(Imagem ilustrativa/Freepik)
(Imagem ilustrativa/Freepik)

Saber fazer uma boa limpeza de suas roupas íntimas, como calcinha e sutiã, pode ser algo simples, mas é fundamental para garantir sua saúde íntima. A partir do momento que você lava bem sua calcinha você pode evitar doenças bacterianas e infecções mais graves. Por isso, separamos aqui seis dicas importantes que não podem faltar na sua rotina para garantir uma boa saúde.

Não use máquina para lavar roupas íntimas

Uma calcinha usada pode conter micro-organismos transmissíveis. Por isso, é importante não usar a máquina para lavar sua calcinha. A calcinha deve ser lavada separadamente em água corrente e de preferência com sabão neutro ou bactericida.

Os ginecologistas orientam que se deve evitar o sabão em pó e o amaciante. Eles possuem muitas substâncias químicas, que podem causar alergia, e até mesmo uma candidíase de repetição.

Registro de chuveiro não é varal

Lavar calcinha durante o banho é algo bastante comum. As mulheres querem aproveitar o tempo no banho para lavar a calcinha embaixo do chuveiro, mas especialistas não recomendam essa prática. O banheiro é um dos locais da casa que tem mais germes.

O problema maior está na hora de secar a calcinha, já que as mulheres, acabam pendurando no box ou na torneira do chuveiro. E são esses locais, com muita umidade, que favorecem a propagação de fungos e bactérias. Coloque as calcinhas para secar ao sol ou em locais arejados.

Vinagre para higienizar calcinhas

Se você quer fazer uma limpeza profunda de sua calcinha use um balde com água e coloque seis colheres de sopa de vinagre branco e uma medida de sabão em pó. Deixe as calcinhas neste balde por 30 minutos e depois lave normalmente. Inclusive o vinagre branco tira manchas de sangue seco e mata microorganismos.

Seque bem antes de guardar sua calcinha

Depois de higienizar sua calcinha certifique-se que ela esteja bem seca, antes de guardar nas gavetas. Se você guardar uma peça mais úmida isso vai facilitar o desenvolvimento de mofo e provocar a proliferação de bactérias.

Nunca use calcinha que não seja a sua

Se você dormiu na casa de uma amiga e esqueceu de levar uma nova calcinha nem pense em pedir uma calcinha emprestada para sua amiga. Mesmo que ela lave a calcinha direito é uma peça que fica em contato com uma região muito íntima, que pode conter restos de secreções. Nesse caso, o melhor é pedir para sua amiga um absorvente e colocar na sua própria calcinha.

Calcinha com forro de algodão evitam fungos

Por último, uma dica importante das ginecologistas. Use calcinha de algodão ou com forro de algodão para que o corpo respire na região íntima. Evite dormir com calcinha. O calor e a umidade são muito propensos para a criação de fungos. Estas são dicas simples, para higienizar e cuidar das suas roupas íntimas, que podem melhorar a saúde íntima.

Carolina Glogovchan

Colaboradora do Folha Geral - cada publicação é de responsabilidade da autora