em

Cuidados essenciais: hábitos que podem ser prejudiciais à saúde bucal

Conheça os costumes que podem comprometer sua saúde bucal e saiba como evitá-los para garantir um sorriso bonito e prevenir problemas no organismo

(Imagem ilustrativa/Freepik)

Leitura: 4 minutos

Cuidar da saúde bucal é fundamental para o bem-estar geral, pois a boca é a porta de entrada para diversas doenças. Além de garantir um sorriso bonito, manter hábitos saudáveis ajuda a prevenir problemas não apenas nos dentes, mas em todo o organismo. Conheça alguns hábitos que podem prejudicar sua saúde bucal e saiba como evitá-los.

Além da escovação regular e do uso do fio dental, é importante evitar hábitos que possam prejudicar a saúde bucal. O consumo excessivo de alimentos açucarados, por exemplo, pode levar ao desenvolvimento de cáries. 

O tabagismo e o consumo excessivo de álcool não apenas mancham os dentes, mas também aumentam o risco de câncer bucal e de doenças gengivais. Esses são apenas alguns exemplos do que pode afetar a saúde bucal, mas existem outros hábitos prejudiciais a reconsiderar.

Não escovar os dentes corretamente

A escovação é fundamental para remover os resíduos de alimentos e a placa bacteriana, que, se não forem removidos, podem causar cáries e doenças gengivais. Por isso, o ideal é escovar os dentes pelo menos duas vezes ao dia, por dois minutos, utilizando uma escova de cerdas macias e creme dental com flúor.

Consumir alimentos ricos em açúcar

O açúcar é um dos principais vilões da saúde bucal, pois favorece o crescimento das bactérias que causam cáries; nesse sentido, evitar o consumo excessivo de doces, refrigerantes e alimentos industrializados e dar preferência a uma alimentação balanceada é uma boa opção.

Fumar e consumir bebidas alcoólicas em excesso

O tabagismo e o consumo excessivo de álcool são fatores de risco significativos para uma série de problemas de saúde bucal. O tabaco, por exemplo, é um dos principais causadores de doenças periodontais, como a gengivite e a periodontite, que podem levar à perda dos dentes. 

Além disso, o tabagismo enfraquece o sistema imunológico da boca, tornando-a mais suscetível a infecções e retardando a cicatrização de feridas após procedimentos dentários.

Roer unhas e usar os dentes como ferramenta

Roer unhas, abrir embalagens e segurar objetos com os dentes podem causar danos irreversíveis, como lascas e fraturas nos dentes. O ideal é usar as mãos e as ferramentas adequadas para essas atividades.

Não usar o fio dental

O fio dental desempenha um papel fundamental na saúde bucal, complementando a escovação para garantir uma limpeza completa dos dentes. Ele é especialmente eficaz na remoção de resíduos de alimentos e placa bacteriana que podem se acumular em áreas onde a escova não consegue alcançar facilmente, como entre os dentes e abaixo da linha da gengiva.

O não uso dessa ferramenta compromete a limpeza, dado que a escovação por si só não é capaz de remover todos os resíduos de alimentos e a placa bacteriana que se acumulam entre os dentes e ao longo da linha da gengiva. De maneira geral, dar prioridade à saúde bucal é fundamental para garantir não apenas um sorriso bonito, mas também uma vida saudável. 

Evitar hábitos prejudiciais e adotar uma rotina de cuidados, como escovação e uso do fio dental são atitudes simples que fazem toda a diferença. Além disso, se consultar com dentistas capacitados e graduados na faculdade de odontologia de forma regular é fundamental para garantir um acompanhamento mais especializado e eficaz.

Luis W.

Especialista em publicações diversas. Sempre pronto para analisar as pautas, adaptar ou ajustar os conteúdos.

(Imagem ilustrativa/Freepik)

Saiba como diferenciar os sintomas de dengue e de leptospirose

(Imagem ilustrativa/Freepik)

Uso de IAs na telemedicina tende a aumentar no Brasil, aponta estudo