A pandemia impulsionou ainda mais os negócios online. O crescimento já era evidente, mas o lockdown carimbou essa tendência. Para os que querem começar um negócio online, ou os que gostariam de expandir uma loja física para o ambiente virtual, é preciso ter planejamento.

Antes de começar, é necessário encontrar a plataforma certa para atuar. Muitas empresas acabam abrindo sites próprios que não atraem tantos clientes. Nesse caso, um marketing pesado se faz essencial para que as pessoas conheçam o seu site. No entanto, também é possível atuar em plataformas já existentes que têm um grande número de clientes.

As redes sociais se tornaram outra opção de vendas. Facebook, Instagram e até WhatsApp abriram novas portas para que pequenos negociantes possam encontrar sua clientela. Para todas as formas de venda, é preciso ter organização, cálculo preciso de frete e atendimento ao cliente impecável.

De toda forma, o cliente precisa saber que o seu negócio existe. É possível usar diversas estratégias de marketing, como trabalhar o SEO do site, investir em anúncios pagos nas redes sociais e criar e-mails de marketing. Ao mapear o público-alvo, fica mais fácil acertar.

Como muitas pessoas não fazem uso do computador e as compras agora são feitas, na maioria das vezes, pelo celular, o design deve levar em conta seu formato. A apresentação dos produtos merece atenção. Fotos profissionais e descrição precisa ajudam a alavancar as vendas. Os clientes querem todas as informações claras para não ter de ficar perguntando sobre os detalhes ou encontrar mais dados no produto de um concorrente.

O atendimento ao cliente é um dos aspectos mais importantes da venda. Respostas ágeis, gentis e diretas ajudam tanto a fechar o negócio, quanto a fidelizar o cliente. Políticas claras de troca e devolução, e facilidade nesse aspecto, podem ajudar o negócio. É importante também deixar o cliente tranquilo e informado quanto aos passos da compra. Os clientes esperam receber o produto da forma mais rápida possível, e uma transportadora confiável é fundamental.

É possível também incluir um ERP para integração na plataforma, facilitando os processos. Esse sistema ajuda na gestão ao integrar todos os processos necessários para o funcionamento do negócio. Ele consegue agregar funções de diversas áreas, como de faturamento, compras e gestão de vendas.

Pagamentos seguros dão confiança ao cliente para executar a compra, assim como o controle de fraudes. A logística se faz essencial, e todos os passos precisam ser bem executados. O planejamento e a organização facilitam o processo. 

Alice Bachiega

Colaboradora do Folha Geral - cada publicação é de responsabilidade da autora