em

Turismo local cresce no Nordeste e novas iniciativas ganham espaço

Secretaria de Turismo do estado de Pernambuco criou passaporte com o intuito de estimular o turismo na região

(Imagem ilustrativa/Pixabay)

O sonho de muitos viajantes é ter um passaporte repleto de carimbos e totalmente preenchido. Para viagens no Brasil, não é necessário ter esse documento, no entanto, pensando em estimular o turismo local e valorizar os destinos da região, a Secretaria de Turismo de Pernambuco criou o “Passaporte Pernambuco”.

Similar a um passaporte verdadeiro, mas sem valor de documento oficial, o registro  permite que os viajantes registrem a ida em diversos locais pelo estado. Esse registro poderá ser feito por meio de carimbos coloridos que serão disponibilizados em hotéis, pontos turísticos, restaurantes, nos Centros de Atendimento ao Turista (CATs) e demais estabelecimentos turísticos.

Para quem tiver interesse em adquirir esse passaporte, ele começou a ser distribuído gratuitamente nos CATs da Região Metropolitana do Recife (RMR) no início de novembro e, posteriormente, será disponibilizado para o interior do estado. Já para as cidades que não possuem CATs, os passaportes serão distribuídos em hotéis e pontos turísticos.

Além disso, ele será entregue em agências de turismo que oferecem o destino e em outros estabelecimentos pelos estados nordestinos, como Bahia, Ceará, Paraíba, Piauí e Rio Grande do Norte.

(Imagem ilustrativa/Pixabay)
(Imagem ilustrativa/Pixabay)

Sudeste também possui iniciativa semelhante

De forma gratuita também, o passaporte pioneiro no Brasil surgiu na Rota da Estrada Real, com mais de 1.600 quilômetros de extensão, que engloba São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Podendo solicitá-lo online por meio de um cadastro e retirá-lo em um dos pontos indicados, o “Passaporte Estrada Real” pode ser carimbado em diversos pontos turísticos e é um registro único de todas as experiências do percurso.

Turismo local pode ser tendência pós-pandemia

De acordo com um levantamento realizado pela Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa), 80% dos brasileiros pretendem viajar até o final de 2020. Os destinos domésticos e com períodos mais curtos são os favoritos. Com isso, pós-pandemia a tendência é de que o turismo local e a economia se intensifiquem. Iniciativas como a de Pernambuco podem ser um chamariz aos brasileiros que pretendem realizar viagens nesse período.

Destinos com locais mais abertos e com maior contato com a natureza são os ideais para manter o distanciamento e evitar aglomerações. Inclusive, Pernambuco se encaixa nessas especificações. É um dos destinos que mais encantam no Nordeste e que abriga belíssimas praias, ideais para família e amigos ou para casais que buscam passar a lua de mel no Brasil, com momentos românticos e de muito relaxamento.

Da Redação, com agência*

*Com Agência de Notícias
Envie seu conteúdo para análise editorial: redacao@folhageral.com.br
Conheça as condições em https://www1.folhageral.com/termos-e-condicoes

(Foto: Divulgação)

Violência contra crianças e adolescentes é tema de encontro virtual realizado pela Liga Álvaro Bahia

(Foto: Divulgação/GOVBA)

SAC inaugura novo posto no Terminal Pituaçu na próxima segunda-feira (23)