em

Como os jogos online deixaram de ser vilões durante a pandemia

O universo da internet é repleto de opções para os usuários em termos de entretenimento

(Foto: Divulgação)

Os jogos online já foram vistos como vilões no passado. Diversas pessoas jogavam e se viciaram na prática, sem contar com o apoio de instituições que pudessem ajudá-las. Atualmente, o panorama é outro. Hoje em dia existem organizações que auxiliam nesta questão, mas existe também uma gama de jogos muito mais interessantes.

Durante a pandemia, os internautas buscaram por mais opções de entretenimento pela internet. Desde redes sociais, até jogos online, foram buscados por quem estava fazendo quarentena, ou simplesmente por quem estava trabalhando remotamente. A principal razão disto acontecer foi a mudança da própria indústria de entretenimento frente à pandemia.

Indústria se adapta aos mais variados dispositivos

Com o aumento no uso de dispositivos móveis no Brasil, as empresas buscaram adaptar o layout de seus sites para as telas reduzidas dos smartphones e tablets. Opções de entretenimento, como o crypto casino, podem ser utilizadas facilmente usando o navegador, bem como aplicativos grátis.

As ferramentas que estão disponíveis para computador passaram a ser disponibilizadas também em dispositivos móveis. Atualmente, os jogadores encontram tudo o que precisam em termos de informações, bem como opções de jogos e layout, através de dispositivos móveis, os quais foram redesenhados pela indústria para ‘’rodar’’ esse tipo de jogo.

Além disso, as empresas do mundo dos jogos permitiram que as informações entre a conta do jogador, através do computador, estivessem também sincronizadas quando ele joga o seu jogo favorito usando um dispositivo móvel. Dessa maneira, a jogabilidade fica aprimorada, e as informações do usuário também ficam disponíveis para que a empresa saiba em qual parte do negócio deve investir.

Ainda no quesito dispositivos móveis, vale a pena destacar que os usuários podem baixar gratuitamente os seus apps favoritos. As lojas de apps permitem que eles encontrem as informações que precisam, possam baixá-los e, caso não gostem, simplesmente desinstalem de seus dispositivos.

Jogos também voltados para o aprendizado

Seja para o aprendizado, ou aprimoramento da língua inglesa, diversos jogos tomaram por base o conceito da gamificação para auxiliar no aprendizado de seus usuários, como se eles estivessem participando de um jogo com outras pessoas.

Alguns apps exploram o conceito de gamificação para que os seus usuários se sintam motivados a aprender mais, bem como a consumirem mais conteúdos. Essa prática vem sendo adotada ao longo dos últimos anos mas, com a pandemia, ganhou ainda mais espaço, devido ao aumento da procura de entretenimento online por parte dos usuários.

O universo da internet é repleto de opções para os usuários em termos de entretenimento. Tanto gratuitamente, quanto em versões pagas, é possível encontrar boas opções para se entreter em dispositivos móveis, bem como em computadores. 

Com o aumento no uso desses aplicativos, a tendência é que mais pessoas façam parte desse mundo. Além disso, as empresas possivelmente continuarão investindo no aprimoramento da experiência do usuário, para que se sinta ainda mais engajado e parte do universo ao qual acessa.

Ilustração. Foto: Pixabay

Mais de 60% da procura por passagens aéreas para as férias de julho são para destinos internacionais, aponta pesquisa

(Imagem ilustrativa/PxHere)

Entendendo o Transtorno Obsessivo-Compulsivo