Categorias
Saúde

Teste do Pezinho: o exame gratuito e obrigatório que salva vidas

O Teste do Pezinho é um exame que permite identificar doenças graves no recém-nascido. Dados do Instituto de Pesquisas, Ensino e Diagnósticos (IPED/APAE) de Campo Grande revelam que a taxa de cobertura do teste não alcança 90% das crianças nascidas no Sistema Único de Saúde (SUS). Em 2018, essa taxa chegou a 85,6%, mas ainda longe do ideal que é 100%. O teste é obrigatório por lei e tem sua coleta assegurada pelo SUS de forma gratuita.

O procedimento é feito a partir de gotas de sangue coletadas no calcanhar do bebê e é essencial para ajudar na identificação de patologias como o hipotireoidismo congênito, quando a glândula tireoide do recém-nascido não é capaz de produzir quantidades adequadas de hormônios; a fenilcetonúria, que é uma doença relacionada ao metabolismo; e as hemoglobinopatias, que são doenças que afetam o sangue, como o traço falcêmico e doença falciforme.

“O exame é fundamental para rastrear algumas enfermidades e iniciar o tratamento com brevidade. A orientação é que o recém-nascido deixe a unidade hospitalar já com teste realizado”, explica o pediatra e professor de Medicina da Unime, Hans Greve. “Caso alguma alteração seja identificada, são feitos exames complementares para a precisão do diagnóstico”, complementa.

O exame pode ser realizado entre o terceiro e sétimo dia de nascimento. De acordo com Hans, não é recomendada a realização antes das 48 horas de vida. “Esse prazo é o ideal porque algumas alterações ocorrem e podem ser identificadas após dois dias de vida. Antes deste período o corpo do bebê ainda está ordenando suas funções metabólicas. Entretanto, não se deve atrasar o teste para evitar futuras complicações”, avisa. Com o resultado em mãos, o Teste do Pezinho poderá ser apresentado na primeira consulta com o pediatra, geralmente, nos primeiros 15 dias de vida.

(Imagem ilustrativa/Freepik)

Ampliação das doenças rastreadas

Recentemente, foi sancionada a lei nº 14.154, que amplia para 14 o grupo de doenças rastreadas pelo exame, podendo identificar até 53 enfermidades. A implementação será feita em cinco fases, de forma escalonada e será regulada pelo Ministério da Saúde. “Essa decisão é muito benéfica porque conseguirá avaliar doenças raras, geralmente de difícil diagnóstico”, destaca o especialista.

As etapas vão abranger na primeira fase a detecção de excesso de fenilalanina e de patologias relacionadas à hemoglobina (hemoglobinopatias), além do diagnóstico para toxoplasmose congênita. Doenças como galactosemias, aminoacidopatias, distúrbios do ciclo da ureia e distúrbios da beta oxidação dos ácidos graxos serão analisadas em uma segunda etapa do plano. Exames para doenças lisossômicas, testagem para imunodeficiências primárias e diagnóstico para atrofia muscular espinhal serão contemplados nas etapas seguintes.

*Colaboração de Juliete Neves

Categorias
Saúde

Álcool e os seus riscos para diferentes tipos de câncer

O excesso no consumo de bebida alcoólica traz muitos malefícios para a saúde e um deles é o câncer. De acordo com um estudo publicado na revista científica The Lancet Oncology em 2021, mais de 4% de todos os novos casos da doença foram relacionados ao consumo de álcool e com o cenário de pandemia, observamos que o consumo só cresceu.

Pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro do Fígado (Ibrafig) mostra que 55% da população brasileira tem o hábito de consumir bebidas alcoólicas, sendo que 17,2% delas declararam aumento do consumo durante o isolamento social, associado a quadros de ansiedade graves.

“O álcool é um fator de risco para algumas enfermidades, podendo agravar o quadro de saúde de pacientes com predisposição a determinadas doenças. “O uso em excesso de bebidas alcoólicas pode aumentar a incidência, inclusive, para alguns tipos de câncer e os mais comuns deles podem ocorrer na boca, faringe e regiões intestinais”, detalha Lygia Tinoco, oncologista e professora do curso de Medicina da Faculdade Unime.

A especialista destaca que o álcool causa danos ao corpo. “O álcool causa reações que podem impedir o organismo de restaurar estruturas celulares comprometidas. Essa alteração no funcionamento corporal pode contribuir para o surgimento de células cancerígenas”.

A médica afirma que o álcool causa um processo inflamatório no fígado, o que pode levar à cirrose, processo no qual o órgão perde suas funções pela fibrose causada pela doença. “Esta inflamação é crônica, ocasionada pela metabolização hepática do álcool. Com o passar do tempo essas lesões impedem a regeneração das células e a circulação sanguínea, causando fibrose do tecido hepático”, alerta a especialista.

Tinoco destaca a importância do diagnóstico e o tratamento precoce capazes de regredir as lesões provocadas pela doença. “O acompanhamento médico preventivo é essencial para retardar as principais sequelas, além de cuidar da alimentação e evitar hábitos prejudiciais”, acrescenta.

A prevenção é a melhor saída. Confira algumas dicas e hábitos saudáveis elencados pela oncologista que devem ser adotados no dia a dia:

• Faça atividade física na maioria dos dias da semana;
• Tenha uma alimentação rica em fibras (frutas, vegetais e grãos) e pobre em gorduras animais;
• Não fume;
• Evite o consumo de bebidas alcoólicas;
• Realize exames preventivos;
• Havendo casos de câncer ou doença de intestino na família, avise seu médico.

*Colaborou Juliete Neves

Categorias
Saúde

Treinamento parental favorece a rotina de pessoas com autismo

Pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) apresentam uma disfunção de desenvolvimento cerebral e psicológico. Apesar de parecer um diagnóstico assustador em um primeiro momento, é importante entender que o TEA é muito amplo, e o acompanhamento de uma equipe especializada deve ser prioridade.

Nessa hora, contar com uma equipe interdisciplinar, transdisciplinar e/ou multidisciplinar ajudará não apenas o indivíduo com TEA, mas também a própria  família durante esse processo, por meio de treinamento parental.

Importância da capacitação dos responsáveis, pais e cuidadores

O treinamento parental se baseia na aplicação de formas funcionais de interação para que a qualidade de vida e do relacionamento entre indivíduos e família seja preservada, bem como não ocorram perdas no processo evolutivo do tratamento.

O treinamento parental propicia aos pais, responsáveis e à pessoa com autismo:

  • Melhor interação e convívio familiar;
  • Continuidade aos processos evolutivos do tratamento;
  • Capacitação nos cuidados e atenção à pessoa com autismo;
  • Ganho de autonomia do indivíduo autista;
  • Maior capacidade de administração de situações atípicas;
  • Intensidade dos treinamentos com a pessoa autista;
  • Aumento do vínculo entre pessoa autista e seu cuidador, em especial os pais.

Mesmo nessas circunstâncias, deve-se levar em consideração as especificidades de cada contexto familiar. Saber agir de forma respeitosa, respeitar o tempo e os níveis de TEA, reconhecer as singularidades do indivíduo, treinar o olhar do cuidador para essas especificidades são alguns dos objetivos a serem alcançados por meio do treinamento parental.

Categorias
Saúde

Dose única de vacina de HPV pode solucionar a baixa cobertura no Brasil

Por ser um dos vírus que possui maior alcance, o HPV (Papilomavírus Humano) conseguiu se disseminar entre os seres humanos. Sua forma de transmissão, na maior parte das vezes, é por via sexual. Com isso, presume-se que, 80% da população sexualmente ativa, até os 45 anos de idade, terão, em algum momento no decorrer de sua vida, se contaminado com ele.

Uma infecção por HPV, na maioria das vezes, é eliminada pelo sistema imune sem causar nenhum sintoma. Porém, na minoria das vezes em que isso não ocorre, o HPV poderá provocar o aparecimento de verrugas genitais, diferentes tipos de câncer, como de pênis, colo de útero, ânus, vulva, garganta e boca.

(Imagem ilustrativa/Freepik)

Vacina HPV

A camisinha é um tipo preventivo do HPV, mas também há vacina. O SUS oferece, de forma gratuita, a quadrivalente que protege contra os 4 tipos de vírus HPV mais comuns no Brasil. Ela atua estimulando a produção de anticorpos necessários para combater o vírus. 

Esta vacina é aplicada na forma de injeção. É oferecida para:

  • Meninas de 9 a 14 anos;
  • Meninos de 11 a 14 anos;
  • Meninas e mulheres de 9 a 45 anos, e meninos e homens de 9 a 26 anos, que tenham HIV ou AIDS, ou que receberam transplante de órgãos, de medula óssea e pessoas em tratamento contra o câncer. Nesses casos, é necessário a apresentação de receita médica.

A máxima proteção vacinal é obtida quando as doses são aplicadas antes de uma infecção por HPV. No entanto, a vacina não trata a infecção pelo HPV. Neste caso, o ideal seria fazer o tratamento do HPV indicado pelo médico.

Dose única 

Os dados divulgados em relatório da Sociedade Brasileira de Imunizações, desde 2013, quando a vacina contra HPV foi introduzida ao Programa Nacional de Imunizações, a meta de cobertura vacinal mínima só foi atingida pela primeira dose entre as meninas. 

Essa baixa revela uma impossibilidade na redução completamente satisfatória nos casos de câncer causados pelo HPV, sendo necessário vacinar, no mínimo, 4 em cada 10 meninos no Brasil. 

Porém, uma notícia na última semana foi a mudança nas recomendações da OMS sobre a vacinação contra HPV. Um grupo de especialistas em imunização do órgão concluiu que, em crianças, a vacinação com apenas uma dose, já é capaz de induzir uma proteção contra o HPV.

Por enquanto, no Brasil as recomendações ainda não mudaram. Mas com essa mudança, um mesmo lote de doses de vacina poderá imunizar o dobro de crianças, o que é especialmente interessante nos países mais pobres, justamente os mais acometidos pelos cânceres relacionados ao HPV.

Categorias
Saúde

6 dicas para higienizar corretamente as peças íntimas

(Imagem ilustrativa/Freepik)

Saber fazer uma boa limpeza de suas roupas íntimas, como calcinha e sutiã, pode ser algo simples, mas é fundamental para garantir sua saúde íntima. A partir do momento que você lava bem sua calcinha você pode evitar doenças bacterianas e infecções mais graves. Por isso, separamos aqui seis dicas importantes que não podem faltar na sua rotina para garantir uma boa saúde.

Não use máquina para lavar roupas íntimas

Uma calcinha usada pode conter micro-organismos transmissíveis. Por isso, é importante não usar a máquina para lavar sua calcinha. A calcinha deve ser lavada separadamente em água corrente e de preferência com sabão neutro ou bactericida.

Os ginecologistas orientam que se deve evitar o sabão em pó e o amaciante. Eles possuem muitas substâncias químicas, que podem causar alergia, e até mesmo uma candidíase de repetição.

Registro de chuveiro não é varal

Lavar calcinha durante o banho é algo bastante comum. As mulheres querem aproveitar o tempo no banho para lavar a calcinha embaixo do chuveiro, mas especialistas não recomendam essa prática. O banheiro é um dos locais da casa que tem mais germes.

O problema maior está na hora de secar a calcinha, já que as mulheres, acabam pendurando no box ou na torneira do chuveiro. E são esses locais, com muita umidade, que favorecem a propagação de fungos e bactérias. Coloque as calcinhas para secar ao sol ou em locais arejados.

Vinagre para higienizar calcinhas

Se você quer fazer uma limpeza profunda de sua calcinha use um balde com água e coloque seis colheres de sopa de vinagre branco e uma medida de sabão em pó. Deixe as calcinhas neste balde por 30 minutos e depois lave normalmente. Inclusive o vinagre branco tira manchas de sangue seco e mata microorganismos.

Seque bem antes de guardar sua calcinha

Depois de higienizar sua calcinha certifique-se que ela esteja bem seca, antes de guardar nas gavetas. Se você guardar uma peça mais úmida isso vai facilitar o desenvolvimento de mofo e provocar a proliferação de bactérias.

Nunca use calcinha que não seja a sua

Se você dormiu na casa de uma amiga e esqueceu de levar uma nova calcinha nem pense em pedir uma calcinha emprestada para sua amiga. Mesmo que ela lave a calcinha direito é uma peça que fica em contato com uma região muito íntima, que pode conter restos de secreções. Nesse caso, o melhor é pedir para sua amiga um absorvente e colocar na sua própria calcinha.

Calcinha com forro de algodão evitam fungos

Por último, uma dica importante das ginecologistas. Use calcinha de algodão ou com forro de algodão para que o corpo respire na região íntima. Evite dormir com calcinha. O calor e a umidade são muito propensos para a criação de fungos. Estas são dicas simples, para higienizar e cuidar das suas roupas íntimas, que podem melhorar a saúde íntima.

Categorias
Saúde

Mudança de tempo favorece o aparecimento de infecções virais, como a conjuntivite

(Imagem ilustrativa/Freepik)

A chegada das temperaturas mais frias e as constantes mudanças de tempo decorrentes destes períodos chuvosos, podem favorecer o aumento de infecções virais e doenças respiratórias. Entre elas, são comuns as conjuntivites virais – inflamação da conjuntiva aguda altamente contagiosa, geralmente causada por um adenovírus, e que está frequentemente associada com as contaminações das vias aéreas superiores, como gripe, resfriado, rinite, faringite, o que acaba facilitando o desenvolvendo da síndrome faringoconjuntival. De acordo com o oftalmologista do Sistema Hapvida,  Dr. Breno Leão, apesar de ser mais transmissível, a conjuntivite viral é mais branda e sua sintomatologia costuma ser mais rápida do que a bacteriana. 

Segundo o médico, a forma de contaminação acontece através do ar ou por meio de objetos infectados. As manifestações clínicas mais comuns incluem olhos vermelhos e lacrimejantes, coceira, sensação de areia ou ciscos, pálpebras inchadas e grudadas ao acordar, secreção esbranquiçada e hipersensibilidade à luz. Para o especialista, a prática de hábitos saudáveis, a exemplo de manter as mãos bem higienizadas, é uma das principais medidas de prevenção para muitas doenças. 

Além disso, o uso de máscaras, sobretudo neste período, é uma medida efetiva para se evitar as doenças de vias respiratórias. “Com a proximidade do inverno, a mudança climática provoca alteração na imunidade e favorece a proliferação de diversos vírus e bactérias”, esclarece Leão, ressaltando ainda a importância de evitar compartilhar objetos como travesseiro, toalha, lençol e manter a distância de pessoas contaminadas. 

O diagnóstico da conjuntivite viral deve ser feito idealmente por um especialista da área no consultório oftalmológico, que utiliza um aparelho chamado lâmpada de fenda para detectar alterações conjuntivas que são típicas das infecções virais. “Com este aparelho conseguimos fazer uma análise mais aprofundada nas características da conjuntivite”, explica Dr. Breno Leão. No entanto, o médico clínico ou pediátrico também é capaz de identificar a doença. Conforme o especialista, o tratamento inicial para alívio dos sintomas deve ser por meio do uso de colírio antiinflamatório e lubrificante, compressas com soro  ou água gelada e higiene duas ou três vezes ao dia com sabonete neutro.

*Colaboração de Tainara Carvalho

Categorias
Saúde

Alimentos que prejudicam os dentes: saiba quais evitar!

Cuidar da saúde bucal vai muito além de escovar os dentes ou usar fio dental. Para garantir dentes mais saudáveis, existem outros pontos que são super importantes e que fazem toda a diferença. Um deles é alimentação. 

Claro que ter uma rotina balanceada é bom para o organismo todo e é essencial para manter o bom funcionamento do nosso corpo. 

No entanto, muita gente acaba não prestando atenção nesses detalhes, que são capazes de evitar vários danos e doenças bucais.
Neste artigo, vamos te apresentar quais são os alimentos que prejudicam os dentes e quais você precisa incluir no seu cardápio, para que seu sorriso fique sempre saudável.  Confira as dicas abaixo!

Bebidas escuras 

Qual foi a primeira bebida escura que veio à sua mente? Provavelmente, o café. O queridinho dos brasileiros tem seus benefícios, mas para os dentes pode trazer alguns danos.

O pigmento escuro no café ou nos refrigerantes e vinhos em geral, podem escurecer o seu sorriso caso você tenha um consumo excessivo desse tipo de bebida. 

Caso você tenha um hábito de ingerir com muita frequência tanto o café quanto essas outras bebidas e ainda não vai ao dentista regularmente, é bem provável que você recorra a um clareamento dental em algum momento.

Não há problema nenhum em clarear os dentes, mas até quando você realiza esse procedimento no dentista, é preciso dar uma pausa no hábito, já que ele pode impedir que exista um clareamento significativo no seu sorriso.

Bebidas cítricas / Ácidas

Uma alimentação balanceada é composta por verduras, legumes e principalmente frutas. Porém, até o consumo de algumas frutas em excesso pode prejudicar o seu sorriso.

De fato, as frutas são ricas em vários nutrientes, como vitaminas e fibras super importantes para o nosso corpo. No entanto, a acidez de frutas como limão, laranja, abacaxi, pode ter um nível de acidez que não são benéficos para os dentes.

A acidez em excesso pode causar um processo erosivo nos dentes, provocando complicações e desgastes no sorriso.

Dessa forma, não é necessário a exclusão desse tipo de alimento, mas sim uma maior atenção ao ingeri-los. É preciso sempre não exagerar no consumo e escovar os dentes após a refeição.

Doces e Alimentos ricos em Açúcar

Se você é uma pessoa que ama doces e vive consumindo alimentos assim no seu dia a dia, esse é o momento de refletir e de rever esse consumo. 

Os alimentos com alto teor de açúcar como balas, chicletes, bolos e sobremesas, são bons para o paladar, mas para a sua saúde bucal podem ser muito prejudiciais.

O açúcar desses alimentos ao chegar na boca são transformados em ácidos, o que propicia a corrosão do esmalte do dente, que protege o seu sorriso das doenças bucais. 

Neste sentido, a recomendação é comer os seus doces favoritos com moderação e principalmente consciência, ou seja, sem esquecer de escovar os dentes e usar o fio dental depois. 

Bebidas Alcóolicas

Já foi comprovado cientificamente que o álcool, quando consumido em excesso, pode sim fazer muito mal para a saúde do nosso corpo.

No entanto, apesar de parecer que o ingrediente tem um impacto maior em outras funcionalidades do corpo, a nossa saúde bucal também pode estar sendo sabotada ao consumir esse tipo de bebida.

O álcool inibe a hidratação e consequentemente a produção de saliva na boca, o que faz a boca ficar ressecada e desequilibra a reposição dos minerais do dente. O ambiente é perfeito para o acúmulo de bactérias, que se aproveitam do momento para se proliferar.

Portanto, não é só o seu fígado que fica feliz quando você intercala o seu drink com um copo d’água. Manter o corpo hidratado enquanto bebe também auxilia também o seu sorriso a se manter saudável.

Alimentos muito duros

Quando nossos dentes estão saudáveis, eles possuem resistência e dificilmente quebram. No entanto, alguns alimentos podem ser duros demais. Numa simples mordida, você pode ficar com um dente quebrado, o que é um grande transtorno.

Alimentos como milho de pipoca, algumas oleaginosas como a castanha do Pará ou até mesmo o doce pé de moleque podem causar esse tipo de problema. Sem falar das balas, que além do açúcar, podem ser difíceis de morder, sobretudo para crianças. É preciso ter bastante cuidado. 

(Imagem ilustrativa/Freepik)

Devo evitar os alimentos ruins?

Nenhum alimento faz mal de maneira isolada. A recomendação é apostar sempre no consumo equilibrado e consciente do que se come e bebe, para que você possa se cuidar da melhor maneira possível. 

Entre os alimentos que prejudicam os dentes que listamos, todos estes só conseguem ter um efeito danoso no seu sorriso se você não souber como higienizar o seu sorriso de maneira eficaz.

Escovar os dentes e ter o hábito de usar o fio dental pode te auxiliar sempre, para que você não sofra com algumas consequências decorrentes por conta dos alimentos.

Para quem usa aparelho ortodôntico, o cuidado precisa ser redobrado, principalmente no caso do aparelho fixo, que possui fio metálico e os bráquetes. 

Neste tipo de tratamento, além dos restos de alimentos terem mais facilidade para se alojar entre os dentes, é possível ainda quebrar o aparelho com certos alimentos.

Neste sentido, o aparelho transparente foi feito justamente para resolver esse problema de quem coloca o aparelho. 

“Sem os bráquetes, sem fio metálico e sem a necessidade de fazer as refeições com os alinhadores na boca,o paciente não se preocupa se o aparelho vai quebrar. Além disso, a higienização também é bem mais fácil”, explicou a dentista Dr. Gabe Prado, da SouSmile, startup especializada em tratamento ortodôntico com o aparelho invisível.

Alimentos que fazem bem para os dentes

Já que trouxemos uma lista dos alimentos que prejudicam os dentes, é fundamental também alertar sobre os alimentos que melhoram a saúde bucal. 

São eles: vegetais ricos em fibras, leite e derivados, chás, legumes como pepino, cenoura etc.

As fibras contidas nesse tipo de alimento são essenciais, já que ao contrário de outras substâncias, o nutriente promove uma maior salivação. O ácido formado pelas bactérias é neutralizado, impedindo o desgaste dos dentes.

*Colaboração de Aline Silva

Categorias
Saúde

Dormir mal à noite, aumenta gordura ligada a doenças cardiovasculares

Embora cada indivíduo tenha um organismo diferente, recomenda-se uma noite de sono entre sete e nove horas por dia. Sabemos, no entanto, que nem sempre isso é possível, por vários motivos. Uma noite mal-dormida pode acarretar diversos efeitos negativos no dia seguinte: mau humor, cansaço e sonolência, para citar apenas alguns. 

Como se os efeitos já conhecidos não bastassem, um novo estudo descobriu que o sono insuficiente está ligado a um aumento no acúmulo de gordura abdominal. A pesquisa, que contou com 12 voluntários saudáveis e não obesos, durante um período de 21 dias, chegou à conclusão que a falta de sono suficiente estava ligada a um aumento de 9% na área total de gordura abdominal e um aumento de 11% na gordura visceral abdominal. 

Enquanto a gordura é normalmente depositada sob a pele, não dormir o suficiente pode movê-la mais profundamente para as áreas viscerais ao redor dos órgãos, dizem os pesquisadores, onde ela pode potencialmente causar mais danos. Esse tipo de gordura visceral que se acumula no interior do abdômen em torno dos órgãos internos está diretamente relacionada ao risco de doenças cardiovasculares e metabólicas.

O resultado da pesquisa, que foi conduzida pelos pesquisadores da Mayo Clinic, nos Estados Unidos, foi publicado no periódico científico Journal of the American College of Cardiology.

Os voluntários da pesquisa foram divididos em dois grupos, sendo que um grupo dormia nove horas por noite e o outro, apenas quatro horas, ao longo de duas semanas. Os testes foram repetidos três meses depois, com os participantes trocando de grupo.

Além das diferenças no acúmulo de gordura visceral, os pesquisadores notaram que os participantes que estavam dormindo menos também estavam consumindo em média mais de 300 calorias extras por dia, ingerindo cerca de 13% a mais de proteína e 17% a mais de gordura. O gasto de energia permaneceu praticamente o mesmo.

Ao longo do estudo, a equipe monitorou a ingestão e o gasto de energia, o peso e a composição corporal, a distribuição de gordura (incluindo gordura visceral) e os biomarcadores de apetite.

Sabemos que a medicina já descobriu que dormir o suficiente é importante para as funções cerebrais, como a memória, e para uma série de outras razões de saúde física e mental. O que este estudo inédito ajuda a mostrar é que também pode haver muitos efeitos em termos de outros riscos à saúde.

Categorias
Saúde

Como o bruxismo pode afetar a sua vida?

Você já percebeu se quando está concentrado em alguma coisa, começa a “morder o nada” ou ranger os dentes? Muitas pessoas já passaram por essas experiências e muitas das vezes não sabem que tem bruxismo.

Bruxismo é o hábito de ranger ou apertar os dentes, causado por questões psicológicas, acomete o músculo da mastigação e faz com que os pacientes tenham desgaste dentário e chance de perder os dentes.

Principais fatores do bruxismo

No bruxismo, são fatores genéticos e hereditários que interferem, inclusive, em mordidas erradas. Mas o motivo mais comum por trás desse problema, é a questão psicológica.

O bruxismo é um dos principais responsáveis pelo desgaste exagerado nos dentes. Quando se mastiga, pelo contato dental, acaba gerando esse atrito constante ao longo dos anos.

Quando os dentes estão com o esmalte excessivamente desgastado, é um sinal de que você está esfregando muito as dentições.

A sua mordida também pode sofrer alterações, dores de cabeça, articulações doloridas, ou seja, a cabeça está toda ligada com essa região.

O bruxismo é um comportamento inconsciente e ele pode ser classificado em 3 tipos, como:

  • Apertamento dental;
  • Deslizamento;
  • Impacto;
  • Bruxismo noturno.

O bruxismo de apertamento dental é quando o paciente encosta os dentes um no outro causando uma pressão.

Bruxismo por deslizamento acontece quando o paciente raspa os dentes uns nos outros, aumentando as chances de desgaste.

O bruxismo de impacto é quando colide os dentes um no outro de forma inconsciente e constante.

Considera-se o bruxismo noturno como um dos mais comuns e graves, podendo ser todos esses tipos, realizados no momento do sono.

Se você tem bruxismo,há algum tipo de tensão muscular, que pode acarretar problemas e dores na região. Caso utilize prótese, sua prótese fixa dentária poderá se desgastar.

O bruxismo também se atrela a qualidade do seu sono, caso tenha dificuldade de dormir ou um assunto relacionado, é possível que esteja desenvolvendo o bruxismo.

Tratamento para o bruxismo

Os tratamentos podem envolver etapas diferentes de acordo com o caso do paciente.

É importante ter como opção a ortodontia, que é o aparelho de dente transparente, ele vai agir sobre a arcada dentária, alinhando e corrigindo esse mal encaixe. Fará com que no momento que o paciente fechar a boca, haja uma harmonia.

No tratamento pode ser usada uma prótese, porque a perda de dente é uma das consequências mais graves.

Pode ser feita a utilização de placas miorrelaxantes, geralmente transparentes, indicada aos pacientes no momento de dormir. A plaquinha será desgastada e terá guias de desoclusão.

Podem ser utilizadas as placas de uso funcionais, das quais são semelhantes às miorrelaxantes, mas geralmente são solicitadas para os pacientes usarem por mais tempo, até mastigar com elas, porque está num estágio severo que se não for assim, não impedirá o bruxismo.

Em casos muito extremos, pode ser realizada uma cirurgia para substituição dentária ou bichectomia, caso o tipo desenvolvido também machuque a parte interna das bochechas.

Bruxismo e questões psicológicas 

O acompanhamento de um profissional psicológico é extremamente importante durante um tratamento de bruxismo.

O rangimento dos dentes é um hábito comportamental do indivíduo, desencadeado pelo sistema nervoso que aumenta a atividade muscular. Ou seja, ao ficar muito nervoso, o próprio organismo involuntariamente aumenta a atividade muscular na maxila.

 É comum, que pacientes com bruxismo, apresentam sintomas de ansiedade, o que também está ligado a uma questão psicológica.

Quando há identificada a causa desse estresse, é possível que você tenha um controle melhor sobre a situação, podendo procurar uma clínica de odontologia e uma psicóloga.

A mastigação é um ato muito saudável no nosso organismo, porque elas nos provocam prazer, alívio, bem-estar e funciona como uma compensação das emoções, ou seja, às vezes está muito nervoso com algo, come alguma coisa e fica mais tranquilo.

A terapia cognitiva, é mais voltada para o presente. Como está acontecendo na situação presente, é necessário tratar aquilo que está incomodando o paciente.

Tanto no consultório de odontologia quanto no de psicologia é importante que ambos os profissionais se comuniquem sobre aquele paciente, e cheguem à conclusão de qual tratamento será melhor para ele. 

Cuidados para quem tem bruxismo

Um dos resultados mais severos do bruxismo é o problema na ATM, articulação temporal mandibular, que pode causar desgastes dos dentes e dores de cabeça.

Pacientes que sofrem com isso podem fazer atividades de relaxamento e meditação, pois isso aliviará as questões psicológicas, resultando na diminuição da atenção muscular.

Tentar amenizar o estresse diário, melhorar a quantidade do sono e a sua qualidade também. Caso persista, procure um dentista urgência 24 horas.

Se divirta, saia com a família, amigos ou sozinho, busque um jeito de ser feliz e aliviar o estresse.

*Conteúdo colaborativo de Top News Tech

Categorias
Saúde

Nutricionista explica como uma alimentação saudável pode auxiliar na prevenção das doenças inflamatórias intestinais

O Maio Roxo, mês de conscientização das Doenças Inflamatórias Intestinais (DIIs), chama a atenção para as patologias gastrointestinais que afetam cerca de cinco milhões de pessoas no planeta, segundo dados da Sociedade Brasileira de Coloproctologia. Essas enfermidades ocorrem quando o intestino tem sua função prejudicada em uma ou mais partes, causando, entre outros problemas, a diminuição da absorção de nutrientes, etapa que ocorre no intestino delgado. 

A nutricionista do Sistema Hapvida, Cíntia Menezes, explica que as causas dessas disfunções são multifatoriais e vão desde fatores genéticos até físicos e comportamentais, como tabagismo, desordens da microbiota intestinal, falta de fibras e água, estresse, depressão e ansiedade o que eleva a sensibilidade das células nervosas no intestino. A idade também tem influência, visto que a capacidade de absorção de alguns nutrientes diminui com o passar dos anos. “Os sintomas mais comuns incluem perda repentina de peso, mudanças nos hábitos intestinais, sensação de estufamento, desconforto abdominal, acúmulo de gases, aquela sensação de barriga inchada, cólicas intestinais, diarreia, constipação (intestino preso) e sangue nas fezes”, enumera a especialista. 

Manter hábitos de alimentação saudáveis é decisivo também nestas situações, sendo extremamente importantes para prevenir – e também tratar – problemas no sistema gastrointestinal. “Uma alimentação equilibrada vai auxiliar na prevenção de patologias como a Doença de Crohn e Retocolite, e também outras enfermidades. É importante garantir a ingestão de água, carboidratos, proteínas, lipídios, fibras solúveis ou insolúveis, a depender do caso, além de vitaminas e minerais, de acordo com a necessidade de cada indivíduo, considerando seu estado nutricional”, orienta.

Com o desequilíbrio na absorção de nutrientes, é comum o desenvolvimento de carências nutricionais, que precisam ser ajustadas a partir de uma avaliação com o nutricionista. Cabe a este profissional elaborar um plano alimentar a fim de recuperar ou manter o estado nutricional daquele paciente. “O plano alimentar é traçado de acordo com a fase em que a doença se encontra. A orientação é evitar alimentos picantes, café, alimentos industrializados, chás escuros e bebida alcoólica”, diz a nutricionista, alertando para a importância do diagnóstico precoce e início do tratamento o mais rápido possível. “A fim de proporcionar bem-estar ao paciente, facilitar a cicatrização e reestruturação da mucosa gástrica e alívio dos sintomas”, explica.

De acordo com a nutricionista, o tratamento é individualizado, então é indispensável o acompanhamento médico e nutricional, seguir as orientações medicamentosas, preferências alimentares, consumo de água, fibras e suplementação, quando necessário.

*Colaboração de Tainara Carvalho

Categorias
Saúde

Hospital do Oeste ganha novos leitos de UTI e um setor de oncologia-radioterapia

Com a implantação de uma nova UTI, de um setor de oncologia-radioterapia e com a reforma do Centro de Obstetrícia, o Hospital do Oeste, em Barreiras, qualifica ainda mais a assistência em alta complexidade para os moradores da região do agronegócio baiano. Ao todo, o Hospital do Oeste passa a contar com mais 38 novos leitos, distribuídos entre 23 leitos de UTIs adulto e neonatal, cinco leitos de Pré-parto, Parto e Puerpério, além dos dez destinados a quimioterapia.

A ampliação da unidade foi inaugurada pelo governador Rui Costa (PT) nesta segunda-feira (2), junto com as autorizações para as licitações da pavimentação de duas rodovias e da implantação de um novo terminal de passageiros para o Aeroporto de Barreiras. Ele deu ordem de serviço para o início imediato da construção de um Sistema Simplificado de Abastecimento de Água, entregou cinco viaturas para o Corpo de Bombeiros e autorizou outras licitações.

Rui Costa destacou os investimentos que o Governo do Estado está fazendo em diversas áreas e que alcançam a região. “Aqui nós fizemos a UPA, duas policlínicas, as sucessivas ampliações que continuam sendo feitas no Hospital do Oeste, trazendo serviços que não existiam aqui, como cardiologia e, hoje, oncologia. Estamos investindo cerca de R$ 230 milhões em estradas na região”, elencou.

O governador destacou que a Bahia é o segundo estado em investimento do Brasil. “Nos últimos 7 anos e três meses ficamos atrás apenas de São Paulo, que tem orçamento seis vezes maior que o nosso. Entretanto, a Bahia passou São Paulo na execução de obras por dois meses seguidos. Esse resultado é fruto da ação de muitas pessoas e temos que reconhecer esse trabalho”.

Rui também autorizou a SDR/CAR e as cooperativas dos produtores de leite locais a iniciarem a obra de implantação de um laticínio em Barreiras. A Seinfra foi autorizada a licitar outras obras, entre elas, a construção do Terminal de Passageiros do Aeroporto de Barreiras, a recuperação de 65 quilômetros das BAs 447 e BA-465, que ligam Barreiras a Angical, ainda outro trecho da rodovia BA-455, saindo de Barreiras, passando pelo entroncamento da BA-463 (Catolândia) e dando acesso ao povoado de Bezerra.

Presente na visita ao município, o secretário da Seinfra, Marcus Cavalcanti, destacou as melhorias realizadas ao longo dos anos em infraestrutura. “Hoje nós estamos com uma situação de estradas bem diferente do que tivemos aqui no passado. Além disso, nós colocamos aqui R$ 25 milhões por ano em um fundo que nós administramos em conjunto com os produtores da região. E esse fundo, já foi responsável pela execução de cerca de 100 km de estradas de acessos às propriedades rurais”, citou.

(Foto: Manu Dias/GOVBA)

Hospital do Oeste

A Secretaria da Saúde do Estado foi autorizada a licitar uma nova ampliação do Hospital do Oeste, para a instalação de um Centro de Estudo e Pesquisa para Residência e ampliação de leitos de UTI pediátrica. Ao todo, o investimento na unidade supera os R$ 46 milhões entre obras, equipamentos e mobiliário. Com R$ 23 milhões aplicados somente em obras, a Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) faz parte da terceira etapa desse projeto de ampliação. Nesta fase, entrará em funcionamento o serviço de quimioterapia e, em breve, o serviço de radioterapia e braquiterapia, com o aporte adicional de R$ 14,2 milhões, que estão em licitação.

A descentralização da saúde foi um dos assuntos abordados por Rui Costa. “Eu falei desde a campanha que iria descentralizar a Saúde, levando para o interior, serviços que só existiam em Salvador ou em outros grandes centros urbanos. Com isso, nós reunimos prefeituras de diversas regiões e estamos colocando policlínicas em todas as regiões do estado. Também estamos investindo em UTIs, aqui no Oeste, em Ibotirama, Luís Eduardo, Santa Maria da Vitória, Ibotirama. Assim, no mapa da Bahia, haverá serviços de saúde a distâncias menores para todos os municípios”.

(Foto: Manu Dias/GOVBA)
(Foto: Manu Dias/GOVBA)
(Foto: Manu Dias/GOVBA)

Saneamento básico

O novo Sistema de Abastecimento de Água que está sendo construído em Barreiras pela Secretaria de Infraestrutura Hídrica, através da Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb), vai atender às localidades de Assentamento Rio de Ondas, Assentamento Santa Rita, Barroca, Cajuerama, Fazendinha, Jaleco, Sucuruizinho, Mucambinho e Ribanceira. A intervenção beneficia cerca de 400 famílias com um investimento de R$ 3,24 milhões. A Cerb também foi autorizada a licitar a construção do Sistema Simplificado de Abastecimento de Água nas localidades de Cachoeira do Rio de Ondas, Rio Branco e Pecuária, beneficiando 237 famílias com um investimento de R$ 780 mil.

Categorias
Saúde

População de Barreiras recebe serviços da Feira Cidadã

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) deu início, nesta segunda-feira (2), a mais uma edição da Feira Cidadã, desta vez no município de Barreiras, na região Oeste. Até quarta (4), serão realizados mais de oito mil atendimentos, entre consultas médicas, exames, procedimentos odontológicos, teste e vacinação para Covid-19, além de serviços de cidadania, como emissão de documentos. Em visita ao município para uma série de entregas, o governador Rui Costa (PT), ao lado da titular da Sesab, Adélia Pinheiro, acompanhou a ação.

“A Feira aqui em Barreiras vai atender uma demanda reprimida da pandemia, com procedimentos como a cirurgia de catarata, bastante procurada, além de atendimentos odontológicos, serviços de atenção ao cidadão e também marcação de exames e cirurgias eletivas para as mulheres”, explicou o governador.

Os atendimentos acontecem das 8h às 17h, no espaço montado no Batalhão de Instrução e Capacitação de Polícia Militar, localizado na Avenida Rui Barbosa, no bairro Vila Regina. A população tem acesso a consultas com oftalmologistas, exames de ultrassonografia, eletrocardiograma, raio-x e outros serviços médicos. No local reservado ao atendimento odontológico, os profissionais realizam procedimentos de obturação, restauração, limpeza, canal e procedimentos mais complexos, como cirurgias bucomaxilo.

Para ter acesso à feira e aos serviços, é necessário apresentar RG, cartão do SUS, comprovante de residência e comprovante de vacinação com as doses contra a Covid-19 em dia. O mecânico, Francisco Soares, de 63 anos, aproveitou a oportunidade e já foi encaminhado para realizar a cirurgia de catarata, que aguarda há quatro anos. “Se não fosse essa chance, eu teria que fazer uma cirurgia particular, mas os preços são muito altos, em torno de R$ 4 mil a R$ 6 mil para cada olho. Essa oportunidade caiu do céu. Aqui, já fui atendido e agora estou sendo encaminhado para a cirurgia”, destacou.

(Foto: Rafael Martins/GOVBA)

Cidadania

Aliado aos serviços de saúde, a população também conta com o auxílio do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC), que disponibiliza serviços como emissão de segunda via do RG, cadastramento de biometria de eleitor, inscrição no CPF e emissão de antecedentes criminais. A estudante Taís Figueredo aproveitou a oferta gratuita de serviços para tirar o documento de identidade. “A feira foi uma ótima opção para vir fazer o RG, que eu tinha perdido, e não estava tendo tempo. Foi super rápido”, comemorou.

Balanço

Barreiras é a quinta cidade a receber a Feira Cidadã, em 2022. Seabra, Salvador, Vitória da Conquista e Jequié foram contempladas recentemente com a ação, que beneficiou mais de 60 mil pessoas. O projeto atingiu a marca de mais de 372 mil atendimentos em 2019. No ano de 2020, duas edições foram realizadas, totalizando mais de 9 mil atendimentos, mas a ação precisou ser interrompida em virtude da pandemia.

Próxima edição

Na próxima semana, a Feira Cidadã será realizada no município de Bom Jesus da Lapa, na Bacia do Rio Corrente, onde vai atender a população nos dias 11, 12 e 13 de maio.

(Foto: Rafael Martins/GOVBA)
Categorias
Saúde

Uso de máscara em espaços fechados será opcional na Bahia

Conforme anunciado pelo governador Rui Costa (PT), será publicado, na edição desta terça-feira (12) do Diário Oficial do Estado, o decreto que torna facultativo o uso de máscaras, na Bahia, desde que respeitados o distanciamento social adequado e os protocolos sanitários estabelecidos. A medida foi possível devido à redução do número de casos ativos de covid-19 e das taxas de ocupação nos leitos hospitalares destinados ao tratamento da doença, além do avanço da vacinação contra o coronavírus.

O uso de máscaras segue obrigatório em hospitais e demais unidades de saúde, tais como clínicas, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e farmácias; locais de atendimento ao público, pelos respectivos funcionários, servidores e colaboradores; no contato com pessoas comprovadamente contaminadas pela COVID-19, mesmo que assintomáticas, com indivíduos que estejam apresentando sintomas gripais, tais como tosse, espirro, dor de garganta ou outros sintomas respiratórios, ou com indivíduos que tenham tido contato com pessoas sintomáticas ou com confirmação da doença.

A medida recomenda a continuidade do uso da máscara em transportes públicos, tais como trens, metrô, ônibus, lanchas e ferry boat, e seus respectivos locais de acesso, como estações de embarque; para idosos, imunossuprimidos e gestantes, ainda que em dia em relação ao esquema vacinal contra a Covid-19.

A publicação reforça que, para atendimento nos órgãos estaduais e acesso a eventos públicos ou privados em locais fechados, segue valendo a necessidade de comprovação da vacinação mediante apresentação do documento fornecido no momento da imunização ou do Certificado Covid, obtido por meio do aplicativo “Conecte SUS” do Ministério da Saúde.

Categorias
Saúde

Bahia registra 1.007 casos ativos de Covid-19 e mais 14 óbitos

O boletim epidemiológico desta sexta-feira (08) registra 1.007 casos ativos de Covid-19 na Bahia. Nas últimas 24 horas, foram registrados 248 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,02%) e 319 recuperados (+0,02%) e mais 14 óbitos. Dos 1.536.287 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.505.518 já são considerados recuperados, e 29.762 tiveram óbito confirmado.

Os dados ainda podem sofrer alterações devido à instabilidade do sistema do Ministério da Saúde. A base ministerial tem, eventualmente, disponibilizado informações inconsistentes ou incompletas.

boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.825.937 casos descartados e 329.520 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta sexta-feira. Na Bahia, 63.047 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Até o momento temos 11.449.249 pessoas vacinadas com a primeira dose, 10.526.227 com a segunda dose ou dose única e 5.051.334 com a dose de reforço. Do público de 5 a 11 anos, 830.974 crianças já foram imunizadas com a primeira dose e 217.707 já tomaram também a segunda dose.

Categorias
Saúde

Bahia registra 879 novos casos de covid-19 e mais 14 óbitos nas últimas 24 horas

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 879 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,06%), 973 recuperados (+0,06%) e mais 14 óbitos. Dos 1.536.039 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.505.199 já são considerados recuperados, 1.092 encontram-se ativos e 29.748 tiveram óbito confirmado.

Os dados ainda podem sofrer alterações devido à instabilidade do sistema do Ministério da Saúde. A base ministerial tem, eventualmente, disponibilizado informações inconsistentes ou incompletas.

boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.824.914 casos descartados e 329.427 em investigação. Na Bahia, 63.043 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quinta-feira (7). Clique aqui para acessar o boletim completo acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Até o momento temos 11.454.864 pessoas vacinadas com a primeira dose, 10.535.002 com a segunda dose ou dose única e 4.995.059 com a dose de reforço. Do público de 5 a 11 anos, 825.308 crianças já foram imunizadas com a primeira dose e 221.485 já tomaram também a segunda dose.

Categorias
Saúde

Bahia registra 228 novos casos de covid-19 mais 2 óbitos nas últimas 24 horas

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 228 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,01%), 384 recuperados (+0,03%) e mais 2 óbitos. Dos 1.535.160 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.504.226 já são considerados recuperados, 1.200 encontram-se ativos e 29.734 tiveram óbito confirmado.

Os dados ainda podem sofrer alterações devido à instabilidade do sistema do Ministério da Saúde. A base ministerial tem, eventualmente, disponibilizado informações inconsistentes ou incompletas.

boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.821.907 casos descartados e 328.736 em investigação. Na Bahia, 63.021 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quarta-feira (6). Para acessar o boletim completo acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Até o momento temos 11.450.428 pessoas vacinadas com a primeira dose, 10.534.028 com a segunda dose ou dose única e 4.971.736 com a dose de reforço. Do público de 5 a 11 anos, 820.513 crianças já foram imunizadas com a primeira dose e 194.474 já tomaram também a segunda dose.

Sair da versão mobile