em

Entenda um pouco melhor sobre o limite emergencial do cartão de crédito

Ilustração (Foto: Freepik)

Os cartões de crédito são um dos itens mais utilizados pelos brasileiros na hora de realizar suas compras e eles são regrados por algumas tarifas e limites de crédito.

Dessa forma, é preciso ter cuidado com suas funções e cobranças para que elas não se tornem um problema na vida financeira e sejam causadoras de dívidas intermináveis.

Diante de tantas opções para obter um cartão de crédito, você sabe como funcionam seus limites e o ainda pouco conhecido limite emergencial? Saiba mais sobre ele agora mesmo!

Como funcionam os limites do cartão?

Com os cartões de crédito os consumidores recebem limites de créditos para fazer pagamentos e realizar a compra de bens e serviços, sejam a vista ou parceladas. O limite oferecido é calculado com base em análises dos clientes e ele pode ser utilizado durante o mês da fatura.

Esse limite inclui não apenas os gastos feitos no mês, mas também os gastos de meses que existiram compras parceladas.

Ou seja, se o seu limite é de R$1000,00 e você fez uma compra de R$400,00 divididas em 4 meses, o seu limite será de R$600,00 automaticamente e ele será restabelecido à medida em que as prestações forem quitadas.

A cada compra realizada o limite diminui até chegar no valor estipulado e, para liberação de um novo limite é preciso que o pagamento da fatura seja feito dentro do vencimento determinado.

Nem todas as pessoas utilizam o limite disponível do cartão de crédito, porém, existem casos em que esse limite é atingido e duas são as opções possíveis para os clientes: aguardar a liberação do próximo mês ou pedir um limite emergencial do cartão.

Quando o cliente tenta realizar uma compra acima do seu valor disponível de crédito, geralmente, a operação é recusada diretamente na maquininha ou no site em que está sendo realizado.

O limite emergencial torna possível justamente esse tipo de transação, ou seja, a avaliação emergencial do crédito é quando o cliente quer realizar compras acima do seu limite disponível e sabem que vão estourar o que lhe foi cedido.

A liberação de crédito emergencial permite que o banco autorize compras, pagamentos ou saques, porém, essa função tem um custo que pode variar de acordo com a operadora do seu cartão.

Essa modalidade dá uma falsa sensação de que o cliente tem dinheiro quando nem sempre essa é a realidade. Além disso, é preciso ter atenção nessa adesão, que por vezes é feita sem o cliente saber e, ao não ter o controle de seus gastos, essa função pode ser ativada e acontecer surpresas no próximo mês com as tarifas e juros na fatura.

Caso o crédito emergencial não esteja previsto em contrato desde a adesão do cartão, essa função precisa ser acionada e é analisada pelo banco que pode aprovar ou não. Esse limite é sujeito a tarifa cobrada na próxima fatura.

Além disso, esse valor de emergência não está incorporado ao limite único do cartão e vale somente para uso no dia da autorização do banco.

A contratação desse serviço pode ser feita através do Internet Banking, aplicativos, telefones, agência ou mesmo de maneira automática, como citamos anteriormente.

É preciso ter atenção com o limite do cartão e mais ainda com as dívidas que podem surgir a partir do uso do limite emergencial, afinal, os bancos, fintechs e operadoras de cartão ganham em cima de altos juros e tarifas que são cobrados em seus serviços.

Para não ter problemas financeiros relacionados ao seu cartão é preciso ter alguns cuidados e planejamento, como:

  • Evite usar a função de crédito para pagar contas fixas, comprometendo seu limite mensal;
  • Pague sempre o valor total da fatura;
  • Tenha muita atenção ao seu limite e faça o planejamento financeiro de quanto é possível gastar em cada mês;
  • Não entenda o cartão de crédito como uma forma de renda complementar. É preciso que esses gastos sejam controlados e pensados em cada mês;
  • Tenha cuidado com a quantidade de cartões que você possui, afinal, quanto mais cartão, mais possibilidades de gastos e chances de dívidas;
  • Evite realizar compras por impulso e tenha muita atenção aos parcelamentos.

Utilizar o limite emergencial do cartão de crédito pode ser muito útil, mas pode se tornar um grande problema ao longo dos meses. Agora que você sabe mais sobre essa função, faça seu planejamento financeiro e não deixe que o cartão de crédito seja um inimigo em suas contas.

(Foto: Daniele Rodrigues/GOVBA)

Governo libera crédito suplementar acima de R$ 15 milhões para as universidades estaduais

Ilustração. Foto: Pixabay

Inscrições para o concurso da Prefeitura de Goiânia têm início no dia 19 de março