Cuidar da limpeza da casa sempre foi uma tarefa muito importante. Com as pessoas passando mais tempo em suas residências, por conta do modelo de trabalho remoto, popularizado durante a pandemia de Covid-19, é normal acumular mais sujeira e produzir mais lixo. Esse tipo de desorganização pode desencadear incômodos e alguns sintomas de alergias em pessoas mais sensíveis ou com histórico de doenças respiratórias, sobretudo com a proliferação de ácaros. Confira algumas medidas para cuidar da casa e exterminar esses microrganismos que são prejudiciais à nossa saúde.

Com a adoção do home office por trabalhadores de todo o país, as rotinas diárias tornaram-se mais confusas, o que dificulta a separação da jornada de trabalho do tempo a ser dedicado à organização da casa. Por isso, é importante manter o costume de limpar e arrumar periodicamente cada um dos cômodos, para impedir a formação de colônias de ácaros.

Esses organismos, que são em sua maioria invisíveis a olho nu, podem ser encontrados aos montes em diversos lugares da casa, principalmente nos colchões, travesseiros, sofás, almofadas, cortinas, tapetes, carpetes e bichos de pelúcia. Eles alimentam-se de restos de células mortas, sejam elas humanas ou de animais, e preferem lugares úmidos e com acúmulo de poeira. 

Para evitar a infestação e multiplicação desses parasitas, é importante manter uma rotina de cuidado com a casa. A utilização de vassoura e espanador deve ser evitada, pois eles espalham a poeira e a sujeira, não solucionando o problema. Para uma higienização mais eficaz, é preferível lavar o chão com água ou limpar com panos molhados e aspirador de pó. Durante essa manutenção, utilizar uma máscara pode ser necessário para não desencadear crises.

Os sofás, almofadas e estofados devem ser de tecido impermeável, para um fácil cuidado, ou removíveis, para serem lavados. O acúmulo de pó e sujeira pode ser limpo com aspirador de pó, e para uma higienização mais profunda, pode ser feita uma solução de meio copo de álcool, meio copo de vinagre e algumas gotas de óleo essencial à sua escolha. Após a mistura estar homogênea, ela pode ser aplicada com o auxílio de um borrifador nos itens mencionados e também em colchões, poltronas, bichos de pelúcias e cortinas.

Outras medidas importantes são utilizar capas protetoras antiácaros, antifungos ou antialérgicas e impermeáveis para colchões, travesseiros e almofadas, que podem ser encontradas à venda com facilidade. Além disso, é imprescindível trocar as roupas de cama regularmente, pelo menos duas vezes na semana nos períodos mais quentes, ou uma vez na semana nos meses mais frios.

Manter a casa com as janelas e portas abertas durante o dia também ajuda a conter o avanço dessas pragas. Os ácaros odeiam a luz solar, e o ambiente bem arejado permite a melhor circulação de ar, ajudando a evitar o acúmulo de poeira. Assim, é possível evitar problemas de saúde como alergias respiratórias ou sintomas de rinite que podem se manifestar, como coriza, congestão nasal, espirros, tosses, olhos lacrimejando e também doenças e infecções da pele, que podem ser observadas através de coceira e erupções.

Alice Bachiega

Colaboradora do Folha Geral - cada publicação é de responsabilidade da autora