em

Mercado imobiliário tem perspectiva favorável com juros baixos e retomada do crescimento

Carteira assinada no Brasil é um dos fatores preponderantes

Ilustração. Foto: Arquivo Folha Geral/Freepik

O ano de 2019 não foi fácil para ninguém, mas os imóveis voltaram a se valorizar e  2020 promete ser de plena recuperação no setor imobiliário. Um ciclo de alta vem se instaurando após uma queda brusca nos últimos anos, devido às crises financeiras no país.

De acordo com a FipeZap, que avalia tendências do mercado imobiliário, 38% querem  adquirir um imóvel nos próximos três meses. Desse montante, 88% deseja comprar para moradia própria e 12% buscam investir. Uma das razões para as taxas de juros ficarem mais baixas está ligada à retomada dos empregos com carteira assinada no país. Com dinheiro no bolso, as pessoas voltam a sonhar em ter o seu apartamento próprio, seja para morar com sua família ou colocando o apartamento para alugar

Recuperação imobiliária 

Segundo especialistas da área, o ano de 2019 foi movimentado e considerado um período de consolidação para a reabilitação do mercado imobiliário. No ano passado, já estava aquecido, pois o índice de desemprego no Brasil ficou em 11,2%, um índice abaixo do registrado em 2018 (11,6%). 

Entender o mercado é muito simples: se as pessoas não têm emprego, não têm como investir em algo a longo prazo. Logo, o mercado imobiliário paralisa, não se movimenta. Com esse aquecimento na área, as empresas ficam mais confiantes e voltam a fazer novos edifícios e construções. 

Para se ter uma ideia, em 2018, a cidade de São Paulo estava com 28 mil unidades lançadas, e, em 2019, saltou para 42 mil. Isso mostra a volta do mercado imobiliário. Esses dados foram cedidos pela Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp), que compreendem os meses entre janeiro e outubro dos respectivos anos.

Apartamento para alugar

Muita gente tem vontade de comprar um apartamento e colocar para alugar. Os índices mostram um ambiente favorável para esse tipo de negócio. De acordo com o FipeZap, até novembro de 2019, o segmento teve uma valorização de 4,64%. Além disso, muitos querem obter renda com o aluguel, e realmente houve uma melhora no retorno. Segundo especialistas e experts da área, a expectativa será de alugar ao invés de comprar. Isso vai gerar um aumento de demanda e procura que irá abrir diversas oportunidades para quem quer ganhar dinheiro com locação de imóveis.

PUBLICIDADE


Patrocinador
Loading...
PUBLICIDADE
Ilustração. Foto: Arquivo/Folha Geral

É possível ter lucro usando o cartão de crédito? Saiba como!

Ilustração. Foto: Arquivo Folha Geral/Freepik

Fiocruz inaugura laboratório na Antártica