Conversion lança primeiro índice para medir impacto de atualizações do Google nos sites brasileiros
Siga nossas redes

Busque no site

Publicidade

Press release

Conversion lança primeiro índice para medir impacto de atualizações do Google nos sites brasileiros

Chamado de SERP Volatility, ferramenta gratuita traz dados para profissionais de marketing, jornalistas e entusiastas de tecnologia

Leitura: 3 minutos

A Conversion, agência de marketing digital líder em SEO no Brasil, comunica o lançamento oficial da versão 0.1 beta do SERP Volatility (https://www.conversion.com.br/volatility/), um índice pioneiro para profissionais de marketing digital que mede o impacto das atualizações do Google no posicionamento dos websites brasileiros.

O nome é composto pela sigla SERP (Search Engine Results Page), que são os resultados de páginas de busca do Google, e Volatility, que em tradução livre significa volatilidade, e representa a flutuação de posições de uma página nos resultados de busca.

Embora índices semelhantes existam mundo a fora, nenhum deles traz os dados do Brasil. “Identificamos uma grande necessidade entre os profissionais de marketing digital no Brasil e criamos o SERP Volatility”, afirma Diego Ivo, fundador e CEO da Conversion.

O novo índice da Conversion vai medir impacto das mais de 600 atualizações anuais do algoritmo do Google, cujas mudanças alteram drasticamente o posicionamento de sites na web. Para se ter ideia, todos os dias a plataforma de busca muda a posição de cerca de 50% de todas as páginas, segundo apuração da SERP Volatility.

“O Google está constantemente atualizando os resultados e testando qual a melhor página para o usuário. Isso ocorre todos os dias”, comenta Ivo. “Durante última atualização de algoritmo, a taxa de mudança cresceu 50,7% além do normal”, informa. Antes do SERP Volatility, profissionais de marketing precisavam consultar ferramentas no exterior que não traduziam a verdadeira realidade do Google no Brasil.

Quando o Google realiza atualizações mais importantes, chamada de “core update”, o índice de mudanças costuma ser muito mais alto. “Quando há grandes atualizações, a volatilidade de posições chega a aumentar na ordem de mais de 50%”, analisa Ivo. Foi exatamente o que ocorreu na última semana, com a mais recente atualização do Google, batizada de May 2020 Update.

No último dia 6, o SERP Volatility viu o seu índice subir de 215 para 324 pontos, registrando um aumento de 50,7%. No dia seguinte, o índice retornou à normalidade, mas para muitos sites o estrago foi feito.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Quer anunciar? Clique aqui

Como funciona o SERP Volatility

O SERP Volatility é muito simples e traz dois tipos de índices, que são complementares. Diariamente, são analisados cerca de 100 mil resultados de busca com dados de busca no Google Brasil. A partir desse dado, o SERP Volatility traz dois tipos de dados, que representam Volatilidade Real e outro que traz a Volatilidade Simples.

A Volatilidade Real é um índice que começa em zero e não tem teto, trazendo o volume quantitativo de mudanças; é considerado o índice mais importante para analisar o impacto de atualizações. 

Já a Volatilidade Simples, por sua vez, vai de 0 a 100 e traz as posições que passaram a ter resultados diferentes do dia anterior. Ela traduz as mudanças usuais do Google.

Esta é a primeira versão do SERP Volatility, que está em versão de testes e irá receber muitas melhorias, bem como ajustes nos próximos meses. “Nós queremos desenvolver o marketing digital no Brasil e, para isso, é indispensável ter dados que representem a realidade brasileira”, conclui o CEO da Conversion.

*Este conteúdo é de inteira responsabilidade da assessoria de imprensa

Veja também

Notícia

Na trend, trabalhadores compartilham os benefícios que recebem das empresas

Tecnologia

Investir em um curso de inglês especializado para profissionais de TI é um passo estratégico

Tecnologia

Abaixo, apresento algumas dicas para prolongar a vida útil da bateria do seu celular

Saúde

Dores acontecem justamente por causa do uso errado do aparelho – tanto pela forma de segurá-lo quanto pelo número de horas gastas digitando

Publicidade

Publicidade