em

Concurso Funai: tudo o que você precisa saber sobre o certame

Com 776 vagas temporárias abertas, o concurso da Fundação Nacional do Índio é um dos mais esperados para 2022

(Imagem ilustrativa/Freepik)

Estudar para um concurso público é um desafio. Justamente por ser muito concorrido e conter conteúdos específicos, é necessário ter disciplina e uma rotina de estudos bem estruturada para conseguir absorver os conhecimentos necessários. O concurso da Funai (Fundação Nacional do Índio), planejado para 2022, é um dos mais esperados por concurseiros do Brasil inteiro. Segundo mapeamento de informações do Gran Cursos Online, empresa especializada em educação e capacitação para concursos públicos, serão preenchidas 776 vagas temporárias da instituição, e isso chama bastante a atenção de quem procura uma boa oportunidade de trabalho. 

O novo concurso para trabalhar na Fundação Nacional do Índio foi divulgado no dia 25 de outubro de 2021, e foi publicado no Diário Oficial da União para conhecimento geral. “Com o avanço da vacinação no Brasil, muitos concursos públicos que estavam paralisados finalmente marcaram datas ou deram andamento nos processos dos editais. Isso porque, aos poucos, o Brasil está retomando o seu estágio “normal” pós-COVID, e as provas finalmente poderão acontecer. No caso do concurso temporário da Funai, as entrevistas do processo seletivo, que não terá prova, acontecerão presencialmente seguindo todos os protocolos de segurança”, explica Gabriel Granjeiro, diretor-presidente do Gran Cursos Online.

Para a entrevista, serão testados os conhecimentos e as habilidades tradicionais relacionados à função pretendida. Além disso, o processo também contará com uma análise curricular. No entanto, é essencial que os candidatos tenham conhecimento tradicional em atividades nas Terras Indígenas ou a respeito das comunidades tradicionais locais da região que pretende trabalhar. Também é importante ter habilidades em trabalhos de campo para o manuseio de ferramentas agrícolas. 

Ainda de acordo com levantamento do Gran Cursos Online, serão destinadas 91 vagas para o estado do Acre, 236 para o estado do Amazonas, 13 para o estado de Goiás, 102 para o estado de Maranhão, 52 para o estado de Mato Grosso, 52 para o estado do Pará, 78 para o estado de Rondônia e 152 para o estado de Roraima. Os cargos destinados por estado vão de supervisor a agentes. O nível de escolaridade ainda não foi divulgado, mas supõe-se que seja um requisito, para os cargos de supervisor e chefe, no mínimo ensino superior

Os profissionais contratados trabalharão para a Funai por até seis meses, e é possível que o prazo seja prorrogado em até dois anos. As remunerações também não foram definidas, porém devem ser informadas em breve. Ainda, conforme pedido feito para o Ministério da Economia (ME), um novo concurso para efetivos poderá ser aberto nos próximos anos. 

O pedido foi feito pela própria Funai e se justifica pela alta demanda de profissionais para compor a instituição. Caso o ME não autorize o pedido para novas vagas efetivas, a Funai já fez uma nota informando que as tratativas para o novo concurso para vagas efetivas já foram iniciadas. A pretensão é de que o novo concurso contemple mais de mil vagas de diversos níveis.

*Este post foi criado por um colaborador. Envie seu post!

Avalie o conteúdo