em

Oeste baiano: Cidades da região discutem novo projeto hidroambiental para o Velho Chico e seus tributários

Rio Corrente em Santa Maria da Vitória, afluente do Velho Chico. Foto: Marco Athayde
Rio Corrente em Santa Maria da Vitória, afluente do Velho Chico. Foto: Marco Athayde

Foi iniciado na quarta-feira, 15, e se estende até o dia 17 de janeiro, nos municípios de São Desidério, Santa Maria da Vitória, Barreiras e Catolândia, no Oeste da Bahia, os primeiros seminários de apresentação dos novos projetos de recuperação hidroambiental do Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco. O objetivo dos eventos é mostrar à sociedade a segunda etapa de projetos a serem financiados com recursos da cobrança pelo uso das águas do Velho Chico. A previsão é de que ainda este ano todos os projetos sejam licitados de acordo com o desejo dos moradores e a necessidade específica de cada município, visando sempre melhorar a qualidade e a quantidade das águas do Rio do São Francisco e seus tributários. As possíveis intervenções serão realizadas em rios como Riacho Brejão – Santa Maria da Vitória, Boa Sorte – Barreiras/Catolândia e rio São Desidério – São Desidério. Informações ZDA.

PUBLICIDADE

Publicidade

Teste grátis por 14 dias. Se você gostar, assine utilizando o cupom: U4FJXY7TLEPVTET e ganhe 20% de desconto durante 1 ano. Saiba mais em: Conheça o G Suite



Loading...

Da Folha Geral, em Salvador*

*Com colaboração de (agência, assessoria ou especialista)

PUBLICIDADE

Jornal da Globo faz propaganda involuntária do Cidade Alerta

Raio mata trabalhador na zona rural de São Desidério