em de

Como prevenir as doenças transmitidas pelo caramujo africano

Caramujo africano doenças transmitidas
Ilustração. Foto: Divulgação

Caramujos gostam de lugares úmidos e com pouca luz, entre as espécies mais comuns está o caracol gigante africano, que tem uma biologia que favorece a rápida multiplicação: em torno de 200 ovos por postura, e por serem hermafroditas, ambos os membros do casal emprenham após a cópula, prevalecendo em relação às espécies nativas.

Doenças transmitidas

Essas espécies transmitem graves doenças aos seres humanos, entre elas a meningite eosinofílica e a angiostrongilíase abdominal.

Prevenção

Para evitar essas doenças é possível utilizar de algumas formas de prevenção, a mais adequada é a catação, em que se recolhe os caramujos e os caracóis com as mãos protegidas por luvas,  cava-se um buraco, incinera-se os bichos e depois enterra as conchas deles, para que não sirvam de depósito de água e proliferação de mosquitos.

Em períodos chuvosos é importante tomar alguns cuidados, do qual o mais importante é lavar bem os alimentos, principalmente hortaliças, onde se encontra mais facilmente o caramujo.

*Paulista de Taubaté, Aldo José dos Santos, CRM: 133366, é médico generalista graduado pela UNITAU. Colabora também no portal Leet Doc.


Comunicar erro



Publicidade

Teste grátis por 14 dias. Se você gostar, assine utilizando o cupom: LC3JQAWPE3XK74E e ganhe 20% de desconto durante 1 ano. Saiba mais em: Conheça o G Suite


*Colaborador

Este canal é escrito por colaboradores diversos da Folha Geral. Cada conteúdo é de inteira responsabilidade do seu autor.







Catia Carvalho

Catia Carvalho se prepara para ser musa das comunidades no desfile da X9

Leia Lee

Musa do Amazonas, Leia Lee sensualiza em ensaio nu para revista: “bumbum 100% natural”