em

Saúde e viagem: o que fazer para evitar problemas quando for sair de casa

Alguns cuidados simples podem ajudar você a ir e voltar com segurança e bem-estar

Ilustração (Foto: Divulgação)
Ilustração (Foto: Divulgação)

Os especialistas são unânimes em dizer que viajar pode fazer bem para a saúde, tanto a mental quanto a física. Além de nos ajudar a relaxar e aliviar o estresse, sair da rotina pode melhorar, por exemplo, a pressão sanguínea e a qualidade do sono.

No entanto, também não é incomum ouvirmos histórias de sonhos de viagem que viraram pesadelos, com problemas como contusões e intoxicações alimentares, para citar só alguns dos mais comuns. Mas não se preocupe, vamos ajudar você a viajar com conforto e voltar com a saúde em dia.

Algumas dicas simples, a maioria das quais a gente até já sabe, podem fazer toda a diferença antes, durante e depois da viagem.

Comece fazendo um bom planejamento

Quando for pesquisar roteiro, hospedagem e passagem — ou pacotes que têm tudo isso incluso —, aproveite para pesquisar sobre a comida e o tipo de esforço físico que os passeios vão exigir. Ler depoimentos de quem já foi para o local em questão pode ser muito útil para que você vá preparado.

Se a viagem vai exigir muita caminhada ou até uma aventura mais pesada, como trilha ou escalada, pode ser uma boa ideia começar a se exercitar alguns meses antes. Se for uma viagem mais longa, também vale fazer um check-up, especialmente se você for portador de alguma doença crônica.

É válido se informar sobre os hospitais que atendem o seu plano de saúde na região do destino, para, no caso de uma emergência, você estar preparado. Não se esqueça também de verificar se há alguma recomendação de vacina específica para aquela região.

Preste atenção no caminho

Seja de carro, ônibus ou avião, fique atento se a viagem for muito longa e, com isso, obrigar você a passar muito tempo sentado. Longos períodos numa mesma posição causa desconfortos e complicações de circulação sanguínea. Viajar com roupas confortáveis, se alongar antes e fazer pequenas caminhadas durante as paradas — ou até mesmo no corredor — costumam ser úteis para amenizar esses problemas.

Outro ponto importante durante o caminho é a bagagem, especialmente se você precisar levar volumes pesados. É bom estar atento, evitando pegar e transportar malas em más posições, lembre-se de que movimentos errados carregando muito peso causam lesões no ombro e na coluna.

Não descuide da alimentação

Essa é uma dica que já começa a valer no caminho. Muita gente leva alimentos industrializados, como salgadinhos, para comer durante a viagem, sem se lembrar de que eles contêm muito sal e farinha e podem aumentar a retenção de líquidos. Levar frutas pode ser uma opção melhor.

No destino, é imprescindível lembrar de se hidratar sempre, especialmente se estamos falando de um local quente, e se alimentar da forma mais saudável possível, sem perder a diversão. Se exagerou em alguma refeição, tente maneirar na próxima.

Para quem gosta de se aventurar na gastronomia local, a dica é começar aos poucos, especialmente se o destino oferece alimentos frescos, como peixes e frutos do mar, ou muito condimentados. Além disso, é importante observar as condições de higiene do local e sempre lavar bem as mãos antes das refeições.

Respeite os seus limites

A maioria das pessoas nem vê, mas durante a viagem, é normal que se caminhe muito mais que no dia a dia. Por isso, sapatos confortáveis são imprescindíveis. Além disso, ao começar a sentir qualquer dor ou desconforto, é importante descansar e parar.

Outra dica é a de resistir às propagandas de aventuras radicais. Se acha que não está preparado para enfrentar atividades arriscadas, não se force a isso, você pode se machucar.

PUBLICIDADE


Patrocinador
Loading...
PUBLICIDADE
(Foto: Divulgação)

O que é um pitch e como ele está sendo usado no mercado brasileiro?

(Foto: Divulgação)

Marília Mendonça lança primeiro clipe da carreira