em de

Tóquio e Washington acordam exercer máxima pressão sobre Pyongyang

“Não é hora de dialogar por dialogar. É hora de efetuar a máxima pressão possível sobre a Coreia do Norte”, afirmou o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, durante a coletiva de imprensa realizada depois da reunião com Donald Trump.

Shinzo Abe adicionou que, em resposta aos testes da Coreia do Norte, o Japão vai introduzir sanções adicionais contra cidadãos e empresas norte-coreanos.

O premiê japonês afirmou ainda que a interceptação dos mísseis norte-coreanos é possível com a coordenação de ações entre o Japão e os EUA.
Quanto a isso, Trump sublinhou o seguinte: com mais armas americanas, o Japão poderá facilmente interceptar os mísseis norte-coreanos no ar.

“Se comprarem mais armas adicionais aos EUA, poderão facilmente interceptar mísseis no ar”, destacou Donald Trump.

Abe, por sua parte, confirmou que o Japão pretende adquirir novas armas norte-americanas para melhorar sua capacidade de defesa.

O encontro entre Trump e Abe foi realizado no âmbito do périplo de Donald Trump pela Ásia, que começou em 4 de novembro no Japão e inclui visitas à China, Coreia do Sul, Vietnã e acaba nas Filipinas em 14 de novembro.

Via Sputnik


Comunicar erro





Publicidade

Teste grátis por 14 dias. Se você gostar, assine utilizando o cupom: V7XEW4HLYGAYUHT e ganhe 20% de desconto durante 1 ano. Saiba mais em: Conheça o G Suite



Loading...


Da Folha Geral, em Salvador*

*Com colaboração de (agência, assessoria ou especialista)




MEC vai apoiar formação de professores para educação de surdos, diz ministro

MEC vai apoiar formação de professores para educação de surdos, diz ministro

Finit encerra segunda edição com mais de R$ 10 milhões em investimentos em startups

Finit encerra segunda edição com mais de R$ 10 milhões em investimentos em startups