Rodízio de veículos: entenda como funciona em SP
Siga nossas redes

Busque no site

Publicidade

Dica

Rodízio de veículos: entenda como funciona em SP

Para visitantes, esse sistema pode parecer um pouco confuso, mas fica mais fácil de entender depois que se conhece o funcionamento

Leitura: 3 minutos

O Programa de Restrição ao Trânsito de Veículos Automotores iniciou em 1997 na capital do estado de São Paulo. Seu principal objetivo é auxiliar com a mobilidade de uma das maiores e mais movimentadas cidades do país. O rodízio em SP promove uma restrição aos mais de 24 milhões de veículos que circulam pelo município.

Esse programa sofreu diversas atualizações até chegar no rodízio que conhecemos hoje. Já foram alterados os horários permitidos, dias de acordo com a placa do veículo, multas, fiscalização e outros pontos.

(Imagem ilustrativa/Freepik)
(Imagem ilustrativa/Freepik)

Como funciona o rodízio atualmente?

Para visitantes, esse sistema pode parecer um pouco confuso, mas fica mais fácil de entender depois que se conhece o funcionamento.

Basicamente, cada veículo só pode circular na área do centro expandido desde que não esteja nos horários e dias restritos. Essa restrição se dá de acordo com o último número da placa do veículo.

Os dias de funcionamento do programa são de segunda a sexta. Nas segundas, os veículos restritos são os com as placas terminadas em 1 e 2. Nas terças, 3 e 4. Nas quartas, 5 e 6. Já nas quintas, 7 e 8, e nas sextas 9 e 0.

Em relação ao horário, a restrição acontece das 7h às 10h e das 17h às 20h. Caso um veículo não autorizado seja encontrado pela fiscalização circulando nas áreas do rodízio, uma multa será aplicada.

Já em relação aos locais, os principais bairros envolvidos no programa são: Liberdade, Moema, Mooca, Belém, Brás, Pinheiro, Tatuapé, Bela Vista e Perdizes. Essas são as regiões que abrangem as principais vias do centro e algumas áreas do centro expandido da cidade.

Caso a residência do motorista seja em um desses bairros, o mais indicado é não circular com o veículo nos horários restritos para evitar multas. Já nos outros bairros, não existe problema nem possibilidade de multa devido ao rodízio.

Isenção no rodízio

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Quer anunciar? Clique aqui

Algumas regras do rodízio podem ser flexibilizadas para certas categorias de veículos e profissionais, como carros PCD, elétricos ou híbridos, automóveis de serviços públicos e/ou essenciais. Para conferir a lista completa das isenções, visite o site da Companhia de Engenharia do Tráfego de São Paulo (CET). 

Já os motoristas de outras cidades que circulam em São Paulo não são isentos do rodízio e podem ser multados caso transitem fora do período permitido.

Infrações e tolerância

Não existe tolerância para o rodízio. A partir do momento em que começa o horário estipulado, o veículo que não estiver estipulado para aquele dia poderá ser multado com uma infração média de R$130,16 e 4 pontos na CNH do motorista. Além disso, o motorista pode ser multado até duas vezes no dia caso desrespeite as regras nos dois horários (manhã e tarde). A aplicação pode ser realizada por vários órgãos diferentes.

Caso vá visitar a cidade, planeje-se e fique atento aos horários e às vias em que irá transitar para evitar possíveis problemas e multas desnecessárias.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Quer anunciar? Clique aqui

Colaboradora do Folha Geral - cada publicação é de responsabilidade da autora

Veja também

Tecnologia

Abaixo, apresento algumas dicas para prolongar a vida útil da bateria do seu celular

Dica

Muitos acidentes domésticos envolvendo energia poderiam ser evitados com medidas simples de prevenção

Dica

Antes de aderir a um plano de previdência privada, é essencial considerar aspectos como tipo de plano, rentabilidade e taxas cobradas

Notícia

Share via Facebook Like X Pinterest LinkedIn Digg Del Tumblr VKontakte Print Email Reddit Buffer Love This Weibo Pocket Xing Odnoklassniki iconOdnoklassniki WhatsApp Meneame...

Publicidade

Publicidade