em

Acima da média nacional: SC cresce no primeiro semestre de 2021

Setor de serviços foi o que mais puxou alta do PIB em SC e, nos último ano, foi o segundo estado que mais cresceu no país

Santa Catarina, acelerou o crescimento e alcançou um dos melhores índices da história do estado. Nos últimos 12 meses, encerrados em junho de 2021, o Produto Interno Bruto (PIB) estadual passou de uma retração de 0,9% para um salto de 9,1%, segundo a estimativa calculada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE). Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que o PIB nacional teve crescimento acumulado de 1,8%, em comparação com o mesmo período do ano anterior. 

Os principais segmentos da economia tiveram um crescimento robusto e contribuíram para acelerar a recuperação do PIB catarinense, com destaque para serviços. Em 12 meses, o setor cresceu 8,4%, frente a uma média nacional de 0,4%. É o setor que mais pesa na geração de riqueza. Nessa mesma comparação, a indústria teve crescimento acumulado de 15%, enquanto a média brasileira foi de 7,7%. No varejo ampliado, o estado subiu 10,7%, enquanto o país, 7,9%.

O bom desempenho dos indicadores catarinenses reflete na administração pública, na oferta de oportunidades como o concurso SEFAZ SC, por exemplo, e na geração de emprego formal. Nos últimos 12 meses, o estado teve a segunda maior taxa de crescimento de emprego do país, com 11,27%, sendo a média brasileira de 8,1%. Foi ainda o terceiro em postos gerados, atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais. Com esse desempenho, a expectativa é de que Santa Catarina encerre o ano, mais uma vez, com o PIB acima da média nacional. 

(Imagem ilustrativa/Freepik)
(Imagem ilustrativa/Freepik)

Confiança segue em alta

De acordo com análise realizada pelo Observatório Fiesc, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) registrou alta em Santa Catarina e no Brasil. Impulsionada pela recuperação da economia, no mês de agosto, a pontuação atingiu 65,6% e 63,2%, respectivamente. Houve melhora da confiança pelo quarto mês consecutivo, visto que, desde abril, são acumuladas altas de 8,4% e 9,5% no estado e no país.

Em SC, o indicador foi influenciado pela expressiva melhora nas perspectivas para os próximos meses, que atingiu o valor de 67,9% no índice – maior patamar desde o início da pandemia no Brasil.

O boletim ainda ressalta que o aumento progressivo na confiança do empresário industrial está altamente relacionado ao avanço recente no ritmo da vacinação, que, até a data de divulgação da publicação, tinha atingido 57,5% da população catarinense e 54,8% da população brasileira com, ao menos, a primeira dose aplicada.

*Este conteúdo foi publicado por um colaborador Publicar

(Imagem ilustrativa/Freepik)

Auxílio psicológico a pacientes com câncer de mama

(Foto: Sesab)

Bahia registra 353 novos casos de Covid-19 e mais 5 óbitos pela doença