MEI: 4 dicas de gestão para impulsionar seu negócio
Siga nossas redes

Busque no site

Publicidade

Economia

MEI: 4 dicas de gestão para impulsionar seu negócio

Mais que dedicar-se à formalização e conhecimento, o microempreendedor precisa de recursos que favoreçam o desenvolvimento da empresa

Leitura: 3 minutos
(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

De acordo com um levantamento realizado pela Serasa Experian, do total de 2,5 milhões de novas empresas abertas no Brasil em 2018, 81,4% foram MEIs. O Microempreendedor Individual é o profissional que trabalha por conta própria, mas se legalizada como pequeno empresário, de forma a garantir não apenas a formalização do trabalho, mas também os benefícios da previdência social.

Pagando mensalmente a DAS – Documento de Arrecadação Simplificada – todos os direitos do MEI (auxílio-doença, aposentadoria por idade e salário-maternidade,) estão garantidos. Mas, além de seguir corretamente as regras de formalização, como é possível melhorar a gestão do negócio? Embora cada MEI tenha um cenário específico de atuação, algumas dicas são válidas para todo tipo de empreendimento:

1. Centralize processos. Uma das principais dicas para quem está gerenciando uma empresa é buscar centralizar seus processos, ou seja, integrar e controlar os dados da empresa em um único lugar. Dessa forma, é possível ter uma visão mais ampla do empreendimento, identificando mais facilmente possíveis gargalos no processo e corrigindo-os. Um sistema de armazenamento em nuvem, por exemplo, é um ótimo caminho para organizar informações, permitindo acesso em qualquer lugar.

2. Otimize o tempo gasto. Além da centralização de informações e processos, é muito importante que o empreendedor consiga otimizar o seu próprio tempo, trabalhando com softwares que facilitem e agilizem a rotina de trabalho. Gerenciamento de compra e venda, controle de estoque, formatação de arquivos, e outras atividades semelhantes podem ser feitas por programas específicos de maneira muito mais rápida no dia a dia.

3. Faça controle financeiro. Aliados à otimização de tempo, softwares de gestão são ótimas ferramentas que auxiliam no controle financeiro de qualquer negócio. Saber o quanto entra e o quanto sai (e para onde vai o dinheiro) são informações muito importantes para a saúde financeira do seu empreendimento. Outras ações simples, como cadastro de cobranças no débito automático na conta da empresa, evitam o esquecimento de prazos e outras dores de cabeça. 

4. Cuide da segurança de dados. Outra dica muito importante para todo MEI é cuidar corretamente das informações do seu negócio e de seus clientes. O uso de alguns sistemas também possibilitam que o lançamento de dados seja feito de forma mais completa, precisa e segura. Além disso, backups automáticos são essenciais para manter histórico de dados e, ainda, garantir que nenhuma informação se perca no meio do caminho.

Essas quatro dicas para melhorar a gestão do seu empreendimento favorece, inclusive, a tomada de decisões para o crescimento da sua microempresa. Por isso, invista não apenas na formalização e no conhecimento, mas também em sistemas e programas que ajudem na definição de estratégias e próximos passos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Quer anunciar? Clique aqui

*Com Agência de Notícias

Veja também

Artigos

É essencial ter uma abordagem muito organizada e consciente em relação ao gerenciamento do seu tempo.

Economia

Mega Moda, localizado na região da 44, destaca aumento no número de caravanas de compras. Novo Mundo.com aponta crescimento na procura de liquidificadores, ventiladores,...

Artigos

É essencial que os líderes estejam dispostos a ouvir atentamente e valorizar as contribuições de suas equipes

Notícia

O evento contou com a exposição de mais de mil marcas de 434 empresas distribuídas em uma área total de 246 mil metros quadrados

Publicidade

Publicidade