em

Conheça as maneiras mais seguras de armazenar seus arquivos pessoais

É preciso garantir que nada será perdido ou roubado

(Imagem ilustrativa/Freepik)

Nunca foi tão fácil ter um grande número de fotos, vídeos, documentos e todo tipo de arquivo pessoal digitalizado. Com dispositivos que nos dão a possibilidade de registrar cada momento e eternizar cada dia, as memórias dos nossos eletrônicos se tornaram quase que extensões das nossas próprias memórias.

O problema de registrar tantos momentos e de ter todos os tipos de arquivos pessoais é a falta de espaço nos dispositivos eletrônicos e a dificuldade para encontrar métodos de armazenamento que sejam realmente seguros. É preciso garantir que nada será perdido ou roubado.

Para a entender como melhorar a segurança do armazenamento dos arquivos pessoais, conversamos com especialistas em informática que apontaram algumas excelentes soluções para que os dados não sejam perdidos, nem roubados:

Para arquivos acessados com frequência, use um SSD

O SSD é um novo tipo de hardware de armazenamento que vem substituindo o HD nos computadores mais modernos. Ele é mais durável, pode alcançar maiores capacidades e não sofre com tantos erros quanto o seu antecessor.

Também é possível ter um SSD externo, o que é ideal para quem sempre acessa os dados armazenados. Ele pode ficar diretamente conectado ao computador e te permitirá ter todos os arquivos desejados com grande velocidade.

(Imagem ilustrativa/Freepik)
(Imagem ilustrativa/Freepik)

Se os arquivos ficaram inativos, opte pelo HD externo

Elen Gonçalves, especialista em informática do site Tech Reviews, afirma que o HD externo apresenta mais erros quando em atividade, mas tem maior durabilidade do que um SSD se armazenado em uma gaveta e desligado por vários anos.

Para manter dados inativos em um lugar fechado por um longo período de tempo, portanto, o HD externo é a melhor opção. Você pode pegá-lo após anos de inatividade e seus antigos arquivos ainda estarão seguros.

Tenha cuidado ao usar a nuvem

O armazenamento em nuvem é muito procurado por dificilmente perder dados, uma vez que fica em servidores remotos, e pela capacidade irrestrita, por mais que ela venha com custos financeiros.

Mas por outro lado, roubos de dados acontecem e você precisa estar bem protegido. Use senhas seguras, acerte nas configurações de segurança e não acesse as suas contas de qualquer lugar. Arquivos muito pessoais, como fotos íntimas, não devem ser armazenados na nuvem.

Faça backup de tudo

Dentre os erros mais comuns que as pessoas cometem ao armazenar seus arquivos, podemos destacar não fazer backup de tudo ou fazer backup no mesmo disco ou serviço que já guarda os originais.

É importante que seus arquivos estejam pelo menos em dois discos ou serviços diferentes, por exemplo, um serviço de armazenamento em nuvem e um HD externo. Assim, caso um deles apresente problemas e perca os dados, você ainda terá uma cópia segura e salva.

É importante cuidar dos dados armazenados

Mesmo que você guarde os seus dados em um HD externo robusto e de marca de confiança, não é recomendado apenas esquecê-lo em uma gaveta. Limpe-o com frequência e o coloque para rodar. No caso de um SSD, é ideal mantê-lo conectado ao computador.

Apesar de menores e mais portáteis, opções como pen drives e cartões de memória são mais antigas e nunca devem ser a única forma de armazenamento de um arquivo.

(Imagem ilustrativa/Freepik Premium)

Balanço realizado pela Catho revela as vagas que mais cresceram no primeiro semestre do ano

Ilustração. Foto: Divulgação

Governo da Bahia anuncia retorno das aulas na rede estadual de ensino