em de

Operadoras do Brasil ainda estão longe de fornecer experiência 4G consistente

Ilustração. Foto: Pixabay
torre, celular, mobile-radio-transmitters-1159760_1280
Ilustração. Foto: Pixabay

No mais recente Relatório sobre a Experiência Móvel no Brasil, publicado em janeiro, a Opensignal registrou aumentos constantes em velocidades móveis de todas as operadoras, embora tenha destacado grandes diferenças na experiência de velocidade de download entre elas – de 7,7 Mbps da Oi até 18,8 Mbps da Claro. Também foram medidas velocidades muito oscilantes para a mesma operadora em diferentes cidades: por exemplo, os assinantes da Claro desfrutaram de uma experiência de velocidade de download de 33,6 Mbps em Belo Horizonte, mas apenas de 12,4 Mbps em São Luís.

Observando que os usuários brasileiros desfrutam de experiências muito diferentes, dependendo da operadora de celular que contratam, e da cidade em que vivem, nos perguntamos se eles também experienciam velocidades diferentes ao longo de um período de 24 horas. No relatório de oportunidades 5G, a Opensignal discutiu as grandes flutuações na velocidade de download 4G ao longo do dia, em redes de 77 países.

Em 2018, os usuários brasileiros, em média, desfrutaram de 18,6 Mbps na velocidade de download 4G, mas isso variou entre 16,4 Mbps nos momentos mais lentos – quando o congestionamento na rede é maior devido ao grande número de usuários que consomem muitos dados – e 28,6 Mbps nos tempos mais rápidos – quando poucas pessoas estão usando os serviços de rede. Também foram verificadas diferenças na velocidade que os usuários de dispositivos móveis experimentaram em cada hora do dia, ao comparar as principais cidades brasileiras.

Velocidade de download 4G nas cidades brasileiras

Velocidade de download 4G nas cidades brasileiras
Foto: Divulgação

Os consumidores das maiores cidades costumam ver suas velocidades de download 4G cair mais de 12 Mbps em um período de 24 horas, à medida que a demanda por dados móveis aumenta e as redes ficam mais congestionadas. Essas quedas são desafiadoras, pois as empresas que oferecem vídeo, música, aplicativos ou serviços comerciais em redes móveis devem garantir a continuidade do funcionamento, mesmo quando a experiência de download da rede móvel estiver mais lenta. É por isso que entender a experiência na hora mais lenta do dia fornece uma percepção importante e complementa as velocidades médias medidas.

Em 2018, a Opensignal registrou a maior flutuação em Brasília, onde a velocidade de download 4G variou de 19,3 Mbps a 34,7 Mbps. São Paulo também experimentou grandes oscilações em velocidades com mais de 15 Mbps de diferença entre as horas mais lentas e as mais rápidas. Por outro lado, usuários de smartphones em Fortaleza e Manaus tiveram as menores flutuações, embora tenham experimentado, em média, velocidades significativamente mais lentas do que os usuários das outras cidades. As velocidades médias de download 4G em Manaus e Fortaleza foram respectivamente de 13,3 Mbps e 14,3 Mbps, mais de 4 Mbps abaixo da média nacional e 10 Mbps mais lentas do que os consumidores experimentaram em Porto Alegre, cidade onde foi registrada a maior velocidade média.

Horário mais lento do 4G nas maiores cidades do Brasil

Horário mais lento do 4G nas maiores cidades do Brasil
Foto: Divulgação

A maioria das grandes cidades do Brasil apresentou velocidades de download 4G mais lentas entre as 18h e às 19h, quando muitas pessoas terminam de trabalhar e se deslocam para casa. No entanto, em Brasília e Goiânia, as redes ficaram mais movimentadas mais tarde, entre às 20h e 21h. Porto Alegre voltou a apresentar resultados excepcionais: quando a rede era mais movimentada – entre as 18h e 19h – os usuários de smartphones ainda puderam experimentar 21,4 Mbps em velocidade de download de 4G, número melhor do que os consumidores de todas as outras cidades desfrutavam, em média, durante um período de 24 horas.

Proporcionar uma experiência móvel consistente é um dos principais desafios que as operadoras de rede enfrentam atualmente. Os usuários de smartphones têm o direito de desfrutar de experiências consistentes quando consomem conteúdo móvel, não importa onde estejam e a que horas do dia seja. Os dados da Opensignal sugerem que as operadoras de celular do Brasil ainda têm um longo caminho pela frente para reduzir as inconsistências de velocidade medidas no país e garantir que seus clientes possam desfrutar de experiências perfeitas em qualquer lugar e a qualquer momento.

Sobre a Opensignal

Somos Opensignal, uma empresa de análise móvel. Somos o padrão global independente para entender o verdadeiro estado das redes móveis do mundo com base em medições da experiência real do usuário. Nossos relatórios do setor são o guia definitivo para a verdadeira experiência que os consumidores recebem em redes sem fio, e medimos de forma independente isso em todas as principais operadoras de rede do mundo.


Comunicar erro





Publicidade

Teste grátis por 14 dias. Se você gostar, assine utilizando o cupom: V7XEW4HLYGAYUHT e ganhe 20% de desconto durante 1 ano. Saiba mais em: Conheça o G Suite



Loading...


Da Folha Geral, em São Paulo*

*Com colaboração de (agência, assessoria ou especialista)




Faa Morena em Buenos Aires

Faa Morena prestigia lançamento do livro “Experimento Marciano” em Buenos Aires

inteligência artificial, ti, artificial-intelligence-3382507_1280

Mercado brasileiro de TI, um dos maiores do mundo, espera crescimento do setor para este ano