades básicas.

Portanto, ao cogitar mudar de país e se escolher o destino “Europa”, avalie todos os detalhes do custo de vida em Portugal e compare com a sua realidade atual.

Em seguida, cuide da documentação necessária e também veja as regras de locação, como horário de silêncio, se aceita Pet ou não, etc.

Por último, caso você for sozinho, o custo de vida em Portugal fica ainda mais fácil de pôr no papel e avaliar toda essa mudança.

Conclusão

Você viu como o custo de vida em Portugal pode valer a grande mudança e começar uma vida nova na Europa?

Se morar em um país estrangeiro é a sua meta para o próximo ano, com as orientações deste conteúdo você já pode começar a pôr seus planos em prática!

*Conteúdo colaborativo de Netlinks

Luiz

Colaborador do Folha Geral - cada publicação é de responsabilidade do autor