em de ,

10 coisas obrigatórias para qualquer turista em Salvador

Capital baiana possui museus, lindas praias e belos monumentos históricos

Elevador Lacerda - Salvador - Bahia. Foto: Adamy Gianinni/Folha Geral
Pelourinho - Salvador - Bahia. Foto: Adamy Gianinni/Folha Geral
Pelourinho – Salvador – Bahia. Foto: Adamy Gianinni/Folha Geral

O verão é uma ótima oportunidade para conhecer o Nordeste brasileiro, repleto de belas praias e uma atmosfera encantadora. Salvador, assim como qualquer outra grande cidade, tem muitos problemas estruturais, mas, apesar disso, tem diversos encantos e atividades imperdíveis. Se você já decidiu visitar a capital baiana e está com as passagens aéreas para Salvador em mãos, é hora de saber os lugares obrigatórios (ou quase isso) que você precisa conhecer. Tem muitos clichês, sim, mas os pontos turísticos mais badalados o são por algum motivo. Confira:

1. Praias

Essa dica é genérica, mas tem um motivo: a capital baiana é um reduto de belas praias nordestinas e com vistas paradisíacas. Se você quer um local com lindas piscinas naturais, vá à Praia do Flamengo. Já no caso de vislumbrar uma paisagem encantadora, o destino pode ser a Praia do Porto da Barra, uma das mais visitadas pelos turistas por causa da vista para a Ilha de Itaparica. Aproveite para comer as iguarias típicas da região, tomar água de coco e apreciar o picolé Capelinha, de produção local.

2. Pelourinho

Essa dica realmente não poderia faltar na lista, dada a expressividade do local. O Pelourinho fica na parte central da cidade e concentra as principais atividades turísticas da capital baiana, incluindo museus, galerias e igrejas, sem contar os casarões coloridos do período colonial. Ir a Salvador e não visitar o Pelourinho é um desperdício. Aproveite essa oportunidade e traga boas lembranças para casa.

3. Casa de Jorge Amado

Quer conhecer a história de um dos principais escritores brasileiros? Então vá à casa de Jorge Amado, no Rio Vermelho. Você levará um tempo para explorar o local – talvez até mais de duas horas para se aprofundar na história do escritor baiano. É dele o importante livro Capitães da Areia, exigido em vários vestibulares como leitura obrigatória até hoje. Dona Flor e Seus Dois Maridos e Gabriela, Cravo e Canela são outras obras de sucesso e que foram adaptadas para o mundo do audiovisual.

4. Mercado Modelo

O Mercado Modelo é considerado o maior shopping de artesanato do Brasil. O local reúne cerca de 263 lojas que vendem artesanato e diversos outros itens típicos da região. Pimentas, cerâmica, berimbau, doces… Tudo isso e muito mais você pode encontrar nessa feirinha tradicional, parada obrigatória para os turistas. De quebra, você pode levar algum produto por um preço muito em conta. Se quer trazer uma lembrancinha para casa, cogite seriamente visitar o Mercado Modelo quando for a Salvador.

5. Elevador Lacerda

Esse local é um dos mais tradicionais da capital baiana e também não poderia faltar na lista. Ele fica em frente ao Mercado Modelo e liga a cidade baixa à cidade alta. Pode ser que você não fique tão impressionado, mas vale subir os 72 metros e observar a paisagem de lá de cima. A construção é emblemática e foi inaugurada em 1873. Diariamente, o Elevador chega a transportar cerca de 28 mil pessoas.

6. Museu da Misericórdia

Esse museu tem um bom acervo datado dos séculos 17 e 18, com documentos, obras de arte e mobiliário da época. Fica localizado no prédio da primeira Santa Casa de Misericórdia do Brasil. É o típico passeio para você aprender um pouco de história, além de poder conhecer as dependências do antigo hospital. As visitas são guiadas e pagas, custando 6 reais para o turista.

7. Basílica do Senhor do Bonfim

Essa já é conhecida por muitos. Afinal, quem nunca ouviu falar das famosas fitinhas do Senhor do Bonfim? Esse ponto turístico é tradicional e um dos monumentos mais respeitados da cidade. Durante todo o ano ocorrem festividades e eventos simbólicos, como a lavagem das escadarias. Mesmo se você não for religioso, vale a visita para conhecer essa imponente construção baiana.

8. Igreja e Convento de São Francisco

Essa também é uma construção icônica e com uma beleza indiscutível. A começar pelo seu título: já foi considerada uma das Sete Maravilhas de Origem Portuguesa no Mundo. Por dentro, é toda coberta de ouro, e o teto, repleto de pinturas religiosas. De novo: mesmo se você não for religioso, vale a visita para entender o simbolismo do local e apreciar a bela construção. A visita é paga, mas não tem guia.

9. Fortes

Durante os séculos 16 e 19, foram construídos diversos fortes nas capitais nordestinas, e Salvador foi uma dessas cidades. Os monumentos permanecem de pé até hoje e são visitados por diversos turistas para aproveitar belas vistas e conhecer uma boa parte da história da capital baiana e da colonização. Algumas recomendações são o Forte Santo Antônio, datado de 1536 e considerado o primeiro forte construído no Brasil; o Mont Serrat, com belas vistas para a cidade; e o Forte São Marcelo, onde também estão os museus do Forte, Memória do Mar e Memórias da Cidade.

10. Palácio Rio Branco

Esse prédio foi sede do governo geral entre 1549 e 1763. O edifício, infelizmente, sofreu um bombardeio em 1912. Apesar disso, foi reconstruído em 1919 e permanece em pé até hoje, sendo muito visitado pelos turistas. O local pode render boas fotos.

Elevador Lacerda - Salvador - Bahia. Foto: Adamy Gianinni/Folha Geral
Elevador Lacerda – Salvador – Bahia. Foto: Adamy Gianinni/Folha Geral

Da Redação

FOLHAGERAL.COM é um jornal do interior da Bahia conhecido no Brasil e no mundo por abordar assuntos do cotidiano nacional e internacional, tendo como foco notícias sobre famosos, diversão e entretenimento.
Saiba mais: https://www1.folhageral.com

homem preocupado, sem tempo, com óculos nas mãos

Sem tempo para paquerar? Confira apps de paquera para os “workaholics”

Sala pé diabético

Governo da Bahia implantará 200 salas para o tratamento de pé diabético nos municípios