em

Hospitais de campanha somam 673 leitos em Salvador e Lauro de Freitas

Hospitais de campanha (Foto: Paula Fróes/GOVBA)
Hospitais de campanha (Foto: Paula Fróes/GOVBA)
Hospitais de campanha (Foto: Paula Fróes/GOVBA)

A população baiana dispõe de 673 leitos, em cinco hospitais de campanha, para enfrentar a pandemia do coronavírus. Os leitos estão sendo implantados e ocupados progressivamente, de acordo com a demanda. O primeiro a ser entregue foi o Hospital Fazendão, na sede do Esporte Clube Bahia, em Lauro de Freitas, com 44 leitos para pacientes que não estão contaminados com o Covid-19 e onde, até esta terça-feira (14), já estão internados 10 pacientes, enquanto outros quatro são aguardados. ​

Ainda estão em construção os seguintes hospitais de campanha: Arena Fonte Nova, com 100 leitos de UTI e mais 140 leitos clínicos dedicados ao coronavírus; o Hospital Espanhol, com 80 leitos clínicos e mais 140 de UTI, também dedicados à Covid-19; e o Hospital Santa Clara, com 59 leitos clínicos para pacientes com suspeita do coronavírus. Localizado em Lauro de Freitas, o Hospital Riveside vai oferecer 110 leitos clínicos para pacientes que testaram positivo para o coronavírus.

Hospitais de campanha (Foto: Paula Fróes/GOVBA)
Hospitais de campanha (Foto: Paula Fróes/GOVBA)

Segundo a subsecretária da Saúde, Tereza Paim, não há como prever a data em que os pacientes ocuparão os próximos leitos em hospitais de campanha, uma vez que a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) está trabalhando com a prevenção. “Hoje nós temos o Instituto Couto Maia e o Ernesto Simões Filho com reservas de leitos. O próximo a ser ocupado é o Espanhol e depois a Arena Fonte Nova. Então, isso vai acontecer em ondas. A partir do momento em que vão sendo ocupadas as vagas, nós vamos aumentando a capacidade instalada de leitos de UTI. E assim enquanto a gente necessitar de leitos”, explica. ​

Tereza Paim destaca a adequação da Arena Fonte Nova para servir de hospital. A parte elétrica para a ligação dos equipamentos e os canos para os gases necessários na UTI já estão sendo implantados. “Estamos terminando a parte estrutural na Fonte Nova. A Bahia inovou, pois é uma arquitetura muito bem planejada. Nós não ocupamos o gramado, mas a própria instalação da arena”. ​

O Fazendão, em Lauro de Freitas, é o único não dedicado à Covid-19. “Nós temos hoje o Fazendão, nosso primeiro hospital de campanha, com capacidade para 44 leitos clínicos, que foi uma cessão do Esporte Clube Bahia para o Governo do Estado e já está em pleno funcionamento. São pacientes que estavam em hospitais onde houve necessidade de vagas, então eles foram transferidos para o Fazendão, que é um complemento para a alta hospitalar dessas pessoas”, acrescenta Tereza Paim.​

(Foto: Elói Corrêa/GOVBA)

Rui anuncia negociação com supermercados para viabilizar alimentação de estudantes

(Imagem ilustrativa/Pexels)

11 dicas para evitar incêndios em casa durante a quarentena