em

Como o Blockchain ajuda as pequenas e médias empresas?

Pequenas e médias empresas enfrentam desafios todos os dias

Mesmo representando boa parte de toda movimentação financeira do país, é fácil encontrar desvantagens que dificultam a entrada de novos mercados. No entanto, o blockchain é uma tecnologia muito conhecida por validar transações realizadas através das moedas virtuais bitcoins.

Vivemos na era tecnológica então, precisamos de um pouco mais de blockchain. Você empresário, que tal acompanhar esse artigo e saber tudo?

Boa leitura!

O que é blockchain?

O blockchain nada mais é do que um sistema onde é permitido rastrear envios e recebimentos de informações via internet.

De uma forma simples, são pedaços de códigos gerados de maneira online que carregam informações conectadas.

Esses códigos atuam como blocos de dados que formam uma corrente, a técnica deu nome ao blockchain.

O termo surgiu com a junção do universo tecnológico e as finanças, ganhando atenção de todo mundo em um curto espaço de tempo.

Por ser uma novidade, complexo e por envolver dinheiro, acaba gerando muitas dúvidas.

Contudo, o sistema permite o funcionamento e transação das criptomoedas, ou moedas digitais.

Blockchain e privacidade de dados: qual a relação

A relação do blockchain e privacidade de dados poderá gerar transações e guardar registros.

E esse é um cenário que exige atenção. Principalmente porque metade das PMEs já sofreu vazamento de dados.

Assim a Lei Geral de Proteção de Dados consegue garantir  retornos positivos aos beneficiários finais.

Uma coisa é certa, o blockchain ainda é uma tecnologia nova e as suas funcionalidades e privacidade devem ser estudadas por mais tempo.

Acompanhá-las  e se preparar para as mudanças é uma maneira de estar à frente na adequação das normas de proteção de dados pessoais e privacidade.

Impacto do blockchain para pequenas e médias empresas

O blockchain traz impactos positivos para o mercado financeiro das pequenas e médias empresas.

O foco é que essa estratégia seja cada vez mais importante e conquiste espaço dentro das operações financeiras.

A sua principal vantagem é a adoção do modelo ponto-a-ponto (peer-to-peer).

Alguns impactos merecem destaque, são eles:

  • Diminuição dos custos com segurança e infraestrutura;
  • Aumento da produtividade;
  • Geração de novos serviços e modelos de negócio;
  • Aumento do potencial de atendimento;
  • Transparência dos processos e das informações.

Espera-se que a tecnologia cresça cada vez mais e se espalhe em diversos segmentos.

Proporcionando, assim, evolução no desempenho operacional, segurança de dados e inteligência de negócios.

Aplicações do blockchain nas empresas

Como falamos, o blockchain é uma estrutura de dados segura.

Desse modo, a solução vem sendo aplicada em diversas áreas, seja no setor financeiro ou não.

As principais aplicações do blockchain nas empresas são:

  • Moedas digitais: moedas digitais usam da estrutura do blockchain para controlar as transações online;
  • Propriedade intelectual: empresas já usam tecnologia para garantir propriedade intelectual de obras digitais e conteúdos;
  • Seguros: o setor de seguros vem operando cada vez mais de forma online, aqui, o blockchain atua como um autenticador de apólices, e sinistros;
  • Varejo: estruturas de dados estão sendo utilizadas para mapear toda a cadeia de suprimentos varejista que usam a inteligência artificial.

Como implementar o blockchain em pequenas e médias empresas

Mesmo com tantos benefícios, é de extrema importância utilizar a tecnologia de forma alinhada com as necessidades e demandas do seu negócio. 

Antes de implementar a tecnologia blockchain em pequenas e médias empresas, será preciso identificar qual a sua aplicação mais relevante e que irá impactar nos lucros da sua empresa.

É preciso de muito conhecimento, então, quando a empresa recorre a um especialista, essa implementação se torna mais segura.

Listamos alguns passos essenciais para que dê tudo certo ao implantá-lo.

  • Modelo de negócio: explore possibilidades e tenha uma visão geral da sua empresa;
  • Oportunidades: estude as tendências e faça um levantamento de soluções e oportunidades;
  • Escolha do modelo blockchain: faça a escolha de acordo com as sua necessidades, sempre priorizando a segurança das transações e o retorno sobre o investimento;
  • Testes funcionais: é o momento de testar todas as oportunidades escolhidas e avaliar os resultados. Se preciso, realize ajustes e comece a rodar o projeto com segurança.

Vantagens do blockchain para as PMEs:

Apostar no blockchain promove vantagens competitivas ao negócio, além disso, é preciso romper barreiras.

Empresas, principalmente do setor financeiro, já estão investindo nessa estratégia e aproveitando as suas vantagens.

#1 Amplia as formas de pagamento

Quanto mais formas de pagamento o seu cliente puder escolher, menores serão as chances de cancelamento, o que certamente reduz o risco de fraudes e inadimplência.

#2 Retira intermediários

Intermediários são todos aqueles que atuam na distribuição e venda da sua empresa.

É necessário cada vez mais atenção para esse cargo, com o blockchain eles serão retirados e tudo fluirá de maneira eficaz.

#3 Melhora as campanhas de marketing

Essas campanhas servem para fazer toda a estratégia de prospecção, vendas e fidelização.

Quando realizada de forma adequada auxilia o time de vendas e promove uma automação de marketing.

De fato, as técnicas oferecidas pelo blockchain podem liberar novas possibilidades nas operações e finanças de muitos setores da sua empresa.

*Este post foi criado por um colaborador. Envie seu post!

Avalie o conteúdo