em de

Simpósio debate importância do aleitamento materno

O leite materno é o primeiro alimento de um bebê. Ele contém os nutrientes necessários para o crescimento nos primeiros meses de vida e contribui na imunização contra vírus e bactérias. Pela sua importância, a Organização Mundial de Saúde o colocou em um Documento, a “Declaração Innocenti”, que prevê uma série de ações para que a mulher tenha o seu direito de amamentar garantido.

Para tratar dessa questão, a Liga Interdisciplinar de Saúde da Criança (Lisc), parceria entre a Faculdade São Francisco de Barreiras (Fasb) e a Universidade Federal do Oeste da Bahia – UFOB, realiza o I Simpósio de Aleitamento Materno do Oeste da Bahia, entre os dias 28 e 29 de julho, no Campus Reitor Edgard Santos, em Barreiras. Coordenado pelos professores Mússio Pirajá e Daiene Gomes, o evento integra a Semana Mundial de Aleitamento Materno, celebrada em agosto em mais de 120 países e é voltado para discentes e profissionais da Saúde.

As inscrições custam R$ 40 (profissionais) e R$ 20 (estudantes) e devem ser feitas presencialmente na FASB ou na UFOB. O Simpósio contará com a participação de biomédicos, enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, nutricionistas, dentistas, pediatras e psicólogos.

Mais informações podem ser obtidas no site (http://ligalisc.wix.com/) ou pelo telefone (77) 3614-3238

Arte_cartaz_aleitamento

Serviço
O quê? I Simpósio de Aleitamento Materno do Oeste
Quando: 28 a 29 de julho
Onde: Campus Reitor Edgard Santos, em Barreiras
Inscrições: FASB e UFOB, R$ 20 (estudantes) e R$40 (profissionais)
Realização: Liga Interdisciplinar de Saúde da Criança (Lisc)

PUBLICIDADE

Publicidade

Teste grátis por 14 dias. Se você gostar, assine utilizando o cupom: LC3JQAWPE3XK74E e ganhe 20% de desconto durante 1 ano. Saiba mais em: Conheça o G Suite



Loading...

Da Folha Geral, em Salvador*

*Com colaboração de (agência, assessoria ou especialista)

PUBLICIDADE

Curso de iniciação teatral do Coletivo Saladistar

Cadastro Único caminha para ser um banco de dados do governo como porta de entrada para políticas públicas como o Minha Casa Minha Vida e o Bolsa Família. Fernando Frazão/Agência Brasil

Cadastro Único facilita acesso ao Bolsa Família e Minha Casa, Minha Vida