em

Causas e tratamentos para sensibilidade nos dentes

Ilustração. Foto: Pixabay

Quem já sentiu aquela pontada nos dentes ao ingerir um alimento muito gelado ou bem quentinho? Esse é um dos principais sintomas que a sensibilidade dentária nos proporciona. Além de sensível e de sinais dolorosos, a sensação é de não conseguir saborear direito a comida.
Para ficar atento à este problema e evitar que ele evolua, há alguns outros sintomas que você deve se preocupar. Dentre eles:
– Dor ao ingerir alimentos doces ou azedos;
– Dor ao respirar ar frio;
– Dor ao escovar os dentes;

A sensibilidade nos dentes pode aparecer ao longo do tempo e – vale ressaltar – a dor no dente pode ser ocasionada por outros fatores, além de dentes sensíveis; cárie ou, até mesmo, o pós clareamento dentário são dois deles. Sabendo disso, se estiver sentindo qualquer incômodo, é fundamental que procure a ajuda de um profissional e busque identificar o real motivo do desconforto.

Entenda as causas da sensibilidade nos dentes

O dano à capa de esmalte do dente faz com que ela deixe de ser impermeável, expondo a dentina, estrutura mais profunda do dente. Deste modo, por possuir terminações nervosas, disparam sinais de dor em contato com altas ou baixas temperaturas, o que torna seus dentes sensíveis.
A dentina possui uma quantidade significativa de poros ou tubos microscópicos (túbulos) que vão da face externa do dente até a polpa gengiva (no centro). Quando exposta, esses túbulos podem ser estimulados por mudanças de temperatura ou certos alimentos.
Desse modo, outra causa de sensibilidade dentária é quando a gengiva se retrai, por conta da atuação de bactérias ou por uma escovação bruta demais, que gera uma inflamação e, por consequência, a retração. Quando esse tecido diminui de tamanho, ele deixa parte da raiz do dente descoberta e, por essa área não ser esmaltada, também coloca a dentina em exposição.
Sabendo disso, não deixe de prestar atenção em certos hábitos que podem ser prejudiciais à nossa saúde bucal. Deixar a dentina exposta, traz sensibilidade para os dentes e um enorme desconforto na sua rotina.

  • A alta ingestão de frutas cítricas demais ou refrigerantes, deixam o pH Bucal baixo;
  • Resquícios de comida são espaço para presença de bactérias;
  • Alguma rachadura ou buraquinho de uma obturação que caiu e não foi resolvida;

Alguns hábitos ruins, como os citados acima, tornam nossos dentes sensíveis e reféns de um tratamento. Se o diagnóstico for, de fato, a sensibilidade dentária, fique tranquilo, pois existem diversos tratamentos dentários (tanto caseiros e naturais), quanto em consultórios com um bom dentista. Conheça abaixo cada um deles:

Tipos de tratamentos

Em Consultórios
– Flúor para mineralizar o esmalte e a dentina que está exposta;
– Aplicação de espuma ou gel de flúor, por meio de moldes bucais, por até 5 minutos, concentrando o flúor nas áreas de sensibilidade;
– Aplicação de agente fixador, que fixa restaurações, impermeabilizando a superfície da dentina;
– Cirurgia na gengiva, para colocá-la de volta no lugar;

Em Casa:
– Escova dental macia de cerdas;
– Boa escovação e uso do fio dental;
– Utilização de creme dental feito especial para dentes sensíveis;
– Utilização de creme dental com alta concentração de flúor para fortalecer os dentes;
– Tratamentos naturais como:
❏ chá de equinácea com vitamina C
❏ essência de cravinho
❏ bochecho com chá de alfazema
❏ bochecho com chá de hortelã-pimenta

Tendo conhecimento sobre isso, ao perceber sintomas de sensibilidade dentária, antes de tentar iniciar qualquer tratamento, converse com o seu dentista e identifique quais foram as causas do seu problema. Não tente diagnosticar sozinho. Um bom profissional da área irá orientar a rotina mais adequada de escovação e higiene bucal, além de direcioná-lo para tratamento mais adequado para os seus dentes. Não exite em procurar ajuda!


Comunicar erro





Loading...


Nax

NAX - meio gente, meio robô. Uma profissional perfeita para todas as ocasiões.

Helpay

Conheça a Helpay

fies

Tudo o que você precisa saber sobre o FIES