em

Nutricionista alerta para a quantidade de doces no Halloween

A Nutricionista Saridiele Oliveira falou sobre o perigo do açúcar no sangue das crianças e como substituir criando doces saudáveis

Comemorado no dia 31 de Outubro de cada ano, o Halloween (ou “Dia das Bruxas”) é uma data muito apreciada e aguardada em diversas partes do mundo, em especial, nos Estados Unidos.

No Brasil ele vem fazendo grande sucesso, pois as crianças amam se fantasiar e comer os doces.

Um marco dessa festa de Halloween é os “doces ou travessuras”, aonde as crianças vão de casa em casa pedindo essas guloseimas, a grande questão é que o excesso desses doces podem acarretar problemas futuros.

Os brasileiros consomem 50% a mais de açúcar do que o recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Isso significa que, por dia, cada brasileiro, consome em média 18 colheres de chá do produto (o que corresponde a 80g de açúcar por dia), quando o recomendado seria até 12g. Com isso, a OMS recomenda tanto em adultos como em crianças, reduzir a ingestão de açúcares livres a menos de 10% da ingestão calórica total.

A nutricionista Saridiele Oliveira, indicou sobre como diminuir os doces das crianças, mas substituindo para que todas possam ganhar e ficarem satisfeitas.

“Para substituir esses doces no dia a dia das crianças, ofereça frutas, faca desenhos divertidos com as frutas e alguns vegetais, fala bala caseira com gelatina incolor e suco natural de frutas, biscoitos”.

Para crianças menores de dois anos de idade, a recomendação dos órgãos de saúde é para que não se introduza o açúcar antes dessa idade.

Os açúcares aumentam o valor calórico ingerido pela criança e são pobres em nutrientes, não acrescentando na saúde dos pequenos. Além de aumentar os riscos de doenças cardiovasculares, hipertensão, cárie, que estão relacionados ao excesso de peso.



Patrocinador
Loading...
Ilustração. Foto: Pixabay

Conheça um pouco mais sobre as vantagens da automação empresarial

Workshop de rh do agronegócio do Oeste da Bahia. Foto: Divulgação/Abapa

Abapa promove 2º Workshop de Recursos Humanos do Agronegócio do Oeste da Bahia