Com a recente chegada da internet 5G na cidade de Brasília, é quase impossível não falar sobre o assunto. Mais de 80% do município já tem acesso à nova rede móvel e a tecnologia traz ao Brasil uma grande transformação na maneira de consumir internet pelo celular.

O 5G vai oferecer aos usuários brasileiros uma velocidade de download pelo menos 8 vezes mais rápida que a da internet 4G e uma baixa latência, termo que diz respeito ao tempo de resposta do servidor no acesso do pacote de dados.

O aumento do alcance e da estabilidade da conexão durante a navegação em dispositivos móveis também é uma novidade relevante. Assistir vídeos de alta qualidade, jogar online e trabalhar do celular vai ficar ainda mais fácil nos próximos anos.

Confira a seguir mais informações sobre o lançamento da tecnologia 5G no Brasil!

Quais serão as próximas cidades a receber o 5G?

Brasília foi o projeto-piloto da implementação do 5G no Brasil e a segunda etapa prevê a ativação da tecnologia em Porto Alegre, São Paulo, Belo Horizonte e João Pessoa. O prazo estipulado pelo edital da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) para a liberação da frequência em todas as capitais é até 29 de setembro deste ano.

Previsão de chegada do 5G nos municípios restantes

A partir de 1° de janeiro de 2023, as cidades com população igual ou superior a 500 mil habitantes devem receber o sinal 5G. Em municípios com população igual ou superior a 200 mil habitantes, a nova rede só deve ser liberada a partir de 30 de junho de 2023.

Ainda em 2023, é possível que pelo menos 25% das regiões com até 30 mil habitantes experimentem a velocidade da internet 5G no Brasil. As demais localidades do país devem ser contempladas gradualmente com a quinta geração da internet móvel até 2029.

Há diferença entre o 5G DSS oferecido hoje e o 5G “puro”?

Sim, existe uma distinção entre as frequências transmitidas. Isso porque o chamado 5G DSS é uma extensão “melhorada” do 4G, que desde 2020 vem sendo usada pelas operadoras para fins de transição entre as redes. Enquanto isso, o 5G SA é considerado a versão integral  do projeto.

De acordo com a Opensignal, a velocidade máxima de download da versão DSS no Brasil é de 188,4 Mbps, 2,3 vezes mais rápida do que o 4G. Já o 5G SA registrou em Brasília uma velocidade máxima de download de 343,3 Mbps, e deve atingir de 1 a 20 GB/s nos próximos anos.

Quais são as operadoras que oferecem a nova tecnologia?

As operadoras envolvidas no projeto são as nacionais TIM, Claro e Vivo, que garantiram os lotes da frequência de 3,5 GHz no Leilão da Anatel em novembro de 2021. Essa é a principal rede de transmissão do sinal 5G e as três provedoras terão que investir fortemente em infraestrutura para atender adequadamente os usuários.

Índices de satisfação nacional das operadoras 

De acordo com a Pesquisa de Satisfação da Anatel de 2021, a Claro e a Vivo são as operadoras de maior destaque nacional. Nos quesitos satisfação geral com celular pré-pago e satisfação geral com celular pós-pago, as empresas ficaram em primeiro e segundo lugar, respectivamente. A TIM ocupou a terceira posição.

Ainda, a Vivo venceu as categorias de Melhor Velocidade e Melhor Provedor do último Prêmio Melhor Plano, premiação que elege os fornecedores com melhor qualidade de internet. A Claro foi a pioneira na implementação do 5G DSS no Brasil e também está entre os melhores provedores de internet do país na edição de 2022 do Prêmio.

(Imagem ilustrativa/Freepik)
(Imagem ilustrativa/Freepik)

Quais são os diferenciais do 5G?

Além de apresentar maior velocidade e estabilidade de rede, a nova tecnologia promete trazer melhores experiências na internet móvel. O 5G possibilitará o uso cotidiano de ferramentas de realidade virtual, vídeos imersivos em 4K, carros sem motorista e muito mais.

O projeto visa ampliar a usabilidade dos dispositivos em geral ao usar apenas a quantidade e a velocidade necessárias para a tarefa que está sendo realizada. Isso vai promover a economia dos dados e um consumo de energia 90% menor do que o das redes atuais.

Eu já tenho o 5G no meu celular?

Nem todos os smartphones captam o sinal 5G, mas alguns dispositivos já apresentam compatibilidade com a tecnologia. Para saber se o seu celular é um deles, basta checar as especificações do dispositivo e se a sua operadora oferece a rede na sua região.

De todo modo, caso queira adquirir um novo smartphone que já esteja preparado para a tecnologia, tenha em mente que os valores podem estar mais elevados do que o normal. Motorola, Samsung, Xiaomi, Apple e Asus são alguns dos fabricantes que já incorporam o 5G em seus produtos.

O preço do plano de celular vai mudar?

No que diz respeito aos pacotes de internet móvel, ainda não houve uma atualização nos preços de planos para celular. Por enquanto, as operadoras brasileiras realizam as cobranças pelo uso da franquia de dados e não pela tecnologia. Isso pode mudar em breve.

Ainda é muito cedo para falar de mudanças definitivas, mas as expectativas para a implementação da internet 5G são altas. As atualizações sobre o assunto vão continuar chegando e você pode se manter atualizado com a gente!

*Colaboração de Giselia Amanyara

Luiz

Colaborador do Folha Geral - cada publicação é de responsabilidade do autor