Veja como fazer o cálculo de férias
Siga nossas redes

Busque no site

Publicidade

Dica

Veja como fazer o cálculo de férias

Este guia vai fornecer-lhe todas as informações necessárias, seja você um empregado querendo entender seus direitos ou um empregador buscando cumprir suas obrigações

Leitura: 3 minutos

As férias são um período aguardado ansiosamente por muitos trabalhadores. É um momento para descansar, recarregar as energias e passar tempo com a família e amigos. Mas, para desfrutar plenamente desse período, é essencial ter clareza sobre o cálculo de férias. 

Este guia vai fornecer-lhe todas as informações necessárias, seja você um empregado querendo entender seus direitos ou um empregador buscando cumprir suas obrigações.

O que é o cálculo de férias?

cálculo de férias é um procedimento usado para determinar o valor que o trabalhador deve receber durante o seu período de descanso anual. Este cálculo leva em conta vários fatores, como o salário do empregado, o tempo de serviço, e adicionais como horas extras e comissões.

Entendendo o direito a férias

Primeiro, é essencial entender que todo trabalhador com carteira assinada tem direito a férias após cada período de 12 meses de trabalho, conhecido como período aquisitivo. Após esse período, inicia-se o período concessivo, no qual as férias podem ser retiradas.

Cálculo do período de férias

O período de férias normalmente é de 30 dias. No entanto, ele pode ser fracionado em até três períodos, com algumas restrições:

De acordo com a legislação, as férias podem ser parceladas em até três partes. Uma delas deve ter no mínimo 14 dias consecutivos, e cada uma das partes não deve ter menos de cinco dias consecutivos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Quer anunciar? Clique aqui

Vejamos um exemplo de férias divididas em três períodos, considerando uma empresa com múltiplos projetos que necessita de um colaborador de forma contínua. A proposta da empresa poderia ser:

  • 1º período: 14 dias;
  • 2º período: 8 dias;
  • 3º período: 8 dias.

Esta divisão está de acordo com o artigo 134 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), permitindo ao profissional aceitar essa sugestão da empresa se assim desejar.

Já no caso de férias fracionadas em dois períodos, não há obrigatoriedade, mas sim a necessidade de um acordo mútuo. Um exemplo comum de fracionamento em dois períodos seria:

  • 1º período: 14 dias;
  • 2º período: 16 dias.

Importante ressaltar que esta é apenas uma entre várias configurações possíveis, desde que cada período tenha no mínimo cinco dias consecutivos. Assim, as férias fracionadas podem ser estruturadas de várias maneiras diferentes.

Remuneração das férias

A remuneração das férias é calculada com base no salário do empregado mais um terço constitucional. Se o empregado recebe comissões ou horas extras, esses valores também devem ser considerados.

Como calcular as férias

Agora, vamos ao que interessa: como realizar o cálculo de férias. Aqui está um passo a passo detalhado:

  • Identifique o Salário Base: Primeiro, determine o salário base do empregado.
  • Calcule o Adicional de Um Terço: Adicione um terço do salário base ao valor encontrado.
  • Inclua Remunerações Variáveis: Se aplicável, adicione comissões e horas extras médias.
  • Desconte Faltas Injustificadas: Se o trabalhador teve faltas não justificadas, elas devem ser descontadas proporcionalmente.
  • Resultado Final: O valor total será a soma desses elementos.

Exemplo prático

Suponha que um empregado recebe R$ 3.000,00 por mês, com uma média de R$ 500,00 em horas extras. O cálculo seria:

  • Salário Base: R$ 3.000,00
  • Terço Constitucional: R$ 1.000,00 (R$ 3.000,00 / 3)
  • Horas Extras Médias: R$ 500,00
  • Total: R$ 4.500,00

Considerações Finais 

Lembrando que é fundamental calcular as férias de forma precisa para evitar problemas trabalhistas. Além disso, é importante observar as regras específicas que podem variar de acordo com a legislação local e os acordos coletivos.

Entender o cálculo de férias é essencial para garantir que tanto empregados quanto empregadores estejam alinhados com as leis trabalhistas. Esperamos que este guia tenha esclarecido suas dúvidas e ajudado você a calcular suas férias de maneira eficaz e precisa.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Quer anunciar? Clique aqui

Especialista em publicações diversas. Sempre pronta para analisar as pautas, adaptar ou ajustar os conteúdos.

Veja também

Publicidade

Publicidade