Categorias
Turismo

Montando um mochilão: dicas para uma viagem de baixo custo

Quer viajar sem gastar muito? O mochilão pode ser o tipo de viagem ideal para quem gosta de conhecer novos lugares com preços razoáveis

Para não gastar muito e aproveitar ao máximo os destinos, muitas pessoas optam por fazer um mochilão dentro do Brasil. Os mochilões permitem que você conheça diferentes regiões do país e tenha um leque de atrações gratuitas ou de baixo custo para escolher. Este tipo de viagem é a alternativa ideal para quem quer viajar muito, de forma rápida e barata. 

O custo de um mochilão depende da quantidade de paradas e do perfil de cada lugar visitado. Com as devidas considerações, o custo de um mochilão pode sair, em média, entre R$100,00 e R$200,00 por dia de viagem. Com base neste cálculo, é possível programar uma boa viagem. 

Com o destino e as datas definidas, calcule o valor total da viagem. Não esqueça de colocar na ponta do lápis as passagens, hospedagem, alimentação, deslocamentos internos (se vai usar transporte público ou táxi para se deslocar nos destinos), passeios, saídas noturnas e eventuais compras. Faça as adaptações que achar necessárias para a viagem que está planejando. 

Não se esqueça também de abrir uma conta digital para conseguir acessar seu dinheiro de maneira simples, lembre-se que nem toda cidade que você incluir no seu roteiro terá uma grande variedade de agências bancárias. 

Antes de pegar a estrada é importante fazer um bom roteiro de viagem. O roteiro pode contemplar, por exemplo, diferentes regiões do país, dando ao viajante um bom conhecimento sobre as diferentes culturas presentes no país. Fazendo o planejamento certo, o mochilão te dará muitas experiências culturalmente ricas e divertidas, você não irá se arrepender.

Muitas pessoas relacionam este estilo de viagem com roteiros históricos, mas é possível fazer um roteiro adaptado para seus interesses. Visitando cachoeiras, parques nacionais ou até mesmo centros comerciais.

Existem muitos jeitos de se “mochilar”, e cada viajante tem sua preferência. Geralmente, os destinos são escolhidos pela facilidade de serem acessados através de estrada e trajetos de ônibus. Cada pessoa tem sua preferência, mas, por ser um estilo de viagem mais econômico, o deslocamento mais demorado permite uma liberdade maior na hora de adaptar os roteiros e as estadias. 

(Imagem ilustrativa/Freepik)

Dicas para um roteiro otimizado 

Organizar um roteiro de forma adequada é uma das etapas mais importantes para uma viagem bem sucedida. É importante conhecer bem os locais na hora de organizar seus dias. 

Reserve o “dia de viagem”, ou seja, o dia que você irá se deslocar de uma cidade para outra, que é um dia parcialmente perdido. Por isso, não lote este dia com atrações que deseja visitar, porque é bem provável que você não consiga visitá-los. 

Verifique com antecedência o dia mais indicado para visitar as atrações que pretende conhecer – e também os dias para evitar. 

Não fique chateado se tiver que deixar um lugar muito recomendado de fora do seu roteiro. Dificilmente temos dinheiro e tempo para conhecer todos os lugares que gostaríamos. Para evitar arrependimentos, procure o máximo de informações possível sobre os lugares antes de colocá-los no seu planejamento. 

Evite fazer do seu mochilão uma maratona. Além de acabar a viagem mais cansado do que começou, você perderá parte da experiência central do mochilão, que é realizar uma viagem mais profunda pelos destinos.

Sair da versão mobile