Vendas no comércio varejista baiano crescem 3,4 % em novembro
Siga nossas redes

Busque no site

Publicidade

Economia

Vendas no comércio varejista baiano crescem 3,4 % em novembro

As vendas no comércio varejista baiano cresceram 3,4% em novembro de 2019, na comparação com igual mês do ano anterior

Leitura: 3 minutos
Operação Natal Seguro do Ibametro fiscaliza venda de produtos natalinos. Foto: Camila Souza/GOVBA
Ilustração. Foto: Camila Souza/GOVBA

As vendas no comércio varejista baiano cresceram 3,4% em novembro de 2019, na comparação com igual mês do ano anterior. Essa taxa supera a média nacional, que registrou a expansão no volume de negócios de 2,9% em relação à mesma base de comparação, e acumula, de janeiro a novembro, avanço de 1,5% frente a igual período de 2018. Na análise sazonal, o comércio varejista no estado baiano foi positivo em 4,0%, melhor taxa nessa comparação desde novembro de 2018 (6,7%). Esses dados foram apurados pela Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – realizada em âmbito nacional – e analisados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria do Planejamento (Seplan).

“Importante ressaltar que este resultado é reflexo da melhoria no mercado de trabalho baiano. De acordo com os dados do IBGE, a Bahia gerou 3.958 novos empregos com carteira assinada em novembro. No acumulado do ano, até novembro, foram gerados 41.964 novos postos de trabalho, colocando a Bahia líder na geração de empregos no Nordeste, e na 5ª posição no cenário nacional”, ressaltou o secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro.

O resultado registrado para o varejo baiano nesse mês também se justifica pela proximidade das festas de final de ano, período em que alguns consumidores com a antecipação do décimo terceiro se preparam para as comemorações do Natal, ao aumento das vendas online, devido às promoções como a Black Friday que vem ocorrendo nos meses de novembro, e pela influência do efeito positivo da liberação do FGTS e PIS/PASEP.

Por atividade, os dados do comércio varejista do estado baiano, em novembro de 2019, quando comparados aos de novembro de 2018, revelam que cinco dos oito segmentos que compõem o indicador do volume de vendas registraram comportamento positivo. Listados pelo grau de magnitude das taxas em ordem decrescente, destacaram-se Móveis e eletrodomésticos (26,0%), Equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (21,0%), Combustíveis e lubrificantes (6,9%), Tecidos, vestuário e calçados (5,2%), e Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (1,5%). Nos demais segmentos, as variações foram negativas: Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (-0,8%), Outros artigos de uso pessoal e doméstico (-10,7%), e Livros, jornais, revistas e papelaria (-21,6%).

O comércio varejista ampliado, que inclui o varejo e mais as atividades de Veículos, motos, partes e peças e de Material de construção, apresentou crescimento nas vendas de 4,1%, em relação à igual mês do ano anterior. No acumulado dos últimos 12 meses, a variação ficou em 0,9%. O segmento Veículos, motos, partes e peças teve crescimento de 3,7% nas vendas em novembro de 2019, em relação à igual mês do ano anterior. Em relação ao segmento Material de construção, as vendas no mês de novembro foram positivas em 11,4%, na comparação com o mesmo mês de 2018. 

*Com Agência de Notícias

Veja também

Notícia

Na trend, trabalhadores compartilham os benefícios que recebem das empresas

Notícia

Estudo aponta que região da Lagoa Azul, em Porto Seguro, deveria ser transformada em unidade de conservação

Notícia

Bahia inicia emissão nesta terça-feira, (9). Só faltam mais dois estados para todo o país aderir ao documento

Notícia

A primeira via do documento é gratuita. A solicitação deve ser feita no portal ou aplicativo ba.gov.br

Publicidade

Publicidade