em

Cinema: a influência da moda na sétima arte

Entenda importância do figurinista e como filmes influenciam moda no decorrer dos tempos

(Imagem ilustrativa/Freepik)

Não é mentira dizer que, sem o auxílio de figurinos e cenários, as narrativas cinematográficas não seriam tão ricas, especialmente as que retratam épocas passadas. O trabalho da equipe de arte nestas obras é muito detalhado e meticuloso, e não é por acaso que as produções de época estão sempre sendo destaques nas grandes premiações do audiovisual. 

A identidade de uma personagem ou até mundos fantásticos que só existiam em livros podem ser reproduzidos, através de pesquisa, com ajuda da equipe criativa. Basta pensar no sucesso que foi “O Senhor dos Anéis”. A obra pode não ser o seu gênero favorito, mas é indiscutível a riqueza de detalhes nos figurinos e na construção dos personagens, envolvendo perucas e maquiagens que ajudaram a modificar a estrutura facial de alguns atores que interpretavam povos como elfos e duendes. 

Pensar o figurino de uma personagem é tão importante quanto a seleção para escolher o ator ou a atriz que irá aparecer na obra. É através do figurino que os espectadores podem identificar alguns sinais importantes para a narrativa como a personalidade dos personagens, o contexto em que está inserido e a sua condição social. Em alguns casos, dependendo da narrativa, é possível descobrir sua ideologia política e até diferentes estados psicológicos, através da trama, como Elle Woods (Reese Witherspoon) em “Legalmente Loira”. São muitas possibilidades que podem ser exploradas. Os figurinos também costumam ajudar os atores a se conectar com o personagem quando estão com a caracterização completa. Existem até casos em que os figurinos se tornam maiores que a obra cinematográfica, como os icônicos looks de “Sex and The City” e a mudança progressiva no estilo de Andy (Anne Hathaway), em “O Diabo Veste Prada”.

A indústria da moda percebeu o grande potencial do cinema para a promoção de tendências, e o cinema também entendeu a força do vestuário para criar o clima narrativo e ambientar os personagens em um certo período histórico ou em uma certa fatia social. De forma mais direta, o cinema também influencia a moda, com camisetas personalizadas com personagens marcantes ou colaborações entre marcas e estilistas, como as de vestuário e maquiagem que surgiram com o remake do filme “Cruella”. 

A moda é uma grande aliada do cinema, além de imortalizar grandes referências para o público, pois recupera tendências e se projeta de forma sólida no futuro. Indubitavelmente, o cinema é um dos muitos caminhos que a moda percorre até chegar às araras das nossas lojas favoritas. 

*Este conteúdo foi publicado por um colaborador Publicar

(Marcos Oliveira/Agência Senado)

PEC dos Precatórios pode ser votada até o final de novembro pelo Senado

(Imagem ilustrativa/Freepik)

Entenda a importância dos exames de rotina para homens e mulheres