em

Como a alimentação influencia no tratamento da acne?

(Imagem ilustrativa/Pixabay)

Democrática, se assim podemos chamá-la, a acne não é um quadro que atinge apenas a pele de adolescentes em plena ebulição hormonal. Essa é uma condição que se manifesta também em indivíduos adultos, e caracteriza-se pela inflamação das glândulas sebáceas e dos folículos pilosebáceos, provocando o surgimento de cravos, espinhas, cistos, pústulas e, consequentemente, cicatrizes. 

Além do incômodo causados pelas lesões, sobretudo quando o quadro é de moderado a severo, há um impacto emocional desencadeado pelo comprometimento estético. A aparência das espinhas pode deixar o indivíduo envergonhado, inseguro, triste e até mesmo influenciar em quadros depressivos. 

O tratamento da acne depende da seriedade do quadro e das condições clínicas de cada paciente, mas em geral é realizado com o uso de medicamentos orais e tópicos – como anti-inflamatórios e antibióticos. Cuidados como a lavagem da pele, a ingestão de água e o uso de filtro solar específico para peles oleosas e acneicas ajudam a controlar o quadro. Mas um outro fator também é essencial no combate às espinhas: a alimentação. 

Alimentação saudável, pele saudável

O que ingerimos influencia diretamente em diversos aspectos relacionados à saúde do nosso organismo, e não seria diferente com a pele, o maior órgão do corpo humano e o que fica em mais evidência durante todo o tempo. Como citado acima, a ingestão bastante água é essencial não apenas para a hidratação adequada do organismo mas, também, para a saúde da pele. A água ajuda a eliminar as toxinas que podem causar obstruções nos poros, aliviando o quadro. 

O que vai no nosso prato também faz a diferença quando o assunto é acne. Alimentos muito calóricos e gordurosos favorecem as infecções na pele, enquanto os doces desregulam as taxas de insulina no corpo, causando desregulação hormonal e, consequentemente, o aparecimento ou aumento da acne. Portanto, devem ser retirados do cardápio de quem luta contra as espinhas. As farinhas brancas e seus derivados, como massas e pães, possuem alto índice glicêmico, portanto precisam ser consumidas com muita moderação.

Alguns alimentos, sobretudo os que são ricos em zinco e vitamina A, ajudam a controlar a produção excessiva de sebo ocasionada pelos desequilíbrios hormonais e podem ser benéficos para os quadros de acne. São eles:

  • Cenoura
  • Brócolis
  • Espinafre
  • Couve
  • Abóbora
  • Salmão
  • Frutos do mar
  • Oleaginosas (castanhas e amêndoas em geral)
  • Fígado
  • Ovos
  • Atum
  • Queijo branco

Se mesmo com o ajuste na alimentação e os cuidados com a pele a acne persistir ou aumentar a sua presença, vale buscar a ajuda de um dermatologista para o controle adequado do quadro. 

Da Redação, com colaboração*

Envie seu conteúdo para análise editorial: redacao@folhageral.com.br
Conheça as condições em https://www1.folhageral.com/termos-e-condicoes

Bahia Farm Show (Foto: Paula Froes/GOVBA)

Bahia Farm Show 2020 é adiada por causa da pandemia do Coronavírus

(Imagem ilustrativa/Freepik)

Farmácia oferece até 70% de desconto em produtos para servidores estaduais