em

Checklist básico de SEO: como criar conteúdos para serem encontrados pelo Google

As técnicas de SEO sempre passam por mudanças para se adequar aos mecanismos de buscas, mas seguir algumas ações básicas pode ser o primeiro passo para adaptar seu site; Confira

(Imagem ilustrativa/Freepik)

A internet é uma excelente fonte de pesquisa antes de consumidores realizarem compras — tanto online quanto em lojas físicas. De acordo com estudo realizado pelo SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), em 2019, nove em cada dez consumidores brasileiros com acesso à internet afirmaram ter o hábito de fazer pesquisas online antes de efetuar uma compra. Esse hábito existe por diversos motivos, seja para comparar os preços, saber mais sobre os produtos que deseja ou para encontrar lojas confiáveis, por exemplo.

Logo, criar conteúdos que sejam relevantes e que contribuam para sanar dúvidas dos usuários é um excelente passo para se aproximar deles e transformá-los em possíveis compradores. Mas, para que os usuários encontrem seu site, é preciso otimizar os conteúdos para que apareça nas buscas do Google — utilizando de técnicas de SEO (Search Engine Optimization).

(Imagem ilustrativa/Freepik)
(Imagem ilustrativa/Freepik)

Confira abaixo um checklist básico para criar conteúdos otimizados: 

Palavras-chave: o primeiro passo para começar uma estratégia de SEO é definir as palavras-chave — com elas, os buscadores saberão do que se tratam as páginas. Defina uma ou duas palavras-chave principais e trabalhe com elas e seus sinônimos no texto, tornando o conteúdo rico em informações e com encaixe natural das palavras. 

Títulos, URL e meta description otimizados: escreva títulos (title tag e headlines) que atraiam os usuários e utilize as palavras-chave neles para que, ao mesmo tempo que chame a atenção dos leitores, também contribua para o posicionamento nas buscas. 

Para uma URL ser mais amigável, ela deve ser curta e conter as palavras-chave. Prefira usar hífens para separar as palavras. Além disso, elabore boas meta descriptions — texto curto que aparece abaixo do link nas buscas, introduzindo o que a página aborda. 

Conteúdos originais: criar conteúdos originais e que sejam relevantes e estejam atualizados é algo que os buscadores, tendem a valorizar muito. Se possível, não copie conteúdos para que não seja penalizado pelo Google. Caso utilize outras fontes já existentes, busque fazer o uso da canonical tag para sinalizar ao Google que o conteúdo é original, evitando possíveis penalizações. 

Linkagem interna e externa: para deixar o conteúdo ainda mais relevante, mantendo os usuários por mais tempo no site, é importante fazer o uso de links internos, fazendo com que as páginas se completem. Enquanto isso, os links internos serão responsáveis para aumentar a autoridade do seu site perante ao Google, já que entende-se que quanto mais páginas de qualidade apontarem para seu site, mais valor ele possui.

Da Redação, com agência*

*Com Agência de Notícias
Envie seu conteúdo para análise editorial: redacao@folhageral.com.br
Conheça as condições em https://www1.folhageral.com/termos-e-condicoes

(Foto: Ascom PJBA)

TJBA suspende liminar que determinava retorno das aulas no Estado da Bahia

(Imagem ilustrativa/Pixabay)

Boletim Epidemiológico registra 63 óbitos por covid-19 na Bahia