em

Viciados em smartphones crescem 60%, aponta estudo

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Um estudo feito nos EUA aponta que o número de pessoas viciadas em smartphones cresceu quase 60% entre 2014 e 2015. De acordo com o Flurry Analytics, atualmente 280 milhões de pessoas no mundo são consideradas como viciadas no dispositivo móvel, contra 176 milhões registradas em 2014.

Caso fossem reunidos em um país, os viciados em smartphones já seriam a quarta maior nação do mundo, atrás da China, Índia e EUA e à frente da Indonésia. De acordo com o Estadão, a pesquisa tomou como base informações colhidas de apps usados em cerca de 1,8 bilhão de smartphones ao redor do mundo. Conforme a pesquisa, são considerados viciados em smartphone pessoas que usam aplicativos mais de 60 vezes por dia. O índice leva em consideração a média de que cada usuário abre um app dez vezes por dia.

Os viciados seriam, portanto, aqueles que usam esses apps seis vezes mais do que a média. São classificadas como “normais” as pessoas que usam apps até 16 vezes por dia (985 milhões, alta de 25%) e chamados de “super” usuários aquele que abrem apps entre 16 e 60 vezes por dia (590 milhões, alta de 34% na comparação com o ano anterior). Os aplicativos mais acessados são os de mensagens e os sociais, usados 556% mais vezes por esse grupo do que por usuários comuns. Isso significa que eles acessam 6,5 vezes mais serviços como o Facebook, WhatsApp e o Twitter do que a média de usuários da web.

Da Folha Geral, em Salvador*

*Com colaboração de (agência, assessoria ou especialista)

Cris Lopes concorre a “Atriz Destaque” no Festcine Poços de Caldas em “A Última Cena” de Rodney Borges

Procon Goiânia apreende mais de 80kg de produtos vencidos