em de

Veja alguns cuidados para não ter seu WhatsApp sequestrado

Um hacker pode invadir seu aparelho e passar a controlar a sua conta no aplicativo remotamente sem você saber. Saiba como se prevenir

Lembra aquela foto ou aquele GIF que você sempre recebe de um amigo por meio do WhatsApp? Saiba que, além do risco de baixar um vírus ou outro malware para seu aparelho ao clicar no arquivo, você pode facilitar o sequestro do seu WhatsApp.

Cuidado! Seu celular pode estar sendo espionado

É isso mesmo! Um hacker pode passar a controlar a sua conta no aplicativo remotamente sem você saber. Segundo especialistas, o Facebook Messenger e até mesmo mensagens SMS podem oferecer risco de invasão de hackers.

Promoção que circula no WhatsApp é golpe

Os impostores utilizam sempre as mesmas ferramentas de atração: fotos, mensagens engraçadas, promoções, links com informações importantes, etc.

Como você recebeu o link de um conhecido ou amigo, tende a confiar naquele conteúdo.  O problema é que seu amigo recebeu de outra pessoa, que, talvez, nem conheça. Quando clicam no documento, vocês abrem as portas do aparelho para a invasão do criminoso.

Os invasores do seu celular podem capturar imagens que você tirou, baixou ou enviou e outros tipos de arquivos internos.

A partir daí, os criminosos podem assumir o controle da conta, enviando mensagens e conversando com seus contatos como se fossem você. No Sul do país, uma quadrilha chegou a aplicar golpes pedindo transferências de dinheiro a parentes em nome de alguns usuários.

Webcams: uma ameaça silenciosa à sua privacidade

Então, o que fazer?

• Opte pela dupla proteção do WhatsApp – Com ela, o aplicativo vai pedir uma senha de seis dígitos periodicamente. Se alguém “sequestrar” seu telefone, precisará desse código para ter acesso às informações do aparelho.
• Rastreie o uso do aplicativo – Você pode verificar se o aplicativo está sendo usado em outros dispositivos ao mesmo tempo que você. Basta acessar Ajustes > WhatsApp Web/Desktop.

• Atenção às mudanças de código – Se você ativar a exibição de notificações de segurança no WhatsApp, ele vai alertar quando um código de segurança de qualquer contato mudar. Isso ocorre quando o celular é trocado ou formatado ou quando o WhatsApp é instalado novamente, mesmo que isso aconteça no mesmo aparelho. Se você visualizar um alerta amarelo, desconfie.

• Não faça transferências em dinheiro! – Desconfie se alguém pedir dinheiro, mesmo que seja um parente ou amigo muito próximo. Pode ser que um criminoso tenha invadido seu WhatsApp e esteja tentando receber certa quantia. Tente ligar para o seu familiar ou amigo para verificar se é ele mesmo que entrou em contato com você para pedir aquela transferência.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 4003-3907.

Via Proteste


Comunicar erro





Publicidade

Teste grátis por 14 dias. Se você gostar, assine utilizando o cupom: V7XEW4HLYGAYUHT e ganhe 20% de desconto durante 1 ano. Saiba mais em: Conheça o G Suite



Loading...


Proteste

Conteúdo Proteste - Associação Brasileira de Defesa do Consumidor

Central de Relacionamento:
4003-3906

Serviço de Defesa do Consumidor:
4003-3907

*A Proteste não tem vínculo com a Folha Geral




Alok com Anitta

Alok confirma gravação de música com Anitta e informa que terá mais 2 grandes artistas internacionais

20181212_IMA_AssinaturaDoacaoKfWProgramaSaneamentoMetropolitano

Cooperação alemã doa 4 milhões de euros para apoiar projeto de geração de biogás da Embasa