em de

Projeto tipifica crime de não vacinar criança ou adolescente


O Projeto de Lei 3842/2019 tipifica o crime de omitir-se ou contrapor-se, sem justa causa, à vacinação de criança ou adolescente prevista no programa nacional de imunização. A pena prevista é de detenção de um mês a um ano, ou multa.

Para Alice Portugal , a resistência à vacinação é uma preocupação para toda a sociedade. Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Para Alice Portugal , a resistência à vacinação é uma preocupação para toda a sociedade. Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Em análise na Câmara dos Deputados, o texto insere a medida no Código Penal (Decreto-Lei 2.848/40) e prevê a mesma pena para quem divulgar ou propagar, por qualquer meio, notícias falsas sobre as vacinas do programa ou sobre sua ineficiência.

A proposta foi apresentada pela deputada Alice Portugal (PCdoB-BA). Ela argumenta que a vacinação de crianças com menos de 2 anos está apresentando queda desde 2011, segundo o Ministério da Saúde.

“Em 2011, quando tem início a série do ministério, a cobertura era de 107,94%. No ano passado, atingiu 95,63%”, disse. “A resistência à vacinação é uma preocupação para toda a sociedade, pois a difusão de informações equivocadas pode contribuir para a decisão de não vacinar”, completou.

Segundo o Ministério da Saúde, 19 imunizantes integram o Calendário Nacional de Vacinação.

Tramitação
A proposta será analisada pelas comissões de Seguridade Social e Família e de Constituição e Justiça e de Cidadania, e pelo Plenário.



Patrocinador
Loading...

Agência Câmara

Conteúdo exclusivo da Agência de Notícias da Câmara dos Deputados

Foto: Divulgação

Vale do São Francisco exporta 9 milhões de caixas de manga ano

Deputada Jaqueline Cassol, autora do projeto: "Os crimes cometidos no ciberespaço possuem uma potencialidade lesiva". Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Projeto criminaliza “fake news” e publicações nocivas a crianças e adolescentes