em de

Plenário da Câmara derruba decreto sobre sigilo de documentos

Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 3/19, do deputado Aliel Machado (PSB-PR) e outros. Esse projeto suspende os efeitos do Decreto 9.690/19, o qual atribui a outras autoridades, inclusive ocupantes de cargos comissionados, a competência para classificação de informações públicas nos graus de sigilo ultrassecreto ou secreto. A matéria irá ao Senado.

Até então, a classificação de informações públicas como ultrassecretas era exclusiva do presidente e do vice-presidente da República, ministros e autoridades equivalentes, comandantes das Forças Armadas e chefes de missões diplomáticas no exterior.

Quanto ao grau secreto, além dessas autoridades, podem usar essa classificação os titulares de autarquias, fundações, empresas públicas e sociedades de economia mista.

A regra mudada pelo decreto proibia a delegação da competência de classificação nos graus de sigilo ultrassecreto ou secreto.

Ordem do dia para discussão e votação de diversos projetos
Ordem do dia para discussão e votação de diversos projetos. Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Da Agência Câmara Notícias


Comunicar erro



Publicidade

Teste grátis por 14 dias. Se você gostar, assine utilizando o cupom: LC3JQAWPE3XK74E e ganhe 20% de desconto durante 1 ano. Saiba mais em: Conheça o G Suite


Agência Câmara

Conteúdo exclusivo da Agência de Notícias da Câmara dos Deputados







PPA Jequié

Territórios baianos elegem prioridades para o PPA 2020-2023

pedestres

Quais são os direitos e os deveres dos pedestres? O que muda em 2019?