em

Home office: hábitos que podem ajudar na manutenção da saúde mental

Entenda de que maneira é possível trabalhar remotamente sem sobrecargas ou baixo rendimento

(Imagem ilustrativa/Freepik)

A crença de que o home office é uma forma de trabalho mais fácil vem sendo desmentida com o aumento de pessoas experimentando o trabalho remoto durante a quarentena. A experiência de trabalhar em casa, apesar de permitir confortos e economia de tempo, por não exigir nenhum tipo de transporte, também demanda disciplina, tanto para a realização das tarefas, quanto para garantir que o trabalho seja saudável.

Queixas de excesso de tempo trabalhando e sensação de sobrecarga, assim como o contrário, menor produtividade e absenteísmo – padrão habitual de ausências no processo de trabalho, seja por falta ou atraso, devido à pouca motivação –, estão diretamente ligadas com os efeitos da mudança na rotina no psicológico.

Para se manter mentalmente saudável, não comprometer a produtividade no trabalho e, o mais importante, prevenir o surgimento de enfermidades que afetam também a vida pessoal, alguns hábitos podem ser adicionados à rotina.

(Imagem ilustrativa/Freepik)
(Imagem ilustrativa/Freepik)

1. Aprenda a negociar consigo mesmo

Quando o empregado está em casa há o distanciamento da supervisão do chefe, e as cobranças diminuem. Para evitar a queda no desempenho, o trabalhador deve aprender a negociar consigo mesmo e ser crítico em relação a seu próprio trabalho.

Uma boa opção para conseguir olhar seus feitos com clareza é relatar diariamente as tarefas realizadas e o tempo que levou para cada uma. Dessa maneira, é possível observar se a evolução do trabalho é positiva.

2. Administre seus horários

A flexibilização do período diário de trabalho pode ser uma grande armadilha para quem não se organiza. Apesar de estar em casa, você ainda está prestando serviços e suas horas continuam tendo um preço. Dessa maneira, faça dessa nova forma de exercer sua função um hábito, assim como estar todos os dias em um escritório.

Estipule horários nos quais a sua dedicação será totalmente voltada às obrigações. Apesar de as distrações, como o celular, serem muito prazerosas, tenha em mente que, quanto mais tempo procrastinar com elas, mais extenso será o tempo preciso para finalizar o trabalho.

3. Socialize

A  solidão é uma das grandes reclamações de quem trabalha em casa. Uma das melhores prescrições para amenizar essa sensação é estar em contato com os colegas de trabalho. Conversas sobre assuntos da empresa e também criar uma amizade para compartilhar assuntos do dia a dia, além de ser um ato de socialização positivo, também contribuem para o alinhamento das tarefas.

4. Se recompense

O cérebro compreende as ações como boas ou ruins, dependendo do que ele recebe depois de tê-las realizado – essa forma de racionalidade chama-se sistema de recompensa.

Reconheça a dificuldade e o quão cansativo é o trabalho e se recompense por isso com momentos diários reservados para atividades prazerosas. O fim de semana, que costumava ser o momento no qual os amigos se reuniam em bares e festas para relaxar e compensar a semana cheia, não é mais aproveitado da mesma forma, mas é necessário encontrar hobbies para serem feitos dentro de casa que também mostrem à mente que ela não está apenas sendo usada, mas também recebendo boas sensações pelas árduas horas de esforço. 

Da Redação, com agência*

*Com Agência de Notícias
Envie seu conteúdo para análise editorial: redacao@folhageral.com.br
Conheça as condições em https://www1.folhageral.com/termos-e-condicoes

(Imagem ilustrativa/Pixabay)

Prefeitura de Serra Dourada esclarece caso positivo de Covid-19

(Imagem: Divulgação)

Estresse, ansiedade, depressão e a pandemia