Cuidar da alimentação canina é muito importante para proporcionar aos pets boa qualidade de vida; mesmo que os tutores optem pela ração, sempre devem estar atentos se a mesma é a mais adequada para os amigos de quatro patas.

Com pena de vê-los comer sempre a mesma ração seca, os tutores têm optado pela alimentação natural, assunto muito divulgado e discutido nas redes sociais, porém deve ser sempre elaborada a dieta por nutricionistas e médicos veterinários, já que não é qualquer alimento que os animais podem ingerir.

Alguns aspectos devem ser observados no preparo do cardápio natural para os cães, como não oferecer a mesma comida humana, visto o preparo ter condimentos prejudiciais aos bichos.

Outro ponto é o preparo com nutrientes balanceados, evitar ingredientes processados, optando pelos naturais, assim como suplementar as vitaminas e minerais importantes para a saúde do cão; daí a importância das orientações dos especialistas, que também observam a idade do amigo e indicam o melhor alimento, já que as necessidades do filhote difere-se do cão adulto ou idoso.

Para a preparação da comida do pet, sugere-se que os alimentos sejam cozidos separadamente e pesados após a preparação, conforme a orientação veterinária. O cozimento deve ser em água ou no vapor, sem inserir óleo ou gordura processada, assim como o sal deve ser evitado.

A alimentação natural canina deve ser feita com carnes, verduras, legumes e cereais, todos de qualidade, sem aditivos químicos, como conservantes e corantes, e que  supram as necessidades nutricionais diárias, justamente para evitar problemas de sobrepeso, cardiológicos, renais e outras doenças que afetam a saúde deles.

A partir de 50 dias de nascidos, os pets podem alimentar-se da comida natural, importante para os cães idosos ou para aqueles que têm necessidades específicas; ela é muito recomendada, já que é totalmente personalizada e individual.

Para que o peludinho tenha boa saúde e qualidade de vida, qualquer tipo de alimentação, seja natural ou ração, deve ser sempre orientada por profissionais formados na faculdade de veterinária, já que seus estudos permitem orientar e indicar a melhor refeição para seu pet.